Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Pix: ocorre o primeiro vazamento das chaves no país

Por Sabrina VansellaPublicado em

O Banco Central anunciou recentemente o primeiro vazamento de dados relacionados ao Pix. As principais informações vazadas foram as chaves Pix, que eram de responsabilidade do Banco do Estado de Sergipe. Saiba mais e entenda como se proteger de um dos principais golpes.

O primeiro vazamento de chaves Pix

O BC explicou em nota que o primeiro vazamento ocorreu por conta de falhas pontuais da instituição financeira, que acabou permitindo o acesso aos dados cadastrais, mas não às contas dos usuários ou movimentação de valores.

O Banco do Estado de Sergipe (Banese) confirmou os principais dados vazados, como: CPF, banco em que a chave está registrada, agência, contas e outros dados técnicos como a data de abertura da conta.

Como saber se meus dados foram vazados?

Em comunicado, a equipe técnica esclareceu que aconteceram consultas indevidas a dados de 395.009 chaves Pix. Caso você tenha sido uma das vítimas, será notificado através do App (Android e iOS) do Banco do Estado de Sergipe.

Por fim, foi esclarecido que o vazamento não comprometeu a confidencialidade das senhas e somente as chaves Pix do tipo telefone tiveram sua segurança comprometida. 

"As consultas foram realizadas no Diretório de Identificadores de Contas Transacionais – DICT, administrado pelo Banco Central do Brasil, e de acesso restrito às Instituições que iniciam o procedimento para realização de uma transação por Pix",  finalizou o Banese em comunicado à imprensa.

Suposto golpe que envolve o Pix

O Pix, lançado pelo Banco Central, se tornou um dos principais alvos dos golpistas. O principal boato que foi compartilhado em diferentes grupos do WhatsApp, aponta a função de agendamento como forma de conseguir efetuar o crime e prejudicar a vítima.

Por exemplo, os criminosos passam uma mensagem através do próprio WhatsApp dizendo que foi feito um agendamento por engano para a vítima e, dessa forma, pedem o dinheiro de volta. Após o golpista receber a "devolução do valor", ele cancela o agendamento feito anteriormente.

No entanto, o BC divulgou que isso não passa de um boato, já que não é possível o cliente ter acesso a uma transferência agendada para futuramente. Quer evitar golpes no PIX? Confira nossas dicas.

Informamos?

Esperamos que esse artigo te ajude a entender um pouco mais sobre o assunto. Caso queira ter acesso a mais dicas para sua segurança, acompanhe nosso blog e saiba como se prevenir de golpes financeiros.

Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Sabrina Vansella

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos noticiosos e sobre dicas financeiras. Procura simplificar e melhorar a qualidade de vida dos usuários e, para isso, preza por uma pesquisa assídua e uma escrita clara.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Golpes com Pix: instituições financeiras criam seguro para proteger clientes

Pix: ocorre o primeiro vazamento das chaves no país

QR Code estático e QR Code dinâmico: qual é a diferença entre os dois?

Pix: da facilidade nas transações ao crescimento nos golpes e mudança nas regras

Quem é responsável pelos prejuízos causados pelos golpes do Pix?

Pix: novas medidas devem ser implementadas para garantir segurança aos usuários

Pix: bancos têm até dia 4 para limitar transações noturnas a R$ 1 mil

Pix: confira as novas regras e saiba como elas afetam seu bolso