Foregon.comConteúdos

Saiba quais taxas abusivas você não é obrigado a pagar

Por Janaína TavaresPublicado em
Compartilhe

Quando contratamos algum tipo de serviço financeiro, precisamos prestar atenção nos mínimos detalhes dessa contratação, inclusive as taxas. Mas será que tudo que você paga é obrigatório? Para responder essa pergunta, vamos falar de todas as taxas abusivas que os bancos brasileiros não podem cobrar de você.

Quais as taxas que o banco pode cobrar de você?

De acordo com as regulamentações impostas pelo Banco Central do Brasil (BC) e Conselho Monetário Nacional (CMN), existem diversas taxas que podem ser cobradas.

Logo abaixo, vamos trazer as mais comuns. Lembre-se que em casos de concessão de crédito e empréstimos, outras taxas podem ser requeridas pelas instituições financeiras.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20
  • Exclusão do nome do Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos (CCF);
  • Fornecimento de microfilmagem de cheques;
  • Transferência de DOC ou TED;
  • Saques feitos além da quantidade gratuita por mês;
  • Confecção e fornecimento de folha de cheque que ultrapassem dez unidades mensais;
  • Recebimento de depósito identificado;
  • Emissão de cheque administrativo;
  • 2ª via de cartão de débito ou cartão poupança, em situações de roubo, furto, perda ou mau uso;
  • Extratos mensais que ultrapassam o número estabelecido no pacote de serviços essenciais.

O que eles não podem cobrar de você?

  • Pacotes de serviços essenciais;
  • Tarifa de manutenção da conta salário;
  • Tarifa de emissão de carnês e boletos;
  • Tarifa de Abertura de Crédito (TAC), proibida ser cobrada quando o cliente já tem um relacionamento com a instituição financeira;
  • Cobrança de segunda via de cartão, só em casos de perda, furto, roubo ou danos ao cartão anterior;
  • Tarifa de atualização de cadastro, dentre outras.

Dica Foregon

Para evitar maiores chances de pagar por uma taxa abusiva, tenha o hábito de verificar as tabelas vigentes de tarifas. Elas devem ser fornecidas sempre quando o cliente solicitá-las. Além disso, antes de adquirir um produto ou solução financeira, leia com bastante atenção o contrato antes de assiná-lo.

Se mesmo assim você ainda estiver pagando por uma taxa que não é obrigatória, vale a pena consultar o site do BC ou entrar em contato com o Procon, para saber o que você pode fazer para denunciar esta situação.

Sugestões de leitura

Veja outros conteúdos da Foregon que podem ser úteis para você:

Descomplicamos?

E aí, você já teve que pagar alguma dessas taxas abusivas? Conte pra gente aqui nos comentários e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe nas suas redes sociais

Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana), é apaixonada por cinema e pelo mundo asiático. Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. A Jana preza pela checagem de todas as informações para produzir relevantes e confiáveis, com a consciência de que realmente está escrevendo algo que vai fazer a diferença na vida do leitor da Foregon. O conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão. “É um grande prazer falar com você através dos meus artigos, e que de alguma forma, tenho a oportunidade de fazer a diferença na sua vida, isso me realiza como redatora e como pessoa.”

Ver todos os posts

Leia a seguir

  • Dicas financeiras

    Como funciona o Vivo Money?

  • Dicas financeiras

    Data de vencimento e fechamento da fatura: qual a diferença?

  • Dicas financeiras

    Conta Simples: como funciona e quais os benefícios?

  • Dicas financeiras

    Black Friday 2020: a edição que está gerando altas expectativas

Ver mais conteúdos

Veja o que estão comentando

Principais conteúdos

Principais assuntos

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Dicas financeiras