Foregon.comConteúdos

Pós-pandemia: como manter o seu negócio após a crise?

Camila SilveiraPublicado em

Embora o isolamento social, causado pela pandemia da Covid-19, seja bastante eficaz contra a propagação do vírus, ele cria uma instabilidade no cenário econômico e, como resultado, diversas empresas são impactadas negativamente. Para que empreendedores consigam manter o seu negócio durante e após a crise, separamos algumas dicas que podem ajudar.

Antes, entenda, de acordo com Éder Mutinelli, sócio-líder de consultoria da Mazars, qualquer crise possui começo, meio e fim. Isso quer dizer que você precisa se planejar desde agora, com o propósito de reduzir os riscos, minimizar os custos e maximizar os resultados esperados do futuro. Vamos começar?

Pós-pandemia: como manter o seu negócio após a crise?

1. Atenção para as orientações das autoridades sanitárias

É fundamental seguir todas as orientações dadas pela OMS e Ministério da Saúde para preservar o bem estar dos seus funcionários. Se você agir de forma correta com relação às autoridades sanitárias, a sua empresa não terá a imagem afetada por possíveis acusações de negligência e nem a estrutura comprometida.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Caso todos precisem dividir o mesmo espaço, estabeleça horários de entrada, saída, almoço e reuniões para impedir aglomeração dentro da empresa, disponibilize recursos de higienização e máscaras na companhia e peça para que todos os funcionários tenham cautela, tomando, pelo menos, um metro de distância de todas as pessoas.

2. Avalie os pontos positivos do home office

Se você já implementou o home office em sua empresa por um determinado período durante a quarentena, veja se esse momento foi bastante produtivo e avalie as vantagens e desvantagens desse sistema de trabalho. Realmente compensa? Dependendo da sua resposta, você consegue traçar melhores estratégias na retomada dos negócios.

O retorno pode ser bem interessante se você intercalar esse sistema de trabalho após a pandemia, até porque reduzirão os custos de aluguel, energia elétrica, manutenção, segurança, estacionamentos, entre outras despesas da companhia. Mas não se esqueça: é necessário se planejar com bastante antecedência para não tomar decisões equivocadas.

3. Reveja a estrutura dos negócios

É indispensável reavaliar os planos de ação da empresa e reajustá-los sempre que for necessário. Por exemplo: em momento de pandemia, todos as pessoas estão comprando mais por meio da internet, em lojas virtuais. Que tal aderir esse modelo de negócio e faturar mais durante a quarentena?

Entenda, essas mudanças poderão permanecer para sempre, afinal, diversas empresas estão lucrando mais com lojas virtuais do que com as físicas. Melhor dizendo, rever as estruturas dos negócios pode promover ganhos significativos e, como resultado, você poderá investi-los em mais produtos e serviços para os seus clientes.

4. Amplie as ferramentas de previsões orçamentárias

Possuir ferramentas de previsões orçamentárias é o mesmo que obter informações, planos e estratégias para o futuro financeiro de um empreendimento. Portanto, para melhorar a administração das suas receitas e prever possíveis problemas ou oportunidades, conte com essas ferramentas.

Por exemplo: pandemia da Covid-19 trouxe prejuízos e redução do volume dos negócios. Esses impactos tinham de ser percebidos com antecedência para que as empresas conseguissem superar o desafio com mais tranquilidade. Portanto, agora, você deve enxergar novas possibilidades, durante a crise, para que a sua retomada seja eficiente.

5. Inovação deve ser o princípio do seu negócio

Todos os empreendedores já devem ter aprendido com a pandemia da Covid-19, que é importante estar sempre preparado para os imprevistos. Estar atento aos novos cenários econômicos, demandas e necessidades de clientes pode ser crucial para identificar novas oportunidades.

Portanto, a inovação, neste caso não está ligada a grandes mudanças ou criação de algo inovador, mas sim adaptar a empresa, sempre que possível, ao momento atual para obter mais lucro e êxito nos negócios.

6. Reduza os gastos

Neste momento, é preciso focar em atividades necessárias, concentrar seus investimentos e despesas essenciais e ter disciplina para não gastar com coisas não atreladas ao seu orçamento. Por fim, esteja aberto às negociações com os seus parceiros, funcionários e fornecedores para não perder a venda e, assim, obter lucro.

Descomplicamos?

Como dissemos anteriormente, é preciso rever algumas atitudes do presente para melhorar a situação no futuro. Esperamos ter ajudado você com essas dicas. Qualquer dúvida, deixe um comentário e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Quais são as opções de franquias baratas em 2020?

O que é linha de crédito e como obter uma para sua empresa?

Parcela Segura da Boa Vista: a análise de crédito ideal para sua empresa

Os riscos da sonegação fiscal e como evitá-los em seu negócio

Como funciona o Saúde do seu Negócio?

Planilha de precificação: como montar uma para o seu negócio?

Sicredi lança plataforma gratuita que ajuda empreendedores anunciarem seus negócios

Pequenas empresas são as mais afetadas diante da crise do coronavírus

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Negócios