Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

Saiba qual é o seu perfil de investidor

Por Camila SilveiraPublicado em

Ao abrir uma conta para investir, as instituições financeiras fazem perguntas sobre sua renda, patrimônio, idade, profissão e até mesmo nível de escolaridade. Além disso, realizam um teste sobre o seu conhecimento acerca dos investimentos para saber qual é o seu perfil de investidor.

Todas essas análises servem para as empresas entenderem as suas necessidades e recomendarem os investimentos mais adequados. Essa etapa de investigação é chamada de suitability e é obrigatória para manter as aplicações das empresas adequadas aos perfis dos clientes. 

Perfil de investidor: quais são os principais tipos?

Os três principais tipos de perfil de investidor são: o conservador, moderado e arrojado. Mas é claro que essa não é uma regra, apenas um senso comum. Outras instituições financeiras podem criar outras categorias de perfis.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Como nós citamos anteriormente, para determinar o perfil de cada cliente, a instituição leva em consideração a sua situação financeira, idade, formação acadêmica, prazos dos seus objetivos, tolerância a riscos e conhecimento de mercado.

As empresas que distribuem investimentos só podem recomendar aqueles que têm perfil de risco igual ou mais conservador do que o do cliente. Além disso, é necessário alertar o investidor caso haja algo inapropriado em sua carteira. 

Se o cliente deseja aplicar em um produto de nível de risco superior ao seu perfil, ele deve ser avisado pela instituição financeira. Porém, se mantiver a sua decisão, precisará apresentar uma declaração de que está ciente dos perigos.

Saiba qual é o seu perfil de investidor

1. Conservador

Esse é o perfil da pessoa que prioriza a segurança dos seus recursos e que não está muito disposta a assumir riscos. O conservador evita comprometer o seu patrimônio, mesmo que a rentabilidade seja baixa.

Essa classificação, na maioria das vezes, é direcionada para os investidores iniciantes e que possuem objetivos de curto a médio prazo. 

  • Tesouro Direto;
  • Certificados de Depósito Bancário (CDB);
  • Letra de Crédito Imobiliário (LCI);
  • Letra de Crédito do Agronegócio (LCA);
  • Fundos de renda fixa.

2. Moderado

O investidor moderado é aquele que não abre mão da segurança, mas possui maior tolerância a riscos. Portanto, dependendo da situação, escolhe investimentos mais arriscados. Esse tipo de investidor consegue aproveitar o melhor de cada aplicação, pois escolhe opções seguras e lucros acima da média. 

O cliente moderado possui mais conhecimento acerca dos investimentos, uma renda em crescimento e a segurança da renda fixa. Porém, não deixa de aplicar parte dos seus recursos em renda variável para garantir retornos mais altos. 

  • Investimentos conservadores;
  • Fundos multimercados;
  • Ações;
  • Debêntures;
  • Fundo de ações;
  • Aluguel de ações;
  • Fundos imobiliários;
  • Letras Financeiras.

3. Arrojado

Esse é o perfil do investidor que assume maiores riscos, em busca da maior rentabilidade. É o cliente que entende tudo sobre as oscilações dos mercados e que possui bom conhecimento acerca dos investimentos.

O cliente arrojado aplica o seu dinheiro em renda variável, pois prioriza a rentabilidade do seu investimento e possui o desejo de multiplicar o seu patrimônio no longo prazo.

Os exemplos mais adequados que podem estar na carteira desse tipo de investidor são: investimentos conservadores e moderados, opções binárias, debêntures, Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI), Certificado de Recebíveis Agrícolas (CRA) e criptomoedas

E aí, já sabe qual é o seu perfil de investidor?

Agora basta ver o seu dinheiro render! Saiba que as suas condições, exigências e até preferências vão mudando ao longo do tempo, por isso, entenda que é normal querer optar por outros tipos de investimentos. O importante é adquirir bastante conhecimento sobre o mercado e alcançar os seus objetivos da forma mais segura possível.

Esperamos ter ajudado. Até a próxima! 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Algar Telecom: conheça os diferentes planos de celular

Placa Mercosul: como é o emplacamento em outros países e quais as diferenças

Hotmart Pocket: dúvidas frequentes

Como colocar a nova placa Mercosul?

Placas Mercosul: conheça seu histórico e os preços em cada estado

Placa Mercosul: dúvidas frequentes

Saiba o que mudou no projeto das placas do Mercosul e tire suas dúvidas

Banco digital ou banco tradicional: qual o melhor?