Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Quantos erros que fazem empobrecer você comete?

Por Leonardo JacominiPublicado em

Já parou para pensar em quantos erros que te fazem empobrecer você cometeu? Isso mesmo, pode ser que você nem tenha se ligado, mas seu dinheiro pode ter ido embora por descuido seu.

O erro está justamente em não saber gerir as finanças pessoais. Quem não tem um controle mensal, certamente vive reclamando que tudo anda mal.

Você pode até estranhar, mas eu posso garantir que em muitas situações, ganhar mais não resolve os seus problemas.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Para que ter um salário maior seja realmente a saída, você precisa aprender a fazer com que o seus ganhos atuais, sejam melhor empregados. Por isso, o post de hoje é para te ajudar a evitar esses erros que nos empobrecem.

erros que fazem empobrecer

Você vai perceber que, são atitudes do dia a dia mesmo, não é nada complicado de entender o que pode ser mudado. Pequenas atitudes podem mudar a sua vida financeira. Você confia no Foregon Edu? Então, vamos juntos!

Quais desses erros que fazem empobrecer você comete?

Nunca praticou educação financeira

Olha, quem nunca parou para estudar o assunto educação financeira e jamais falou sobre o assunto em casa, com a família, certamente não deve ter um bom equilíbrio com o dinheiro.

Educação financeira ainda é um tabu em nosso país. Muitas famílias acabam deixando o assunto escondido e vivendo ao toque do barco, só deixa ir levando sem saber para onde.

Educação financeira, diferente do que se pensa, não é difícil de praticar. Você imagina o porquê?

Porque se trata da sua vida, do seu dinheiro e do seu dia a dia. Quem melhor conhece esses aspectos melhor do que você?

Aqui no blog do Foregon Edu, nós tentamos "descomplicar" o assunto educação financeira. Por isso, é uma boa você começar a estudar nossos posts. Temos dicas de como começar do 0, ir praticando e pegar gosto por se reeducar em relação ao dinheiro.

Peço esse voto de confiança. Parece que falar de estudo e parar para fazer um planejamento é papo de gente chata e que vai demorar muito para nada. Tente tirar esse tempo para se estudar financeiramente e depois me conta. Você vai se surpreender!

Pequenos gastos do dia a dia

Esse seria o nosso primeiro tópico de erros se não fosse a introdução a importantíssima educação financeira.

Os pequenos gastos do dia a dia, são um dos piores vilões que nos fazem empobrecer e a gente acaba nem sabendo quando ou como – o nosso dinheiro foi embora.

Então, fique atento aos seus comportamentos mensais e anote tudo, tudo mesmo. Mais uma vez, é sério: anote os gastos!

É importante fazer uma "dieta" mais severa no começo da educação financeira, já que você quer certamente ter mais dinheiro na conta.

Então, que tal trocar alguns costumes por outros mais em conta. Assim como o cinema que rola toda semana ou café na padaria toda manhã – um dos maiores perigos.

Não estou querendo dizer para você parar de tomar o seu café da manhã. Mas, ao invés de gastar R$ 10 todos os dias (gerando uma conta mensal de R$ 300 e anual R$ 3.600 aproximadamente), abaixe o consumo ou tenha hábitos mais saudáveis e baratos, como preparar em casa.

A mágica para se livrar dos pequenos gastos, é adotar novos hábitos. Pode ser até complicado no começo, mas depois vai te fazer bem e valer a pena.

Você negocia?

Quando você vai comprar um produto, sendo ele barato ou caro, sempre pede um desconto ao vendedor ou até mesmo para o gerente? Se a sua resposta for negativa, esse é outro erro marcado na sua lista que te faz empobrecer.

O famoso ato de "chorar um desconto" é muito válido. Muitas lojas estão abertas a negociação. Ainda mais quando o pagamento é feito de forma à vista.

Para você entender. Na maioria das vezes, os produtos já têm um valor de juros embutido, para compensar as compras com cartão de crédito e que a loja deve arcar com um determinado valor pela compra.

Por isso, nas compras à vista, geralmente o consumidor consegue um desconto. Mas, pega essa dica e guarda com carinho no seu coração: quando for comprar, peça seu desconto, seja à vista, cartão, parcelado (tenta não fazer isso) ou qualquer outro meio.

Tente começar a anotar os seus descontos. No final do ano, some tudo e surpreenda-se!

Qual seu objetivo financeiro?

Palmas para quem tem um objetivo financeiro traçado… Caso você, querido leitor, ficou perdido e não sabe onde pretende chegar na sua vida financeira, mais um erro na sua lista de coisas te empobrecem.

Ter um objetivo financeiro é fácil, mas não menos importante. Você deve saber para o que vai se esforçar para guardar dinheiro.

Pagar suas dívidas?
Comprar um carro?
Não passar mais dor de cabeça no final do mês sem dinheiro?
Comprar uma casa?
Juntar uma determinada quantia?

Seja qual for o seu objetivo. Você deve ter ele em mente para evitar gastos e se sentir determinado a poupar cada vez mais. Objetivos estão diretamente ligados a educação financeira, um vai alimentando o outro.

Caso esse for um erro seu, hora de colocar objetivos na sua vida. Depois, coloque as metas que você vai ter mensalmente até chegar lá!. Leve em conta o tempo – curto, médio ou longo prazo.

Gastar mais do que ganha

Essa dica é rápida e faz a gente refletir. Você geralmente gasta mais do que ganha? Podem existir diversos motivos para isso ocorra com o seu orçamento. Mas, isso é uma atitude que te leva ao empobrecimento mais rápido.

Por isso é tão importante planejar o próximo mês. Você fica sabendo dos seus gastos obrigatórios e controla os gastos desnecessários. Além disso, sabe o que pode ser cortado do seu orçamento com base nas anotações do mês anterior.

Compras por impulso

Outro grande vilão das atitudes que te fazem empobrecer, as compras por impulso acabam atrapalhando o seu orçamento e mês. 

Recebemos as famosas tentações por diversos canais. Televisão e internet são os principais. Eles têm a arte de nos fazer interessar por produtos que não precisamos.

Por isso, a lei é resistir e colocar a regra dos 30 dias para funcionar. Quer comprar algo? Pense por 30 dias. Após esse período, você vai ver que muitas vezes a vontade de gastar vai embora e você economiza.

Não controlar os gastos

Lembra que eu falei em outras dicas que, anotar tudo é muito importante? Então, saiba tudo, os pequenos e grandes gastos. 

É importante saber o quanto você ganha, somando seu salário aos outros possíveis gastos. A partir disso, controle seus gastos, dividindo em essenciais – aqueles que você precisa para viver bem e os supérfluos – os que levam seu dinheiro embora e podem ser evitados.

Você só enxerga os problemas?

Outro hábito de quem tem tendência aos erros que fazem empobrecer, é enxergar somente os problemas. Isso é, não pensar em progredir por diversos motivos.

Ah, mas meu salário é tão baixo
Minha dívida é tão grande
Nunca vou sair dessa

E assim vai caminhando os problemas. Você já deve ter ouvido por aí que o nosso cérebro grava e pratica aquilo que nós repetimos sempre. Então, repita para você mesmo que vai dar certo e procure alternativas.

Não fique parado e sem atitude para os problemas. Procure meios para o salário baixo, jeitos de negociar uma dívida e assim por diante. Quero ver esses leitores com otimismo!

Viver fora da realidade financeira

Quem é que não conhece um amigo ou familiar que não vive dentro daquilo que realmente tem condições. E se essa pessoa for você? Erro grave!

Viver de aparências ou só por preocupação com o que o seu grupo de amigos vai achar de você, não te faz bem e vai ser tóxico sempre. Aliás, se alguém se preocupar com isso, simplesmente se afaste de pessoas assim.

Viva melhor com você. Viva de forma que você pode. Seus hobbies, estilo de vida e gastos devem seguir o seu padrão e não de outros.

Deixar para depois

A hora de começar a deixar esses erros que fazem empobrecer é agora. Sem desculpas, sem depois.

Muitos pensam que começar será possível somente quando o salário aumentar e vão deixando, sem nunca de fato iniciar uma mudança financeira.

Dica especial para você: ache um horário no dia de hoje. Quem sabe depois do jantar? Sente-se, pare um momento. Siga essas dicas e outras do blog, pegue o lápis, anote, planeje, coloque objetivos.

Não espere por segunda-feira ou janeiro. Os dias passam e o final do mês vai passar mais uma vez sem você mudar de fato.

Quer saber como se planejar financeiramente? Clique aqui.
Que tal saber se organizar financeiramente? Clique aqui.

Diz para mim, você marcou muitos itens nessa lista de erros? Pelo menos está se sentindo mais animado para começar a sua vida financeira com mais equilíbrio e deixar de cometer erros que te fazem empobrecer?

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Leonardo Jacomini

Jornalista, produtor de conteúdo e apresentador. Filme ou série, série ou filme? Aliás, tem os livros também! Escolho do nada e embarco em cada história. Amo escrever sobre finanças ou coisas que ajudem as pessoas, mas a área de vídeo é onde me sinto plenamente em casa. - Fez parte do time Foregon de 2017 a 2020 -

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

O que fazer com seu décimo terceiro?

6 livros sobre empreendedores brasileiros de sucesso

O que é um aporte financeiro? Entenda seu funcionamento

O que é DeFi: o novo formato das finanças

Vai negociar suas dívidas? Entenda qual a importância do planejamento financeiro

Economia: expectativas para o Brasil em 2022 estão piorando

Estorno e cancelamento de compras: entenda a diferença

Qual a diferença entre economizar, poupar e investir?