Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Pix: pagamento via WhatsApp é uma ameaça?

Por Nara LimaPublicado em

O WhatsApp está com uma novidade que pode ser considerada uma ameaça ao Pix, sistema de transações bancárias gratuitas desenvolvido pelo Banco Central. O novo recurso permite transferir dinheiro pelo aplicativo para seus contatos como quem compartilha uma imagem ou um áudio.

WhatsApp versus Pix

Apesar das propostas de ambos serem similares, é possível notar algumas diferenças significativas entre cada um deles. Para você não ficar com dúvidas, vamos explicar um pouco mais sobre o tema. Aproveite a leitura!

De acordo com o Banco Central, mais de 250 milhões de chaves haviam sido registradas na plataforma até o mês de maio, um número maior que a população total brasileira, já que cada pessoa pode ter até quatro chaves.

No entanto, apesar da popularidade do Pix, o WhatsApp também é considerado um aplicativo de peso, visto que, cerca de 98% das pessoas que possuem smartphone têm o App de mensagens instalado.

Apesar do número elevado, há pouco tempo, o WhatsApp passou por um momento complicado que gerou muitas discussões sobre a segurança do aplicativo. Essa questão é um ponto importante a ser levantado, visto que essa sensação de não proteção levou muitos usuários a outras plataformas de envio de mensagens.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Como medida para reverter essa situação, o WhatsApp está reforçando o esforço para manter a segurança das transações. Além da criptografia de ponta, a ferramenta exige a criação de senha e pode utilizar biometria.

O pagamento pelo aplicativo de mensagem funciona assim: a transação é feita pelo Facebook Pay, autorizado pelo Banco Central, em que o acesso é limitado e monitorado. As operações são limitadas até R$ 1 mil por transferência, e podem ser feitas até 20 vezes ao dia, no entanto, é possível transferir até R$ 5 mil ao mês.

Afinal, o pagamento pelo WhatsApp é uma ameaça ao Pix?

Depende. É inegável o fato de que as duas tecnologias vão coexistir, mas como o Pix é um sistema bem estruturado e seguro, seria pouco improvável que seus usuários o abandonassem. Além disso, o WhatsApp conta com valores mais baixos, considerando que com o Pix é possível realizar grandes transações.

Outro ponto importante é que nem todos os bancos são parceiros da plataforma, enquanto o Pix, que é do próprio Banco Central, conta com o apoio de todas as grandes instituições financeiras.

No final das contas, podemos dizer que apenas o tempo responderá essa questão. Brincadeiras à parte, ambas plataformas possuem seus pontos fortes e vieram para facilitar ainda mais a vida de seus usuários.

Descomplicamos?

Esperamos que esse conteúdo seja útil para o seu dia a dia, afinal, esse é o nosso objetivo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe seu comentário aqui embaixo.

Nos vemos em breve!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Nara Lima

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, gosta de escrever sobre educação financeira. Preza pela facilidade da leitura e pela checagem das informações, buscando produzir um conteúdo de leitura simplificada e que sane as dúvidas do leitor.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Pix Recorrente no Nubank: conheça o novo recurso

Como funciona o Pix? Saiba como cadastrar, transferir, pagar e mais!

Horário Pix: existem restrições para fazer a operação?

Pix não chegou? Veja o que fazer

Como receber pelo Pix: 4 formas para incluir no seu negócio

Já é possível usar o Pix internacional?

Recarga TIM com Pix, entenda

Pix com cartão de crédito: entenda como funciona