Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Produtos importados sofrem com alta do dólar no Brasil

Por Janaína TavaresPublicado em

O coronavírus não trouxe somente uma situação de emergência global, como também influenciou diretamente na alta do dólar nos últimos meses de 2020. Com isso, muitos produtos importados ficaram mais caros. Se você percebeu essa mudança nos preços, acompanhe a leitura do artigo e entenda mais sobre o assunto.

Como a alta do dólar influencia no preço final do produto?

No começo de maio deste ano, a plataforma de comparação de preços, Zoom Buscapé, realizou uma pesquisa que mostra a variação de valores no setor de produtos eletrônicos.

Dentre a primeira semana de fevereiro e a penúltima semana de abril, o levantamento apontou alterações de quase 20% nos preços. Além disso, podemos citar os seguintes produtos que foram prejudicados por essa alta do dólar:

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20
  • Computadores: 12%;
  • Celulares: 3%;
  • Videogames: 15%;
  • Smart Speakers19%.

Como você pôde ver, a alta do dólar tem uma forte influência neste setor, mas também em muitos outros produtos importados, como: cosméticos, queijos, chocolates, vinhos, itens de higiene pessoal e até mesmo o pão francês, já que o trigo é trazido do exterior.

Sendo assim, com a desvalorização do real e o crescimento do dólar, os produtos que vêm de outros países ficam mais caros quando chegam em território nacional. Ou seja, quanto mais cara estiver a moeda americana, mais caro fica para adquirir os insumos.

O que o coronavírus pode agravar?

Com a pandemia do novo coronavírus, outros fatores podem refletir no valor final do produto. Alguns exemplos são:

  • Logística;
  • Transporte.

Mas por quê? Estas são duas áreas que estão temporariamente mais restritas por causa da Covid-19. Portanto, acabam influenciando nos produtos importados.

Como está o perfil de consumo do brasileiro na pandemia?

Ainda na mesma pesquisa desenvolvida pela Zoom Buscapé, dados revelam que o perfil de consumo se modificou durante a pandemia.

Se por um lado a busca por itens ligados a viagens, passeios e atividades realizadas ao ar livre diminuiu; por outro, a procura relacionada a eBooks e videogames aumentou.

Sugestões de conteúdo

Descomplicamos?

Esperamos que tenha gostado do conteúdo. Qualquer dúvida sobre a alta de preço dos produtos importados, envie sua pergunta aqui pra gente que vamos te ajudar. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana). Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. Preza pela checagem de todas as informações e o conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Auxílio Emergencial: pagamento liberado para nascidos em abril

Auxílio Emergencial: 650 mil pessoas terão de devolver o benefício

Confira o calendário das novas parcelas do Auxílio Emergencial até outubro

Auxílio Emergencial: saque liberado para trabalhadores nascidos em outubro

4 países da Europa reabrem para turismo: veja as regras para entrada de brasileiros

Liberado novo saque da 4ª parcela do Auxílio Emergencial: veja como sacar

SP Acolhe: saiba tudo sobre o auxílio de R$ 300 e veja como se inscrever

Governo de SP inicia pagamentos do ‘Vale Gás’ e ‘SP Acolhe’. Veja como sacar