Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Pagamento do abono salarial PIS/Pasep de 2020 é adiado para 2022

Por Thais SouzaPublicado em

Os trabalhadores que estavam contando com o dinheiro do Pis/Pasep neste ano terão que se reprogramar. O pagamento que seria depositado no segundo semestre de 2021 foi adiado para 2022, decisão foi tomada pelo Codefat. Continue a leitura para entender porquê.

Pagamento do PIS/Pasep de 2020 é adiado para 2022

No dia 24 de março, o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) aprovou resolução que muda o calendário de pagamento do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). A decisão foi uma recomendação da Controladoria-Geral da União.

Com a resolução, os trabalhadores que deveriam receber o PIS/Pasep referente ao ano de 2020 a partir do segundo semestre só terão acesso ao dinheiro em 2022.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

PIS/Pasep adiado: como vai funcionar?

O abono salarial era pago no segundo semestre do ano seguinte e terminava no primeiro semestre do ano posterior, seguindo os meses de nascimento dos trabalhadores. Por exemplo, o PIS/Pasep do ano de 2019 foi pago no segundo semestre de 2020, em julho, e terminou no dia 11 de fevereiro, primeiro semestre de 2021.

Portando, seguindo a antiga regra, o abono salarial de 2020 começaria a ser pago no segundo semestre de 2021. Com a mudança, os valores só começarão a ser pagos no primeiro semestre de 2022 e terminarão no segundo semestre do mesmo ano.

A Codefat anunciou ainda que a decisão não vele apenas para o o PIS/Pasep de 2020. A partir de 2022, os valores serão todos pagos no primeiro semestre de cada ano.

O calendário de pagamento do abono salarial de 2020 ainda não foi divulgado, mas o PIS continuará sendo pago de acordo com a data de nascimento dos trabalhadores e o Pasep de acordo com o último número da inscrição de cada servidor público. As datas e os calendários serão divulgados no início de 2022.

De acordo com a Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, a alteração nas datas de pagamento foi necessária para evitar o descumprimento de regras contábeis e financeiras, para que as despesas não fossem divididas em dois anos.

Leia também

No blog da Foregon você confere conteúdos sobre esse e outros assuntos relacionados ao mercado e finanças. Aproveite e leia também:

Deixe seu comentário se ficou com alguma dúvida e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Aneel suspende corte de luz de famílias de baixa renda até setembro; entenda

Zoom: compre produtos na plataforma e ganhe até 7% de cashback

Banco digital: Volkswagen conta com nova modalidade voltada a caminhoneiros

Banco Central pretende lançar sistema que facilita devolução de dinheiro

INSS: prova de vida volta a ser obrigatória; confira os prazos

Confira 21 opções de sites de emprego para quem está em busca de uma vaga

Crédito: Serasa muda cálculo do score; confira como fica

Grupo Decolar passa a oferecer empréstimo pessoal de até R$ 25 mil