organizar as contas 2019

Final de ano chegando e enquanto alguns pensam em gastar, outros desejam ter mais dinheiro no ano que vem. E para te ajudar a organizar as contas e ficar no azul, separamos dicas especiais.

Final do mês e a carteira vazia, você já passou por isso? Realmente, parece que esse ano não foi fácil. E se alguns hábitos não mudam, 2019 pode não ser um bom “ano novo”.

Já que a maioria das pessoas esperam mudanças para o  ano seguinte e sempre com o desejo de dinheiro no bolso, o melhor é não repetir alguns erros. Com uma ajudinha da Foregon, seu 2019 pode ser melhor!

Quer descobrir como fazer sua vida financeira melhorar e parar de sofrer com a conta no vermelho? Acompanhe as dicas!

O que fazer para organizar as contas?

Para que o próximo ano seja realmente novo e não apenas uma passagem de tempo, nós também precisamos mudar. Dinheiro realmente não é tudo, mas ajuda a alimentar alguns sonhos e metas em nossa vida.

Como tudo o que fazemos, o financeiro também necessita de organização. Ele é uma parte importante, que talvez ainda não damos tanta atenção para o que ele representa.

Separamos algumas dicas práticas, que você pode começar o quanto antes. Podem parecer difíceis no começo, mas depois você vai ver que vale a pena.

Coloque as contas no papel

organizar as contas 2019 calcularÉ importante você conhecer como anda a sua vida financeira. Se você nunca fez um levantamento dos seus ganhos e dívidas, essa é uma boa hora.

Coloque no papel ou em uma planilha no computador, se preferir. Você deve saber quais seus ganhos e despesas mensais.

Assim, você sabe para onde seu dinheiro está indo. Se ele é bem gasto ou necessita de alguns ajustes. Tudo para que 2019 seja diferente e você pare de se arrepender de compras desnecessárias.

Elimine gastos a partir de janeiro

organizar as contas 2019 janeiro

Assim que você conhecer sua vida financeira (ganhos e gastos), será possível saber o que pode ser cortado e aquilo que deve permanecer. Ou seja, gastos fixos e variáveis.

Os fixos são exatamente aqueles gastos que compõe o seu dia a dia e dificilmente podem ser cortados. Escola, alimentação, transporte, energia, são alguns exemplos.

Já os variáveis são gastos que podem ser eliminados, já que não são importantes para sua sobrevivência. Roupas, lazer, brinquedos, objetos para a casa, etc.

Analise tudo o que você pode cortar dos seus gastos no ano que vem. Você vai perceber ao somar os gastos variáveis que eles possivelmente são os “vilões” da sua conta.

Troque uma dívida cara por uma mais barata

Se dentro dos seus gastos fixos existe uma dívida que você vem pagando, que tal repensá-la? Será que tem como a deixar mais barata?

Por exemplo, se você paga um financiamento de veículo, em alguns casos um empréstimo pode ser melhor. Assim, você quita o automóvel e paga parcelas mais baratas.

O mesmo pode valer para dívidas com cartão de crédito, por exemplo. Confira as taxas de juros de empréstimos e financiamento nos bancos e veja qual o melhor negócio para você.

Trocar a dívida cara por uma mais barata pode fazer uma grande diferença no seu orçamento, te ajudando a organizar as contas para 2019.

Espere uma dívida acabar para começar outra

Essa é uma super dica para você se lembrar durante o ano que vem. Considerado um erro, fazer dívida sobre dívida é o que pode estar pesando seu orçamento.

Todo mês é a mesma coisa. A junção de uma parcela aqui e outra lá resulta em um valor alto e difícil de baixar.

Tenha como foco a partir de agora que, você vai honrar com uma dívida até o fim. E, somente após ela é que você poderá fazer uma nova.

E não falamos de dívidas grandes somente. Sabe aquele monte de parcelamento no cartão de crédito? Você tem? Já parou para somá-las?

Pois é, parece que parcelar em mais vezes acaba sendo melhor. Mas, ao somar às várias parcelas de R$ 10 ou R$ 20, o valor final acaba sendo “assustador”.

Negocie suas dívidas!

Se você está negativado e nunca tem crédito porque seu nome está em sites de protesto como SPC e Serasa, o único jeito de organizar as contas é pagar o que deve.

Às vezes o valor da dívida se tornou exorbitante por causa dos juros. Se você se vê nessa situação, tente uma negociação. Seja com o banco ou para quem você deve.

Tente uma negociação da dívida diretamente com quem você adquiriu o bem. Muitas vezes os juros são abatidos e as condições de pagamento são melhores do que pegar um empréstimo.

Reveja alguns hábitos

Se estamos falando de um ano novo melhor em nossa vida, nada melhor do que mudarmos um pouco também.

Para conseguir organizar as contas para 2019, que tal rever aqueles hábitos que acabam com a nossa saúde financeira?

Comprar coisas que você não precisa, objetos que acabam esquecidos e tantas outras coisas que acabam levando nosso dinheiro para longe.

Por exemplo, ao invés de sempre almoçar fora, que tal fazer a própria comida? Você pode aproveitar para fazer o jantar e já preparar o almoço do outro dia.

Aquele passeio no shopping, pode ser melhor aproveitado nos parques, como os amigos ou família.

São pequenas atitudes, mas que ao final do mês fazem uma diferença enorme. Que tal começar a tentar e ver o que você pode evitar gastar e assim organizar as contas?

Cuidado com o fim de ano

O final de ano pode ser uma tentação, não é? Por isso é preciso muito cuidado com os gastos, para que janeiro não comece no vermelho e você fique preocupado em como sair dessa de novo.

Para evitar gastar mais ainda em dezembro, anote as dicas:

  • Antecipe suas compras de natal com a Black Friday
  • Pesquise em diversas lojas
  • Faça uma lista de compras antes de sair de casa
  • Defina um limite de gastos que esteja dentro do seu orçamento
  • Procure não parcelar em várias vezes e evite os juros
  • Peça descontos nas compras à vista

Aproveite seu 13º para organizar as contas

Trabalhadores com carteira assinada, tem direito ao 13º salário. Esse dinheiro que chega no final de ano pode ser aproveitado para você organizar as contas e começar 2019 bem.

Sabe aquelas contas que ainda sobraram deste ano? Quitar é a melhor maneira de aproveitar esse salário extra.

Sabemos que a expectativa de um dinheiro a mais em conta é para compras. Você pode separar uma quantia para esses gastos, como presentes ou para preparar a ceia de natal.

Mas, é importante ter em mente que, as contas devem ser prioridade, se a sua vontade é entrar em 2019 no azul e começar a fazer um gerenciamento do seu dinheiro.

Começar um novo ano com dívidas antigas fica bem complicado. Por isso, vale o esforço de guardar esse dinheiro e quitar tudo o que você deve antes de fazer uma nova compra.

O que você pode cortar em 2019?

organizar as contas 2019

Se o plano é organizar as contas para que o próximo ano seja melhor financeiramente, esse é o momento de ter um olhar mais atento aos seus gastos.

Será que você tem contas que poderiam ser cortadas ou pelo menos diminuídas daqui para a frente?

Pense em tudo o que você normalmente gasta seu dinheiro. Tem algum serviço por exemplo, que você paga e não usa? Pode até parecer pouco mensalmente, mas no resultado final, você paga para nada.

  • Planos de TV, celular, internet e academia. Você assina algum desses serviços? Se sim, usa todos? Não caia na tentação de achar que um dia você irá ver um filme ou série quando sobrar tempo. O mesmo vale para a academia, que custa caro e não é aproveitada.
  • Anuidade do cartão: se você tem um cartão de crédito e ele cobra anuidade, isso pode representar um gasto enorme, que poderia ser aproveitado com outras coisas. Conheça os cartões sem anuidade aqui.
  • Energia: está pensando que só o seu cartão te faz gastar? Pequenas coisas em sua casa também podem ser mudadas. Como o gasto de energia. Já pensou em economizar uns 30%? Seria ótimo para você!

Analise a sua fatura do cartão deste ano

O cartão de crédito representa um significativo gasto em nosso orçamento. Para que você tenha eficiência em organizar as contas para 2019, pegue suas faturas deste ano e analise.

Neste momento, avalie o que você comprou durante o ano e anote o que foi realmente importante e aquilo que poderia ter deixado de lado.

No final, some tudo. Só assim você vai saber se está gastando dentro do limite ou ainda faz muitas compras sem necessidade. Mas, é preciso realmente que você dedique esse tempo, de cabeça você não vai conseguir um resultado fiel.

Isso vai servir para que, no ano que vem, você evite refazer essas compras e tenha consciência dos gastos errados. Afinal, nós aprendemos somente quando vemos o que acontece com o dinheiro.

Aproveite os aplicativos e faça planos

Em diversos aplicativos de bancos, é possível ter acesso a um tipo de plano de gastos. Ou seja, você configura o quanto tem de limite e o quanto pode gastar com cada segmento.

Por exemplo: você ganha R$ 2.000 no mês. Deixe R$ 600 para alimentação, R$ 100 para transporte, R$ 200 para roupas, R$ 100 para lazer, R$ 500 para o cartão de crédito e R$ 500 para outras dividas (carro, imprevistos, bancos, etc.).

Confira se o seu aplicativo de banco ou cartão tem essa opção. Caso não, faça você mesmo em uma planilha e consiga organizar as contas durante o ano.

Gostou das nossas dicas? Que tal deixar sua opinião aqui no final da página nos comentários?