Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Seguro de vida: vale a pena mesmo ter um?

Por Sabrina VansellaPublicado em

Não entende como funciona o seguro de vida? Pensando em você, respondemos se realmente vale a pena ter um. Entenda qual a utilidade de contratar esta modalidade de seguro e quais são seus benefícios.

O que é seguro de vida?

O seguro de vida é serviço tem como intuito proteger o consumidor contra determinadas eventualidades que possam acontecer. 

Na prática, o seguro de vida é responsável por fornecer um pagamento aos beneficiários que consiga minimizar os impactos financeiros causados por morte ou doença grave. O valor a ser pago varia de acordo com as seguradoras e os tipos de coberturas, afinal, se a mensalidade paga for mais alta, o valor a ser recebido também será.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Em resumo, podemos dizer que o seguro de vida cobre eventuais riscos. Assim como a contratação de um seguro de automóvel se responsabiliza em casos de roubos e batidas, o de vida evita que sua família fique desamparada com o seu falecimento.

Como funciona o seguro de vida?

Um seguro de vida acontece por meio de um contrato, com realização de pagamentos mensais. O valor cobrado é proporcional ao grau de risco da cobertura, por exemplo, se o contratante possui uma doença terminal, o valor pode ser mais alto.

Principais benefícios do seguro de vida

  • Beneficiários: o contratante que escolhe os beneficiários da quantia a ser recebida e, não necessariamente, precisa ser os filhos ou parentes;
  • Sem inventário: ao contratar um seguro de vida, o valor a ser recebido não passa pelo processo de inventário;
  • Auxílio funeral: a seguradora é responsável por cobrir as despesas do funeral;
  • Planos para quem você ama: além de cobrir os custos da parte burocrática, este dinheiro pode ajudar os beneficiários a atingir um objetivo mais rapidamente.

Vale a pena ter seguro de vida?

Sim, vale a pena contratar um seguro de vida. Até mesmo em situações que o segurado tenha investimentos em seu nome, pois é preciso passar pelo processo de inventário antes de serem distribuídos entre os herdeiros, o que não acontece no caso do seguro.

A principal vantagem, é que os seus herdeiros não ficarão desamparados no momento que um incidente ocorrer. Afinal, são diversos gastos nessa hora, desde advogados, despesas funerárias, impostos e cartório. 

Como citado anteriormente, existem outros benefícios referente ao seguro de vida que podem ajudar seus beneficiários em um momento tão inoportuno.

Informamos?

Esperamos que essas informações tenham sido esclarecedoras. Se gostou do conteúdo, não esqueça de curtir. Caso tenha alguma dúvida ou sugestão, faça um comentário. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Sabrina Vansella

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos noticiosos e sobre dicas financeiras. Procura simplificar e melhorar a qualidade de vida dos usuários e, para isso, preza por uma pesquisa assídua e uma escrita clara.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Seguro de vida: vale a pena mesmo ter um?

Sinistro no seguro auto: o que é como proceder nesse caso?

PagBank: conheça o seguro para celular com planos a partir de R$ 19,20

Porto Seguro dá 10% de desconto para vacinados contra Covid-19

C6 Bank deve lançar seguro auto a partir de R$ 5 ao mês; saiba mais

Bradesco lança seguro de vida com serviços personalizáveis

Confira os valores dos seguros dos 10 carros mais vendidos no país

Diferenças entre Azul Seguros e Porto Seguro