Foregon.comConteúdos

Seguro Auto ou Cooperativa de Proteção Veicular?

Por Thais SouzaPublicado em
Compartilhe

Contratar um seguro de carro é quase um item essencial para rodar nas grandes cidades. Porém, devido ao alto custo desse serviço, muitos motoristas procuram alternativas, como as Cooperativas de Proteção Veicular.

As Cooperativas de Proteção Veicular vêm ganhando cada vez mais a confiança dos consumidores. Além dos preços mais baixos do que de um Seguro Auto, o processo de contratação envolve menos burocracia. Neste artigo, você vai conferir a diferença entre os dois serviços e se realmente valem a pena. 

O que são as Cooperativas de Proteção Veicular?

O Seguro Automotivo é considerado um serviço caro, por isso, muitas pessoas não conseguem adquiri-lo. Uma alternativa para esses consumidores é a Cooperativa de Proteção Veicular, que surgiu com o intuito de trazer valores mais acessíveis, oferecendo um serviço muito parecido.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

As Cooperativas funcionam como um grupo de pessoas, que caso um dos membros sofra um acidente e precise de conserto no carro, o grupo rateia o conserto entre si. Os integrantes desse grupo pagam uma taxa de adesão e a mensalidade, que varia conforme o prejuízo do veículo.

Basicamente, nas Cooperativas, a divisão dos riscos do veículo é feita entre todos os sócios, porém, não há garantia de que o cliente não sairá no prejuízo. Por isso, é importante avaliar os riscos antes de contratar esse tipo de serviço.

Qual a diferença entre o Seguro Auto e a Cooperativa?

A proposta dos dois serviços são de segurar os veículos em casos de incidentes, como: furto, incêndio, roubo e acidentes. Porém, existem algumas diferenças entre o Seguro Auto e as Cooperativas. Veja quais são elas: 

Valor

O valor cobrado pelas Cooperativas é muito mais baixo do que o de um Seguro Auto, cerca de 70% menor. Contudo, é importante avaliar vários fatores e não somente o preço.

Por exemplo, um Seguro Auto leva em consideração a experiência do condutor no trânsito, modelo do carro, histórico de acidentes, condições de segurança do local em que o cliente mora, dentre outros. 

Já as cooperativas cobram por modelo de carro. Isso quer dizer que, se você é mais experiente no trânsito e mora em uma cidade considerada segura, vai pagar o mesmo valor que alguém que acabou de tirar a carteira de motorista e mora em regiões perigosas. 

Contratação

Ao contratar os serviços de uma Cooperativa, não há uma apólice que garanta os direitos e deveres de ambas as partes. O contrato é de responsabilidade mútua de todos os cooperados, que se tornam responsáveis pelos carros associados.

Já nas seguradoras, o cliente recebe uma apólice, que transfere os riscos com o veículo para a seguradora, ficando 100% responsável pelos itens cobertos e devendo seguir rigorosamente o que está afirmado.

Indenização

Caso o carro sofra perda total, por lei, no Seguro Auto, você recebe o valor da indenização após 30 dias. Já nas associações, o período não é definido e depende do fluxo de caixa do mês.

Regulamentação

As seguradoras de veículo são obrigadas pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) a terem uma reserva de recursos, para que, em caso de grande quantidade de sinistros, elas consigam pagar indenização para todos os clientes prejudicados.

Já as Cooperativas não têm nenhuma forma de regularização e fiscalização, sendo assim, as indenizações vão depender do pagamento dos associados daquele mês. 

Dica Foregon

Muitas vezes, o barato pode sair caro. Por isso, antes de optar pelo serviço de proteção do seu veículo, avalie as condições oferecidas pelas cooperativas e as seguradoras

Caso deseje contratar uma Cooperativa, procure indicações de usuários e analise o histórico da empresa no mercado. Só assim, você garante mais tranquilidade com o seu veículo.

Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário que descomplicamos para você. 

Até a próxima! 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe nas suas redes sociais

Thais Souza

Estudante de Publicidade e Propaganda, é Redatora na Foregon. Gosta de escrever textos sobre dicas de viagens e destinos. Nas horas livres gosta de ler e cozinhar.

Ver todos os posts

Leia a seguir

  • Dicas financeiras

    Passagem aérea mais cara: saiba como economizar na próxima viagem

  • Dicas financeiras

    Funcionário com contrato suspenso deve ter período de férias adiado

Ver mais conteúdos

Veja o que estão comentando

Principais conteúdos

Principais assuntos

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Dicas financeiras