Foregon.comConteúdos

Pequenas empresas são as mais afetadas diante da crise do coronavírus

Janaína TavaresPublicado em

Como o seu negócio tem sobrevivido durante essa crise instaurada por causa do novo coronavírus? De acordo com um levantamento inédito feito pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV), as pequenas empresas do país são as que mais sofrem prejuízos por causa dessa situação.

O estudo, que foi realizado com base na pesquisa da sondagem do comércio realizada mensalmente pela instituição, verificou também que quase 40% dos entrevistados acreditam na normalização da economia apenas em 2021.

Para saber mais detalhes sobre essa pesquisa, basta continuar a leitura do nosso artigo.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

O que a pesquisa aponta?

De maneira geral, o estudo verificou que as empresas de pequeno porte são responsáveis por 54% dos empregos com carteira assinada. Além disso, as mesmas respondem por 27% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional.

Dito isto, foi constatado pela pesquisa que o índice de confiança desses empresários ainda continua baixo.

Em junho, por exemplo, esse índice marcou 58 pontos, enquanto a dos grandes empresários alcançou 80,6 pontos. Vale destacar ainda que a recuperação da demanda é a mais fraca desde o início da crise provocada pela Covid-19.

Empresas tiveram dificuldades para conseguir crédito

Em resposta à crise, as pequenas empresas buscaram soluções de crédito para tentar lidar com esse momento de incertezas.

Sendo assim, a pesquisa do Ibre/FGV apontou que, dos empreendimentos que tentaram solicitar crédito e não conseguiram, as empresas de pequeno porte foram as mais afetadas:

  • Pequenas empresas: 64.4%;
  • Companhias de médio porte: 30.5%;
  • Empresas de grande porte: 5,1%.

Qual é a expectativa de recuperação diante da crise?

Conforme o que foi apurado no levantamento, somente 12,4% das empresas de pequeno porte disseram que estão operando normalmente. 

Porém, no estudo realizado pelo Ibre/FGV, os pequenos empresários acreditam numa recuperação lenta da economia para o setor, já que 38,8% deles afirmaram que a normalização só ocorrerá em 2021.

Conteúdos que você precisa conhecer

Para complementar sua experiência aqui na Foregon, preparamos alguns conteúdos que podem te ajudar a enfrentar esse período com bastante consciência e planejamento. Veja, logo abaixo:

Descomplicamos?

Conte pra gente: você tem um empreendimento e também está passando por dificuldades diante dessa crise causada pela pandemia do novo coronavírus? Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana). Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. Preza pela checagem de todas as informações e o conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Quais são as opções de franquias baratas em 2020?

O que é linha de crédito e como obter uma para sua empresa?

Parcela Segura da Boa Vista: a análise de crédito ideal para sua empresa

Os riscos da sonegação fiscal e como evitá-los em seu negócio

Como funciona o Saúde do seu Negócio?

Planilha de precificação: como montar uma para o seu negócio?

Sicredi lança plataforma gratuita que ajuda empreendedores anunciarem seus negócios

Pequenas empresas são as mais afetadas diante da crise do coronavírus

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Negócios