Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Pix: sistema vai devolver dinheiro em caso de falhas; entenda

Por Camila SilveiraPublicado em

O Banco Central autorizou, na última terça-feira (08), a criação de um mecanismo que viabiliza devolver o dinheiro para o cliente, caso ele enfrente falhas ou sofra suspeitas de fraude dentro do sistema de pagamentos instantâneos Pix. A nova ferramenta ficará disponível no dia 16 de novembro de 2021.

"A criação do mecanismo padroniza as regras e os procedimentos para viabilizar a devolução de valores nos casos em que exista fundada suspeita de fraude ou nas situações em que se verifique falha operacional nos sistemas das instituições envolvidas na transação", explica o Banco Central em nota.

É importante ressaltar que o estorno no Pix poderá ser solicitada tanto pelo recebedor quanto por quem realizou o pagamento.

Usuários do Pix já podem realizar devoluções de valores recebidos

Desde que o Pix entrou em funcionamento no ano passado, os usuários podem realizar devoluções de valores recebidos. No entanto, antes não havia previsão de que o estorno fosse iniciado pela instituição de relacionamento do recebedor.

"Assim, atualmente, em uma eventual fraude ou falha operacional, as instituições envolvidas precisam estabelecer procedimentos operacionais bilaterais, de forma a efetuar as comunicações relacionadas a solicitações e recebimentos de pedidos de devoluções, dificultando o processo e aumentando o tempo necessário para que o caso seja analisado e finalizado, reduzindo a eficácia das devoluções", explicou o BC.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

O Banco Central tem como propósito agilizar o processo de devolução de valores em casos de fraudes ou falhas. Essa transação deverá ser informada no extrato das movimentações.

Pix representou 51% das transações bancárias em abril

De acordo com o Banco Central, o sistema de pagamentos instantâneos representou 51% das operações bancárias no mês de abril. Essa foi a primeira vez em que a ferramenta respondeu por mais da metade das transações.

O restante das movimentações (49%) foram realizadas através de TED, DOC, boleto bancário e cheque. Não foram divulgados dados referentes às operações feitas por cartão de crédito, por exemplo.

Aproximadamente 404 milhões de brasileiros que usam a rede que opera o Pix já se cadastraram no sistema. As pessoas físicas representam 94% dos cadastrados.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário para nós. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Bandeira verde deixará a conta de luz mais barata?

PicPay Card: anuncia fim da promoção de cashback de 5%

Conheça a nova função de consulta ao score de crédito do PicPay

Falha de sistema no C6 Bank resulta em desvio de R$ 23 milhões

Nova margem consignável para empréstimos em 2022 será de até 40% do benefício

Conheça as 8 mulheres mais ricas do Brasil em 2022

4 dos 10 bancos mais rentáveis do mundo são brasileiros

Saque extraordinário do FGTS: nascidos em fevereiro poderão sacar R$ 1 mil a partir do dia 30