Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Plataforma íon promete revolucionar a experiência de investir

Por Nara LimaPublicado em

Educação financeira ainda é um assunto delicado para grande parte dos brasileiros, principalmente quando falamos em investimentos. Pensando nisso, com o intuito de tornar a relação entre pessoas e finanças mais prática e acessível, o Itaú lançou o íon, uma plataforma de investimentos.

Recentemente, o banco investiu em publicidade e foi possível ver a "novidade" em TV aberta, no entanto, a ferramenta já está disponível desde o final de 2020. Esse delay aconteceu porque primeiro foi lançado o Menor Produto Viável (MVP) para alguns usuários e, a partir disso, as funcionalidades começaram a ser lapidadas baseada nos feedbacks dos investidores.

Em outras palavras, os próprios clientes opinaram a respeito das melhorias em sua experiência.

Íon do Itaú: como funciona 

Como a ideia central do íon é ser uma plataforma descomplicada, o aplicativo conta com um design diferenciado. Ao acessar o App (Android e iOS), o usuário encontra uma prateleira semelhante às dos programas de streaming, que conta com destaques, como: "lançamentos" e "maiores rentabilidades".

Para acompanhar as notícias e informações importantes do mercado, o App conta com uma interface semelhante às dos feeds das redes sociais. De acordo com a empresa, o setor financeiro serviu de inspiração para sua criação, mas as principais ideias de design vieram de outras plataformas, como Amazon, Google e WhatsApp.

Íon e os feedbacks

Durante o processo de melhoria do serviço, a empresa responsável recebeu cerca de quatro mil feedbacks dos usuários. Em outras palavras, muitos clientes deram opiniões de melhorias que poderiam ser feitas para facilitar a experiência na plataforma.

O íon se tornou a primeira ferramenta do setor financeiro na qual os usuários conseguem visualizar até oito carteiras distintas, sejam elas de diferentes contas da própria instituição, de outros bancos e até de corretoras.

O aplicativo conta com 100 mil usuários e R$ 150 milhões em aplicações feitas diretamente pela plataforma. Até o momento, o App está disponível apenas para correntistas do Itaú, mas deve abrir as portas para outros bancos e instituições até 2022.

Descomplicamos?

Esperamos que esse conteúdo te ajude a entender um pouco mais sobre o mundo financeiro. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe seu comentário aqui embaixo!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Nara Lima

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, gosta de escrever sobre educação financeira. Preza pela facilidade da leitura e pela checagem das informações, buscando produzir um conteúdo de leitura simplificada e que sane as dúvidas do leitor.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

B3: entenda o que é e como funciona

Quais as principais formas de investimentos em startups?

5 livros sobre investimentos que você precisa conhecer

Rentabilidade fora da bolsa: 5 investimentos alternativos mais promissores de 2021

Plataforma íon promete revolucionar a experiência de investir

Open banking: o que muda para o investidor?

Qual a diferença entre a conta rendeira e o CDB PagBank?

Previdência privada: PGBL ou VGBL? Entenda qual o plano ideal para você