Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

Qual diferença de pneu remold e recauchutado?

Por Camila SilveiraPublicado em

Qual é a diferença entre pneu recauchutado, remoldado e recapado? Cada uma dessas categorias de consertos apresentam características distintas, que devem ser conhecidas. Para ajudar você a escolher a opção correta na hora de comprar um pneu, nós separamos informações completas sobre esses procedimentos. 

Diferenças entre o pneu remold, recauchutado e recapado

Pneu recapado

Procedimento que deve ser realizado somente em pneus de veículos de transporte de carga, como ônibus ou caminhões. Representa a substituição da borracha desgastada da banda de rodagem em contato com o solo. Essa pode ser uma opção mais barata para quem não tem condições para comprar um pneu novo.

Para saber o momento ideal de fazer uma recapagem, é importante verificar o Tread Wear Indicator (TWI): indicador de desgaste da banda de rodagem, localizado na transversal do sulco do pneu. De acordo com o Contran, a medida do sulco do pneu deve ter, no mínimo, 1,6 milímetro.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Pneu remoldado

Esse conserto é a substituição de toda a banda de rodagem e os flancos, sendo toda a parte externa do pneu revestida com uma nova camada de borracha. Nessa etapa, as informações, como: data de fabricação, capacidade de carga, índice de velocidade e nome do fabricante são eliminadas pela nova camada de borracha.

Pneu recauchutado

Esse processo consiste na aplicação da borracha não vulcanizada ao longo de toda a superfície de contato do pneu, como a banda de rodagem e ombros. Feito isso, a carcaça e a borracha são prensadas por cerca de duas horas, em temperaturas que superam 150º e, com isso, ocorre o processo de vulcanização. Algo fundamental para a performance e durabilidade do pneu.

Qual é a melhor opção?

Embora essas opções ofereçam um preço mais baixo, é interessante lembrar que esses procedimentos oferecem uma durabilidade menor do que um pneu novo. Enquanto um componente original dura em média 60 mil km em condições normais, um pneu reformado roda aproximadamente 30 mil km. Por outro lado, oferecem um preço de 30% a 50% mais barato.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você. Qualquer dúvida sobre o assunto, deixe um comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Saiba como se tornar um MEI e ter CNPJ para emitir notas

Como fazer o planejamento de um empréstimo: guia completo

Confira as 5 principais dúvidas sobre MEI

Seguro-desemprego: como é feito o pagamento do benefício?

Poupança 2021: guia completo

Taxa CDI mensal: acompanha suas variações

Saiba como fazer o saque-aniversário do FGTS pelo aplicativo da Caixa

Saiba como abrir MEI de forma gratuita

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Dicas financeiras