Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Posso andar com o IPVA atrasado?

Por Janaína TavaresPublicado em

O Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) é um dos principais tributos que os donos de automóveis precisam pagar para o governo brasileiro. Contudo, você sabe o que acontece se deixar esse imposto atrasar? Continue a leitura do artigo.

O que acontece se atrasar?

Caso você não pague o seu IPVA dentro do prazo estipulado, terá que arcar com uma multa de acordo com o tempo de atraso. Portanto, além dessa taxa, inicia-se também o processo de cobrança do valor por meio do envio da Notificação de Lançamento ao devedor.

Essa Notificação de Lançamento é sempre publicada no Diário Oficial e enviada ao endereço cadastrado do proprietário do veículo.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

IPVA atrasado gera infração de trânsito?

Não. O IPVA atrasado do carro não gera infração de trânsito, porém ele impossibilita o seu licenciamento. Isso significa que se você estiver dirigindo e for parado durante uma blitz, seu veículo pode ser retido e apreendido pela polícia até você regularizar o débito.

Nesta situação, conduzir um veículo que não esteja registrado e devidamente licenciado configura em infração gravíssima. Portanto, você será multado no valor de R$ 293,47 e receberá sete pontos em sua carteira de habilitação.

Qual o valor da multa?

A multa é calculada sobre o valor do imposto do veículo, mas vale lembrar que a taxa de atraso não gera pontos na CNH do proprietário. Sendo assim, o IPVA atrasado estará sujeito a acréscimos moratórios de 0,33% por dia de atraso até o limite de 20%, calculados sobre o valor do imposto.

Após a inscrição na dívida ativa, os acréscimos moratórios chegam a 40% do valor inicial. É importante destacar também que o IPVA atrasado sofrerá juros mensais baseados na taxa Selic.

Descubra se o seu IPVA está atrasado

Se você está em dúvida, vale a pena conferir para ver se há a necessidade de regularizar essa situação. Siga as instruções que preparamos:

  1. Entre no site da Secretaria da Fazendo ou do Detran do estado de registro do seu veículo;
  2. Acesse a aba de IPVA;
  3. Clique para realizar a consulta de débitos;
  4. Informe a placa e o Renavam do automóvel;
  5. Pronto! O site trará todas as informações necessárias sobre o imposto.

Como regularizar o débito do veículo?

O seu IPVA poderá ser pago através da Guia de Arrecadação Estadual (GARE), documento gerado por meio do sistema da Secretaria da Fazenda. Sabendo disso, siga o passo a passo:

  1. Tenha em mãos o código do seu Renavam;
  2. Acesse o site da Secretaria da Fazenda do seu estado para solicitar a emissão do documento;
  3. Na seção "Pagamentos e Consultas", clique em "Consultar Débitos";
  4. Por fim, digite o número do Renavam do veículo, o número da placa e selecione a opção "Consultar".

Você poderá emitir um código de barras para pagamento do imposto pela internet, através do App ou Internet Banking do seu banco. Confira os detalhes no artigo abaixo:

Descomplicamos?

Caso você tenha qualquer outra dúvida sobre o IPVA, pode aproveitar esse momento para conhecer outros artigos que falam sobre este tema:

Boa leitura e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana). Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. Preza pela checagem de todas as informações e o conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Digio estreia no Apple Pay: veja como ativar

Aplicativos colaborativos: conheça 4 Apps que podem facilitar a sua vida

Oportunidade: 24 empresas abrem vagas de emprego, estágio e trainee

Oportunidade: estão abertas cerca de 3 mil vagas de emprego e estágio

Nubank finalmente chega ao Apple Pay: veja como cadastrar e utilizar

Tem mais de um cartão de crédito? Saiba como controlar as suas finanças

Como ser um motorista de aplicativo 5 estrelas?

E-commerce: 6 erros mais comuns ao vender pelas redes sociais