Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Senado aprova proposta que aumenta o valor do Auxílio Brasil

Por Camila SilveiraPublicado em

Na última quinta-feira (30), foi aprovada pelo Senado a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que aumenta valores de programas sociais, como o Auxílio Brasil, e cria benefícios para caminhoneiros e taxistas.

A proposta, que ainda passará pela Câmara, prevê o aumento de R$ 400 para R$ 600 do Auxílio Brasil, o reajuste de R$ 53 para R$ 120 do Vale-Gás e a criação do Auxílio-Caminhoneiro de R$ 1 mil.

A PEC também analisa a constituição de um benefício para taxistas, com custo de R$ 2 bilhões para os cofres públicos. As medidas valerão até o fim de 2022.

Além desses benefícios, a PEC também avalia tornar o transporte público gratuito para idosos e traz subsídios (incentivos fiscais ou auxílio financeiro) para a produção do etanol. Ambos também valem até o fim deste ano.

Por fim, serão disponibilizados R$ 500 milhões para o programa Alimenta Brasil. No caso do Auxílio Brasil, o objetivo da proposta é zerar a fila do programa ainda em 2022 e o custo de todas as ações será de R$ 41,25 bilhões.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Objetivos da PEC

A PEC contempla as seguintes medidas, que valem até o fim de 2022.

  • Aumento de R$ 200 no Auxílio Brasil, que passará do piso de R$ 400 para R$ 600. O custo estimado é de R$ 26 bilhões;
  • Aumento do Vale-Gás para R$ 120. O custo é de R$ 1,05 bilhão;
  • Lançamento do Auxílio-Caminhoneiro de R$ 1 mil, a ser pago mensalmente a aproximadamente 872 mil motoristas. O custo é de R$ 5,4 bilhões;
  • Subsídio para transporte gratuito de pessoas com mais de 65 anos, com impacto de R$ 2,5 bilhões;
  • Recursos para a produção do etanol, que poderá custar até R$ 3,8 bilhões;
  • Auxílio para taxistas com custo total de R$ 2 bilhões;
  • Repasse de R$ 500 milhões para o programa Alimenta Brasil.

No texto, a PEC não especifica quanto será pago aos motoristas. Originalmente, a proposta era de R$ 300 por mês.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário para nós aqui embaixo para que possamos responder o mais rápido possível. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Entenda o novo RG digital

Auxílio Brasil de R$ 600: confira o calendário de pagamentos em agosto

Auxílio Brasil de R$ 600: confira as mudanças no calendário de pagamentos

Horário bancário: confira o funcionamento dos bancos

Calendário PIS/PASEP 2022: quando sacar meu Abono Salarial?

BC pode dar fim aos cartões de crédito sem anuidade

Credicard muda para iti: confira as principais atualizações

PicPay: saiba como conseguir até 10% de cashback comprando crédito iFood