Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

Plano de flexibilização da quarentena: entenda como vai funcionar

Por Janaína TavaresPublicado em

Em todo o estado de São Paulo, a partir desta segunda-feira (01), começa a valer o plano de flexibilização da quarentena, desenvolvido pelo governo de SP. Veja mais detalhes a respeito desta "retomada consciente".

Como vai funcionar o plano de flexibilização da quarentena?

Anunciado pelo governador João Dória (PSDB) na última quarta-feira (27 de maio) em comunicado oficial, o plano de retomada da economia para o estado de São Paulo foi chamado de "retomada consciente" e acontecerá de maneira regionalizada, de forma gradual e dividido em cinco fases.

Sendo assim, todas as regiões do estado devem ser avaliadas periodicamente segundo os indicadores de saúde, com o intuito de averiguar se elas estão cumprindo os critérios de avaliação.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Portanto, se elas estiverem cumprindo com as exigências impostas, poderão avançar nas fases de relaxamento a cada 14 dias ou voltar para uma fase mais restrita a cada sete dias.

Etapas de flexibilização da quarentena

Cinco etapas foram criadas para definir como cada região do estado irá atuar:

  • Vermelho (alerta máximo): apenas de serviços essenciais podem atuar devido ao alto risco de contaminação;
  • Laranja (controle): flexibilização controlada de setores com baixo risco para a saúde;
  • Amarelo (flexibilização): abertura controlada de um número maior de atividades;
  • Verde (abertura parcial): flexibilização abrange outros setores da economia, mas ainda com restrições;
  • Azul (normal controlado): todas as atividades têm permissão para funcionar, no entanto precisam cumprir com as medidas de distanciamento e higiene.

Importante: até o momento, nenhuma cidade do estado de São Paulo se encontra nas fases quatro e cinco (verde e azul).

Vale ressaltar que as etapas foram estabelecidas conforme alguns critérios. São eles:

  • Taxa de ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e leitos para cada 100 mil habitantes. Esses indicadores são avaliados em conjunto com dados de casos, internações e mortes pelo novo coronavírus.

Como fica a capital paulista?

Até o momento, a Grande São Paulo, Baixada Santista e a região de Registro se encontram na fase vermelha. Isso significa que nessa classificação apenas os serviços essenciais podem funcionar normalmente. Sendo assim, na capital paulista, a quarentena foi estendida até o dia 15 de junho.

Como fica a situação das cidades no interior de SP?

A maior parte do interior paulista se encontra nas etapas laranja e amarelo. Por isso, as cidades já podem ter uma maior flexibilização, mas não deixando de lado os protocolos de higiene e distanciamento.

Exemplos de cidades na cor laranja

  • Araçatuba;
  • Franca;
  • Marília;
  • Piracicaba;
  • Ribeirão Preto;
  • São João da Boa Vista;
  • São José do Rio Preto;
  • Sorocaba;
  • Taubaté, dentre outros municípios.

Exemplos de cidades na cor amarela

  • Bauru;
  • Presidente Prudente;
  • Araraquara;
  • São Carlos;
  • Barretos, além dos municípios vizinhos a estas cidades.

Continue com as medidas de higiene

Não se esqueça de que o coronavírus ainda está avançando pelo Brasil e já infectou mais de meio milhão de brasileiros, de acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Saúde. Portanto, vale redobrar a atenção no quesito higiene:

  • Use máscara ao sair de sua casa e só saia se for realmente necessário. Caso não, opte pelos serviços que podem ser feitos pela internet;
  • Utilize álcool em gel 70%;
  • Lave as mãos com água e sabão;
  • Mantenha o distanciamento social;
  • Evite aglomerações.

Sugestões de leitura

Continue com a gente e veja outros conteúdos que podem te ajudar:

Descomplicamos?

Se tiver alguma dúvida a respeito deste assunto, não deixe de enviar para que possamos te auxiliar. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana). Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. Preza pela checagem de todas as informações e o conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Trabalhador que recusar tomar vacina pode ser demitido por justa causa

PF deflagra operações contra fraudes no Auxílio Emergencial

Fase emergencial da quarentena no estado de SP: o que muda?

3 coisas que as empresas estão fazendo para superar a crise do Covid-19

5 princípios que devemos aprender em momentos de crise

O Auxílio Emergencial vai voltar em 2021?

Conheça o ‘Auxílio Emergencial’ para moradores da cidade de Belém

O que é necessário para receber a vacina contra o coronavírus?