Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Seguro-desemprego: como é feito o pagamento do benefício?

Por Thais SouzaPublicado em

Se você foi mandado demitido sem justa causa e pretende dar entrada no seguro-desemprego, provavelmente deve estar com várias dúvidas em relação ao pagamento do benefício. Por isso, neste artigo vamos esclarecer com detalhes para você. 

O que é e como funciona o seguro-desemprego?

O seguro-desemprego é um benefício pago temporariamente ao trabalhador com carteira assinada que foi mandado embora sem justa causa. Tem direito a receber o seguro-desemprego

  • Trabalhador formal e doméstico, em virtude da dispensa sem justa causa, inclusive dispensa indireta;
  • Trabalhador formal com contrato de trabalho suspenso em virtude de participação em curso ou programa de qualificação profissional oferecido pelo empregador;
  • Pescador profissional durante o período do defeso;
  • Trabalhador resgatado da condição semelhante à de escravo.

O benefício está previsto na Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), na Lei nº 7.998 e contribui para que o cidadão brasileiro possa se manter financeiramente até encontrar um novo emprego. 

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Como é feito o pagamento do seguro-desemprego? 

O valor do seguro-desemprego é pago de três a cinco parcelas, de maneira contínua ou alternada, de acordo com o tempo trabalhado.

  • Três parcelas do seguro-desemprego: se comprovar no mínimo seis meses trabalhados; 
  • Quatro parcelas do seguro-desemprego: se comprovar no mínimo 12 meses;  
  • Cinco parcelas do seguro-desemprego: se comprovar a partir de 24 meses trabalhados.

O seguro-desemprego é pago pela Caixa Econômica Federal, que é o agente oficial de pagamento do benefício. Após a aprovação, o valor é creditado automaticamente na conta informada pelo trabalhador no momento do requerimento. 

O pagamento do seguro-desemprego pode ser feito mediante crédito em conta simplificada ou conta poupança da Caixa. Mas caso você queira usar o valor em uma conta de outro banco, será necessário realizar uma transferência de acordo com a data de início da validade da parcela.

Caso o trabalhador não tenha indicado uma conta para recebimento do benefício, será selecionada conta Caixa de forma automática, desde que a conta seja individual.

Porém, se não for possível, o benefício será disponibilizado para pagamento nas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui, no autoatendimento da Caixa, mediante uso do Cartão do Cidadão, com senha cadastrada, ou ainda nas agências do banco. 

Descomplicamos?

Se este artigo te ajudou de alguma forma, não se esqueça de deixar o seu like e compartilhar com seus amigos e família. Caso tenha ficado com alguma dúvida, faça seu comentário logo abaixo. Até a próxima! 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Instagram como ferramenta de negócios: guia completo

Como recarregar Bilhete Único pelo celular?

PicPay: como fazer cobranças pelo aplicativo?

Caixa abre 10 mil vagas de emprego para concursados, estagiários e aprendizes

Open Banking ou Open Finance: o que você precisa saber sobre esses sistemas

Não consegue guardar dinheiro? Conheça a “poupança por assinatura”

Golpe da revisão do INSS: veja como se proteger

Quer mudar de carreira? Confira essas dicas para trocar de profissão