Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Saiba como começar a investir com pouco dinheiro

Por Camila SilveiraPublicado em

Ao contrário do que muitos acreditam, o ato de investir não é exclusivo somente para quem tem muito dinheiro, afinal, existe espaço para todos os tipos de orçamentos! Se você está querendo começar a investir, saiba quais são os primeiros passos para entrar nessa jornada e veja qual é o tipo de investimento que está mais de acordo com o seu perfil.

Qual tipo de investimento é ideal para mim?

Para você que quer começar a investir, o primeiro passo é saber até que ponto você está disposto a correr riscos em busca de grandes rentabilidades. Para ajudar você nessa missão, separamos os três perfis de investidor. Saiba qual é o seu:

Conservador Esse é o perfil da pessoa que prioriza a segurança dos seus recursos e que não está muito disposta a assumir riscos. O conservador evita comprometer o seu patrimônio, mesmo que a rentabilidade do investimento seja baixa.
Moderado O investidor moderado não abre mão da segurança, mas possui maior tolerância a riscos. Portanto, dependendo da situação, escolhe investimentos mais arriscados. Esse tipo de investidor consegue aproveitar o melhor de cada aplicação, pois escolhe opções seguras e lucros acima da média.
Arrojado Esse é o perfil do investidor que assume maiores riscos, em busca da maior rentabilidade. É o cliente que entende tudo sobre as oscilações dos mercados e que possui bom conhecimento acerca dos investimentos.

Conheça os tipos investimentos para cada perfil 

Conservador

  • Tesouro Direto;
  • Certificados de Depósito Bancário (CDB);
  • Letra de Crédito Imobiliário (LCI);
  • Letra de Crédito do Agronegócio (LCA);
  • Fundos de Renda Fixa.

Moderado

  • Investimentos conservadores;
  • Fundos multimercados;
  • Ações;
  • Debêntures;
  • Fundo de ações;
  • Aluguel de ações;
  • Fundos imobiliários;
  • Letras Financeiras.

Arrojado

  • Investimentos conservadores e moderados;
  • Opções binárias;
  • Debêntures;
  • Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI);
  • Certificado de Recebíveis Agrícolas (CRA);
  • Criptomoedas;
  • Fundos de Renda Variável.

Saiba o que é Renda Fixa e Renda Variável

No mundo dos investimentos, existem dois grandes grupos conhecidos como Renda Fixa e Renda Variável.

Na Renda Fixa, o investidor sabe previamente quanto o dinheiro aplicado irá render, justamente porque a aplicação tem um percentual de rendimento fixo ou segue algum índice previamente combinado.

É uma modalidade considerada mais segura e conservadora e conta com investimentos, como: a tradicional poupança, o CDB, o LCI e o LCA.

Homem desconfiado com a mão no queixo
Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!
Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Já no caso da Renda Variável, o investidor pode ganhar mais em menos tempo, porém, estará sujeito a riscos e variações além do percentual, como a economia do país e o cenário político.

Nessas categorias, entram as ações na Bolsa de Valores, Fundos Imobiliários, derivativos e todos os outros investimentos que não oferecem garantia de retorno e nem a previsão de quanto dinheiro renderá. 

Inclusive, vale reforçar que quem não tem conhecimento aprofundado sobre o mercado e suas oscilações pode perder dinheiro ao aplicar em fundos de Renda Variável. Por outro lado, quem sabe o que está fazendo, pode garantir excelentes quantias.

De toda maneira, há opções que cabem em qualquer orçamento. Confira agora mesmo quais são os tipos de investimentos mais acessíveis para você que deseja começar!

Tipos de investimentos mais acessíveis

Tipo de investimento Aplicação mínima
Tradicional Poupança Valor que você deseja
Títulos do Tesouro Direto A partir de R$ 30
Certificado de Depósito Bancário (CDB) R$ 100
Letra de Crédito Imobiliário (LCI) R$ 100
Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) A partir de R$ 2 mil
Fundos Imobiliários (FIIs) A partir de R$ 2 uma cota
Ações  A partir de R$ 1 um papel

A tradicional caderneta de poupança, apesar de não oferecer um rendimento aceitável, é um dos investimentos mais acessíveis, afinal, não exige quantia mínima de aplicação. Para iniciar, basta transferir o valor que deseja da conta corrente para a conta poupança e esperar render. 

Por outro lado, no caso de outros investimentos de Renda Fixa, os valores mínimos de aplicação podem variar.

Por exemplo, os títulos públicos federais negociados no Tesouro Direto podem ser comprados a partir de R$ 30, enquanto para o CDB e a Letra de Crédito Imobiliário (LCI) há a aplicação mínima de R$ 100.

Já a Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) é voltada para quem consegue guardar mais dinheiro, podendo ser encontrada por valores a partir de R$ 2 mil.

Nos investimentos de Renda Variável, há os Fundos Imobiliários (FIIs) que custam a partir de R$ 2 uma cota e as ações, cujos papéis podem ser negociados a partir de R$ 1, dependendo da empresa.

Observação importante: quando falamos de compras de ações, pode haver outras tarifas para a operação, como: taxa de corretagem, que é cobrada pela corretora responsável por comprar e vender as ações que você desejar, e a taxa de custódia, cobrada mensalmente do investidor que possui ações, opções e Fundos Imobiliários. 

Por isso, os especialistas recomendam que quem quer investir em ações deve ter, pelo menos, R$ 1 mil disponível para que o investimento seja vantajoso, considerando todos os custos envolvidos.

Como começar a investir com qualquer valor?

Agora que você já entendeu qual é o seu perfil de investidor e os investimentos que podem ser ideais para o seu momento, chegou a hora de aprender como ganhar bons rendimentos aplicando qualquer valor.

Primeiramente, tenha clareza do seu objetivo: você quer comprar uma casa, fazer uma viagem dos sonhos ou conquistar o seu carro 0km? Saber exatamente o que você almeja é importante para que você consiga identificar o valor necessário.

O segundo passo é criar um planejamento financeiro e identificar quais são os seus gastos fixos e variáveis durante o período de um mês. 

Ao entender quais são as suas despesas mensais e colocá-las em um papel, você consegue visualizar gastos que podem ser reduzidos ou, até mesmo, cortados do seu orçamento. Lembre-se, será necessário abrir mão de algumas regalias, caso você queira começar a investir.

A partir do momento em que você cortar ou reduzir determinados gastos, conseguirá pegar essa quantia, mesma que pequena, para aplicar em algum investimento.

Os especialistas recomendam que as pessoas comecem aplicando valores mais baixos como forma de se habituar e poupar dinheiro todo mês. Sendo assim, comece com 5% da sua renda disponível, que é o valor que sobra depois que você paga todas as suas contas essenciais, e vai aumentando quando achar necessário.

Outro ponto fundamental é entender o tipo de investimento que está escolhendo, afinal, o melhor investidor não é aquele que tem muito dinheiro disponível, mas sim aquele que sabe bem onde está investindo.

Descomplicamos?

É importante destacar que as suas condições financeiras, exigências e até preferências vão mudando ao longo do tempo. Por isso, considere normal querer optar por outros tipos de investimentos

O ideal é adquirir muito conhecimento sobre o universo dos investimentos e alcançar os seus objetivos de forma totalmente segura!

Se você gostou do conteúdo, deixe a sua curtida ou o seu comentário para nós. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Tesouro Selic ou Nubank? Qual é melhor para reserva de emergência?

Conheça os melhores ativos para investir R$ 10 mil

3 investimentos de renda fixa para ganhar dinheiro com a alta da Selic

O que são criptomoedas?

Quanto rende 1 milhão na poupança? É uma boa opção?

Previdência privada: como funciona e como investir?

Qual é o futuro das criptomoedas e do metaverso? Saiba mais

Taxa DI hoje: entenda como descobrir e fazer a consulta