Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Quando começa a Black Friday 2021?

Por Camila SilveiraPublicado em

Quem gosta de aproveitar todos os benefícios da Black Friday já está contando os dias para o evento que acontece em novembro. Você ainda não sabe que dia o período de promoções começa? Continue a leitura e descubra agora mesmo!

Quando acontece a Black Friday?

A Black Friday 2021 começará no dia 26 de novembro, no entanto, muitas empresas começam suas promoções antes.

A data sempre corresponde à última sexta-feira do mês de novembro, que é logo após as comemorações de Ação de Graças nos Estados Unidos, lugar onde a tradição da Black Friday começou.

História da Black Friday

Em 2020, a Black Friday alcançou grandes patamares no Brasil, movimentando mais de R$ 4 bilhões no comércio eletrônico, nos dias 26 e 27 de novembro. Quem vê o evento ganhando essas proporções não imagina que ela chegou no país somente em 2010, por iniciativa de 50 representantes do comércio eletrônico.

Nos Estados Unidos, por sua vez, a Black Friday existe há muito tempo, mais precisamente desde a década de 60. No início, esse evento foi associado a jogos de futebol americano na Filadélfia, quando a cidade ficava cheia de visitantes e os comerciantes aproveitavam para alavancar as vendas.

Com o passar do tempo, o evento foi adotado em outras cidades e estados norte-americanos, devido à sua proximidade com um dos feriados mais importantes do país, e as pessoas passaram a aproveitar os descontos para presentear amigos e familiares. Em 2001, ela tornou-se a principal data do comércio no país.

Confira 4 dicas para você economizar na Black Friday de 2021

1. Acompanhe o histórico de preços

Para evitar golpes, como os preços que são elevados antes da Black Friday, é necessário pesquisar com antecedência. Sites comparadores de preços, como o Buscapé e Bondfaro, por exemplo, podem te ajudar muito neste momento.

Muitas empresas aumentam quase 30% do valor dos produtos desde o início de novembro para causar a sensação no cliente de que o preço caiu na Black Friday.

De acordo com o site Exame, o ideal é comprar somente se os preços caírem proporcionalmente além do que já aumentaram. Caso contrário, você não vai economizar.

Lembre-se, também, de incluir o valor do frete neste acompanhamento. Algumas lojas também costumam alterar o valor durante o período de promoções para enganar o consumidor. 

2. Comece as suas compras o quanto antes

Vale ressaltar que as promoções são liberadas a partir da 00h00 de sexta-feira, ou seja, para conseguir encontrar os produtos que você deseja e ainda ter tempo para uma pesquisa refinada, o ideal é pesquisar com calma e começar suas compras na madrugada ou nas primeiras horas do dia.

No caso dos eletrodomésticos, que têm uma margem menor de lucro para o comerciante, os descontos costumam chegar a até 20%. Já no caso de móveis, roupas, alimentos, bebidas e afins, os descontos tendem a ser mais agressivos, chegando a 50% ou mais.

3. Planeje as suas compras

Comprar por impulso é sempre uma armadilha, afinal, você pode acabar gastando mais do que estava pretendendo. A melhor opção, portanto, é se planejar.

Especialistas recomendam que se faça uma revisão nas próximas faturas do cartão de crédito para ter certeza de que novas compras não trarão prejuízos para o orçamento. Verificar se existem juros incluídos nas parcelas também é primordial.

É preciso levar em consideração, também, as despesas extras do final e do início de ano, como as compras de Natal, matrícula escolar, IPVA, IPTU e demais impostos.

Outra dica é criar uma lista de tudo que pretende adquirir, para não perder o controle das compras!

4. Escolha o cartão de crédito

Por fim, no momento de fazer o pagamento, a melhor opção é o cartão de crédito, principalmente se as compras forem feitas pela internet.

Essa forma de pagamento protege o consumidor de golpes, possibilitando que o valor gasto seja cancelado ou mesmo estornado para o comprador, caso o produto não seja entregue ou não esteja de acordo com o anunciado.

Fique atento: sites que só aceitam pagamento por boleto bancário podem ser fraudulentos.

Não podemos deixar de citar que o cartão de crédito também pode ajudar você a não comprometer demais o seu orçamento. De toda maneira, é imprescindível que você realize um planejamento financeiro e verifique se as parcelas realmente cabem no seu bolso!

Gostou do conteúdo?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário para nós. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Inter Pass: conheça a tag de pedágio do Banco Inter

Auxílio Belo Horizonte: saiba como solicitar e tire suas dúvidas

Principais filmes que todo apaixonado pelo mercado financeiro deve assistir

Black Friday 2021 dos bancos

5 aplicativos que podem te ajudar a economizar no combustível

BTG+ Go: chega de filas de pedágio e estacionamentos

Saque PIS/Pasep: veja quem poderá sacar a partir de 2022

PIS 2021/22: tudo sobre o pagamento do abono salarial