Foregon.comConteúdos
    1. Especial Coronavírus

    Plano de flexibilização da quarentena: entenda como vai funcionar

    Por Janaína TavaresPublicado em
    Compartilhe

    Em todo o estado de São Paulo, a partir desta segunda-feira (01), começa a valer o plano de flexibilização da quarentena, desenvolvido pelo governo de SP. Veja mais detalhes a respeito desta “retomada consciente”.

    Como vai funcionar o plano de flexibilização da quarentena?

    Anunciado pelo governador João Dória (PSDB) na última quarta-feira (27 de maio) em comunicado oficial, o plano de retomada da economia para o estado de São Paulo foi chamado de “retomada consciente” e acontecerá de maneira regionalizada, de forma gradual e dividido em cinco fases.

    Sendo assim, todas as regiões do estado devem ser avaliadas periodicamente segundo os indicadores de saúde, com o intuito de averiguar se elas estão cumprindo os critérios de avaliação.

    Portanto, se elas estiverem cumprindo com as exigências impostas, poderão avançar nas fases de relaxamento a cada 14 dias ou voltar para uma fase mais restrita a cada sete dias.

    Etapas de flexibilização da quarentena

    Cinco etapas foram criadas para definir como cada região do estado irá atuar:

    • Vermelho (alerta máximo): apenas de serviços essenciais podem atuar devido ao alto risco de contaminação;
    • Laranja (controle): flexibilização controlada de setores com baixo risco para a saúde;
    • Amarelo (flexibilização): abertura controlada de um número maior de atividades;
    • Verde (abertura parcial): flexibilização abrange outros setores da economia, mas ainda com restrições;
    • Azul (normal controlado): todas as atividades têm permissão para funcionar, no entanto precisam cumprir com as medidas de distanciamento e higiene.

    Importante: até o momento, nenhuma cidade do estado de São Paulo se encontra nas fases quatro e cinco (verde e azul).

    Vale ressaltar que as etapas foram estabelecidas conforme alguns critérios. São eles:

    • Taxa de ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e leitos para cada 100 mil habitantes. Esses indicadores são avaliados em conjunto com dados de casos, internações e mortes pelo novo coronavírus.

    Como fica a capital paulista?

    Até o momento, a Grande São Paulo, Baixada Santista e a região de Registro se encontram na fase vermelha. Isso significa que nessa classificação apenas os serviços essenciais podem funcionar normalmente. Sendo assim, na capital paulista, a quarentena foi estendida até o dia 15 de junho.

    Como fica a situação das cidades no interior de SP?

    A maior parte do interior paulista se encontra nas etapas laranja e amarelo. Por isso, as cidades já podem ter uma maior flexibilização, mas não deixando de lado os protocolos de higiene e distanciamento.

    Exemplos de cidades na cor laranja

    • Araçatuba;
    • Franca;
    • Marília;
    • Piracicaba;
    • Ribeirão Preto;
    • São João da Boa Vista;
    • São José do Rio Preto;
    • Sorocaba;
    • Taubaté, dentre outros municípios.

    Exemplos de cidades na cor amarela

    • Bauru;
    • Presidente Prudente;
    • Araraquara;
    • São Carlos;
    • Barretos, além dos municípios vizinhos a estas cidades.

    Continue com as medidas de higiene

    Não se esqueça de que o coronavírus ainda está avançando pelo Brasil e já infectou mais de meio milhão de brasileiros, de acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Saúde. Portanto, vale redobrar a atenção no quesito higiene:

    • Use máscara ao sair de sua casa e só saia se for realmente necessário. Caso não, opte pelos serviços que podem ser feitos pela internet;
    • Utilize álcool em gel 70%;
    • Lave as mãos com água e sabão;
    • Mantenha o distanciamento social;
    • Evite aglomerações.

    Sugestões de leitura

    Continue com a gente e veja outros conteúdos que podem te ajudar:

    Descomplicamos?

    Se tiver alguma dúvida a respeito deste assunto, não deixe de enviar para que possamos te auxiliar. Até a próxima!

    Gostou? Deixe seu curtir
    Compartilhe nas suas redes sociais

    Leia a seguir

    • Especial Coronavírus

      Aprenda a proteger o seu dinheiro durante o coronavírus

    • Especial Coronavírus

      FGTS emergencial já começou a ser pago aos trabalhadores

    • Especial Coronavírus

      Entenda por que o aplicativo Caixa Tem apresenta instabilidade

    • Especial Coronavírus

      MEI em atraso tem direito ao auxílio-doença?

    Ver mais conteúdos

    Veja o que estão comentando