Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

Quem é o inquilino de um imóvel?

Por Thais SouzaPublicado em

Na hora de alugar um imóvel você pode se deparar com vários termos dos quais não conhece os significados. Inquilino, locatário, fiador, locador, tantos nomes assim podem confundi-lo. Para que a relação contratual seja tranquila, ambas as partes devem ter total conhecimento deles. 

Antes de assinar um contrato é muito importante compreender o significado desses termos para não restar nenhuma dúvida perante as cláusulas do documento. Por isso, separamos um artigo que vai esclarecer tudo sobre o processo de locação de um imóvel. Vamos lá? 

Quem é o locador?

O locador nada mais é do que o proprietário do imóvel que será alugado. Ele pode ser representado por si mesmo, quando o contrato é direto ou por terceiros, geralmente uma imobiliária.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Cabe a ele responder pelos defeitos existentes no imóvel antes da locação, além de pagar as taxas administrativas imobiliárias e despesas do condomínio em caso de reforma no prédio.

Quem é o inquilino ou locatário de um imóvel? 

O inquilino é o locatário do imóvel, ou seja, aquele que alugou e vai morar na residência até o fim do contrato de locação. Porém, o termo também se aplica para imóveis comerciais.

Para que alguém se torne inquilino de um imóvel, é preciso que seja feito e assinado, por ambas as partes, um contrato de locação que oficializa a negociação e dá mais segurança tanto para o inquilino, quanto para o proprietário.

Devem constar do contrato informações importantes, como: de quem é a responsabilidade de pagar determinadas contas, multas por atraso, prazo do pagamento do aluguel. Tudo isso deve estar explícito nas cláusulas do contrato de locação. 

Quem é o fiador?

O fiador é quem oferece garantia no caso de inadimplência no pagamento do aluguel, ou seja, se o inquilino ficar em dívida com o proprietário, quem assume o pagamento é o fiador. Portanto, é importante ser cauteloso ao se tornar fiador de alguém.

Para ser aceito na negociação, o fiador deve ter uma renda três vezes maior do que o valor do aluguel, incluindo as taxas. Além disso, precisa ser proprietário de um imóvel registrado.

Seguro fiança

Muitas pessoas não têm acesso a um fiador na hora de alugar um imóvel, por isso, as imobiliárias oferecem o Seguro Fiança, um valor pago mensalmente junto às parcelas do aluguel, que dispensa a necessidade de um fiador. 

Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário que descomplicamos para você. 😉 

Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Algar Telecom: conheça os diferentes planos de celular

Placa Mercosul: como é o emplacamento em outros países e quais as diferenças

Como colocar a nova placa Mercosul?

Hotmart Pocket: dúvidas frequentes

Placa Mercosul: dúvidas frequentes

Saiba o que mudou no projeto das placas do Mercosul e tire suas dúvidas

Placas Mercosul: conheça seu histórico e os preços em cada estado

Banco digital ou banco tradicional: qual o melhor?