Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Quando vender o carro e quanto cobrar

Por Guilherme GadelhaPublicado em

Vender o carro não é uma tarefa simples. Afinal, alguns cuidados são essenciais para não sair no prejuízo com a sua máquina. Encontrar o momento certo para a venda é apenas um dos passos. Quer se preparar para a burocracia? Então não se esqueça de checar as nossas dicas.

Quando vender o carro e quanto cobrar

Quando vender o carro usado?

Antes de trocar o seu auto, é fundamental levar em conta os motivos que levaram você a vender o seu carro. Caso a sua montadora já lançou algum modelo novo, talvez esse seja o momento ideal

Outro ponto que deve ser considerado é o valor da manutenção. Os reparos do seu carro não devem superar os 10% do valor do seu veículo. Caso os gastos atuais estejam superando essa margem, é importante avaliar a venda.

Quanto cobrar pelo meu carro usado?

A desvalorização de um carro começa a partir do momento em que ele sai da concessionária, por isso, vale lembrar que a queda do preço será sempre constante. Geralmente, os valores vão ficando mais estáveis após dois anos de uso.

No entanto, com o tempo, apesar do carro ficar com um valor mais estável, a tendência é que o preço caia, a chegue a custar até 10% do valor inicial.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Revisão

Por conta das diversas opções de carros usados que estão à venda, é preciso se ligar em alguns detalhes. Por isso, é essencial fazer uma revisão para evitar que o futuro dono tenha surpresas desagradáveis durante o uso.

Leve o seu automóvel ao seu mecânico de confiança e lembre-se de checar todos os itens que são importante para o funcionamento e estética do veículo. Não se esqueça de manter as peças originais, já que a ausência das mesmas podem afetar o valor total do carro.

Não se esqueça das pendências e multas

A documentação também faz parte do seu carro usado. Verifique se há alguma pendência de impostos ou de qualquer outro tipo de papelada. Caso você não tenha dinheiro para resolver essas questões, evite vender o veículo por agora. Resolva a situação antes para só depois pensar em vendê-lo.

Transferência do carro e Laudo Cautelar

Para quem ainda não sabe, a função do laudo cautelar é comprovar o bom estado do veículo. A maioria dos consumidores pedem esse documento antes de comprar o carro, o que torna ele uma vantagem a mais para quem está vendendo.

A burocracia começa a partir do momento em que você acha um comprador. A transferência, que deverá acontecer pelo Detran, pode demorar até 30 dias.

A tabela FIPE também é um ótimo indicador para ter uma base do valor médio do seu carro. Clique aqui e saiba mais sobre ela.

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Guilherme Gadelha

Publicitário e Redator na Foregon. Gosta do universo financeiro e tem a escrita como hobby e profissão.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

C6 Tag: saiba tudo sobre a tag de pedágio do C6 Bank

Por que você deve considerar ter um cartão que pontua por Real?

Milhas Aéreas: O que um iniciante precisa saber?

Como conseguir internet de graça? Saiba como se conectar

Saiba como ganhar dinheiro online rápido

Inflação hoje: entenda como o seu dinheiro é afetado

Golpe do CPF falso: conheça e saiba como se proteger

Conheça 10 cursos de finanças gratuitos para aprender a investir