Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Reajuste de aluguel: como calcular com base no IGP-M

Por Camila SilveiraPublicado em

O reajuste de aluguel é uma prática criada para equilibrar a valorização do imóvel com a oscilação dos preços do mercado imobiliário, que pode impactar diretamente o orçamento do locatário, caso ele não esteja preparado financeiramente.

Entenda agora mesmo como funciona o reajuste de aluguel, quais indicadores ele se baseia e como calculá-lo com base no índice IGP-M.

Como funciona o reajuste do aluguel?

O reajuste do aluguel nada mais é que a atualização do valor cobrado mensalmente pelo proprietário do imóvel com o objetivo de evitar desvalorização do bem com relação à inflação registrada no país. Tal medida costuma ser feita com o auxílio de alguns indicadores, como por exemplo, o IGP-M, IPCA e IVAR.

Essa correção de preços não ocorre somente no mercado imobiliário, já que a alta dos valores do mercado impactam os mais diversos segmentos. Apesar disso, o setor de aluguéis costuma ser um dos mais impactados, pois a diferença do preço torna-se muito mais perceptível para aqueles que moram de aluguel.

O ponto positivo é que existem algumas regras vigentes para o reajuste de aluguel, que visam evitar as práticas abusivas. Por exemplo, essa revisão de valores ocorre somente no aniversário ou renovação do contrato de locação, ou seja, ela não pode ocorrer mensalmente, já que isso impactaria o orçamento dos inquilinos significativamente.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Outra característica é que o reajuste de aluguel sempre se baseia em um índice de referência, normalmente atrelado à inflação, permitindo os locatários entenderem de maneira mais concreta como ocorrerá a revisão do preço.

Como calcular o reajuste com base no IGP-M?

O cálculo do reajuste de aluguel deve ser feito com um índice atrelado à inflação para que o percentual previsto seja aplicado sobre o preço do contrato. Dessa forma, torna-se possível encontrar o novo valor da mensalidade, de acordo com a taxa escolhida.

Na prática, é necessário transformar o total acumulado em números decimais, somá-lo ao total da porcentagem e multiplicar o aluguel atual.

Vamos a um exemplo: considere um reajuste com base no IGP-M a 1,82%, além do valor acumulado em 12 meses a 16,91%, para um contrato com vencimento em fevereiro de 2022, com mensalidade inicial de R$ 1.500.

Neste caso, o cálculo deveria transformar o valor da porcentagem em decimal, passando o índice de 16,91% para 0,1691 e, com isso, aplicar uma multiplicação do valor por 1 + 0,1691, uma vez que o 1 representa o valor integral do aluguel acrescido da correção.

No exemplo, o valor do aluguel seria de R$ 1.500 multiplicado por 1,691, resultando em R$ 1.753,65. Esse seria o preço final do aluguel, considerando o IGP-M de 12 meses.

No exemplo, o valor do aluguel seria de R$ 1.500 multiplicado por 1,1691, resultando em R$ 1.753,65. Este seria o preço final do aluguel, considerando o índice de 12 meses.

O valor do aluguel passa a ter validade pelo próximo ano, momento em que pode passar por uma nova revisão, com base no mesmo indicador, ou em outro diferente. Além disso, caso ambas as partes entre em um acordo, existe a possibilidade de diminuir a mensalidade, sendo apenas uma base de cálculo para facilitar a definição da mudança.

Descomplicamos?

Nosso objetivo é descomplicar todos os assuntos sobre finanças e economia, bem como auxiliar você a encontrar o produto financeiro ideal. Consulte o seu CPF no Portal da Foregon e receba as melhores ofertas de cartão, conta digital e empréstimo, de acordo com o seu perfil!

Consulte seu CPF grátis e receba as melhores ofertas!

Mais de 300 opções entre cartões de crédito, contas e empréstimos.

Consultar CPF grátis
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

O que é portabilidade? Conheça todas as modalidades

Emissão cartão CNPJ: entenda o que é e como fazer

Saiba como gerar boleto bancário: para depósito em conta e empresas

Conta inativa do FGTS: o que é, como consultar e sacar?

Bradesco: renegociação de dívidas, como fazer?

Portabilidade de salário: tudo o que você precisa saber

O que é INSS? Guia completo sobre o Instituto Nacional do Seguro Social

App Itaucard: como baixar o aplicativo do banco no seu celular