Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

Regras de rodízio de carros durante a quarentena

Por Thais SouzaPublicado em

Mesmo com a quarentena em vigor desde março em São Paulo, a taxa de isolamento social ainda é bem baixa. Em meio a este cenário, medidas estão sendo tomadas para evitar que as pessoas saiam de casa, como as novas regras de rodízio de carros na cidade. 

SP tem novo rodízio de veículos

Começou a valer na segunda-feira, 11 de maio, o novo rodízio de carros em São Paulo e, desta vez, ainda mais rigoroso. Ele será válido para todo o perímetro do município e não apenas nas áreas do chamado centro expandido. Segundo o prefeito da cidade, Bruno Covas, o intuito é restringir ainda mais a circulação de pessoas.

O rodízio de carros de São Paulo já é algo praticado há anos para melhorar o fluxo de circulação de veículos pela cidade e diminuir o engarrafamento. Mas, desde o decreto da quarentena na cidade, ele estava suspenso.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Novas regras do rodízio na quarentena 

De acordo com as novas regras, os veículos com placas que terminam em números pares (0, 2, 4, 6 e 8) só poderão circular em dias pares (terça, quinta e sábado). Já os carros com placas de final ímpar (1, 3, 5, 7 e 9) poderão circular em dias ímpares (segunda, quarta, sexta e domingo).

A restrição é válida em todos os dias da semana, 24 horas por dia, inclusive em feriados e não tem data prevista para terminar. Além disso, quem desobedecer a regra poderá ser multado em R$ 130,16 e ainda ganhar quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Serviços essenciais 

A restrição não é válida para prestadores de serviços essenciais, como: saúde, transporte, segurança, funerário e imprensa. Porém, será necessário realizar o cadastro, no canal criado pela prefeitura, para que o veículo circule normalmente, independentemente da placa. 

O cadastro é gratuito e deve ser realizado unicamente pelo empregador através do site do Portal SP 156. Será necessário apresentar os seguintes comprovantes:

  • Planilha de solicitação preenchida (disponível no portal);
  • Tipo de solicitante;
  • CNPJ ou CPF;
  • Nome dos profissionais;
  • CPF dos profissionais;
  • Placa dos veículos.

Em coletiva de imprensa, o prefeito Bruno Covas disse que essas medidas têm como objetivo aumentar pela metade a taxa de isolamento social e evitar ao máximo decisões extremas, como o Lockdown. 

Até a próxima! 🙂

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida de pessoas que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Trabalhador que recusar tomar vacina pode ser demitido por justa causa

PF deflagra operações contra fraudes no Auxílio Emergencial

Fase emergencial da quarentena no estado de SP: o que muda?

3 coisas que as empresas estão fazendo para superar a crise do Covid-19

5 princípios que devemos aprender em momentos de crise

O Auxílio Emergencial vai voltar em 2021?

Conheça o ‘Auxílio Emergencial’ para moradores da cidade de Belém

O que é necessário para receber a vacina contra o coronavírus?