Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

Saiba o que é IRRF e como fazer o cálculo do imposto

Por Camila SilveiraPublicado em

IRRF é a sigla usada para Imposto de Renda Retido na Fonte, que funciona como uma antecipação do IR, cobrado pela Receita Federal, e que incide sobre os rendimentos dos trabalhadores assalariados. O próprio contratante providencia esse repasse à Receita, de acordo com o salário do funcionário, em uma tabela de alíquota do IR.

Como fazer o cálculo do IRRF?

Não tem segredo: o IRRF mais comum é descontado do salário de Pessoas Físicas. O cálculo segue uma tabela da Receita Federal.

Base de cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IRPF (R$)
Até 1.903,98
De 1.903,99 até 2.826,66 7,5% R$ 142,80
De 2.826,66 até 3.751,05 15% R$ 354,80
De 3.751,06 até 4.664,68 22% R$ 636,13
Acima de 4.664,68 27,5% R$ 869,36

No início da tabela, é apresentada a faixa salarial que fica isenta de pagar o imposto. Em seguida, vão aparecendo as outras faixas salariais e suas respectivas alíquotas.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Quem deve declarar o IRRF?

Essa obrigação não é apenas de quem trabalha com carteira assinada. Trabalhos pagos por Pessoa Jurídica, aluguéis e royalities, por exemplo, como corretagem e publicidade, também devem ser devidamente recolhidos. 

É importante enfatizar que é o trabalhador que deve fazer essa identificação do recolhimento do IRRF mensal, pois, caso contrário, será necessário providenciar as pendências de pagamento para não sofrer problemas com a fiscalização.

Como funciona a restituição do IRRF?

Primeiramente, entenda que não são todos os casos que oferecem essa possibilidade – ela varia de acordo com um cálculo específico.

Durante o ano, todos os valores do IRRF são somados e essa somatória, em conjunto com a base de cálculo da Receita Federal, determinam o valor do Imposto de Renda a ser pago.

Se no ano a que se refere a declaração, o pagamento for suficiente ou ter ultrapassado esse valor determinado, cabe ao cidadão uma devolução dessa diferença em dinheiro

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Tudo sobre o saque-aniversário do FGTS

Taxa CDI: guia completo

Tutorial, requisitos e obrigações para abrir MEI

Lomadee: veja como funciona a plataforma de marketing de afiliados

Saiba como emitir a segunda via da conta Vivo

Três formas de ganhar dinheiro com o App Clubhouse

Nota 200 reais: saiba como identificar uma cédula falsa

Nota de R$200: saiba tudo sobre

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Dicas financeiras