Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Pix já possui mais de 46 milhões de pessoas cadastradas

Por Janaína TavaresPublicado em

O Pix, novo meio de pagamentos instantâneos, já está fazendo sucesso entre os brasileiros! De acordo com informações divulgadas pelo Banco Central (BC), esse sistema de transferências acumula, até o momento, 46,4 milhões de pessoas cadastradas.

Além disso, o BC também anunciou que foram registradas R$ 83,4 bilhões em movimentações de Pessoas Físicas (PF) e Pessoas Jurídicas (PJ) no primeiro mês de uso do sistema, que começou a funcionar integralmente desde o dia 16 de novembro no Brasil.

Como está o crescimento do Pix no país?

Neste primeiro mês de atuação, foram cadastradas 116 milhões de chaves por 46,4 milhões de Pessoas Físicas e por três milhões de empresas brasileiras. Vale destacar ainda que o BC apurou os seguintes dados:

  • Operações feitas entre Pessoas Físicas (PF) no primeiro mês de funcionamento: 84%;
  • Operações feitas entre Pessoas Físicas (PF) e empresas no primeiro mês de funcionamento: 6%.

Como você notou, a utilização do sistema nas empresas é menor se comparada com o uso desse sistema por Pessoas Físicas. Contudo, o chefe do Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro do BC, Ângelo Duarte, explicou que:

"A adoção por empresas, a gente espera que seja mais lenta. À medida que as funcionalidades forem sendo ofertadas, as empresas vão passar a oferecer essa forma de pagamento, ou a receber transferência através do Pix e isso vai aumentar o numero de empresas cadastradas."

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Diante disso, o chefe de Departamento do Banco Central também deixou claro que o volume de Pix no país tem aumentado. Isso porque, segundo os dados divulgados pelo BC, a quantidade de transações subiu de 12,2 milhões, primeira semana de uso, para 29,2 milhões, na quarta semana.

Registro de fraudes com o Pix

Conforme o diretor do BC, João Manoel Pinho de Mello, não houve até o momento registro de fraudes. O que acontece, na prática, são tentativas de golpes via redes sociais.

Nestes casos específicos, os golpistas solicitam à vítima que ela cadastre chaves Pix em sistemas que não possuem vínculo com o Banco Central.

"São golpes usados com tudo que está em evidência. Como o Pix está em evidência, é o Pix. A gente tem de separar o que é fraude de fato e essas tentativas de golpes com engenharia social", disse Ângelo Duarte, chefe de Departamento do BC.

Perguntas frequentes sobre o Pix

O que é o Pix?

É o novo meio de pagamentos instantâneos desenvolvido pelo Banco Central. Ele foi anunciado no começo de 2020, mas começou a ser utilizado pela população em novembro de 2020.

Qual a diferença do Pix para outros tipos de transferência?

A principal diferença é que as pessoas podem usar o Pix a qualquer dia e horário, funcionando inclusive nos finais de semana e feriados.

O Pix substitui TED, DOC e boleto?

Ele não substituiu as formas de pagamento tradicionais. Portanto, você pode usar todos se quiser.

O Pix é pago?

Ele é gratuito para Pessoas Físicas. Já para Pessoas Jurídicas, as instituições financeiras que aderiram ao Pix podem cobrar uma pequena taxa de seus clientes.

Conteúdos que você precisa conhecer

Fique com a gente e aproveite para ler outros artigos que também podem ser do seu interesse:

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com o nosso conteúdo. Em casos de dúvidas ou sugestões, envie seu comentário para que possamos responder. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana). Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. Preza pela checagem de todas as informações e o conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Conheça 5 contas PJ que não cobram para receber Pix

Pix ou cartão de crédito: qual a melhor forma para parcelar compras?

Como localizar os estabelecimentos que aceitam Pix Saque e Pix Troco?

Digio oferece opção de Pix parcelado no cartão de crédito: conheça

É cliente Santander? Veja como parcelar Pix em até 24 vezes

Pix parcelado: como funciona e quais bancos oferecem o serviço?

Pix Pessoa Jurídica: existe alguma tarifa para o serviço?

O Pix ameaça a existência do boleto?