Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Serasa Limpa Nome: em quanto tempo o nome fica limpo?

Por Camila SilveiraPublicado em

De acordo com um levantamento realizado em dezembro pela Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), 63,3% dos consumidores estão com restrição no CPF. Se você faz parte desse grupo de pessoas, aprenda como negociar suas dívidas no Serasa Limpa Nome e saiba qual é o prazo para as empresas retirarem restrições do seu nome.

O que você procura?

Serasa Limpa Nome: como negociar suas dívidas?

  1. Acesse o site do Serasa Limpa Nome e clique em "Consultar dívidas grátis";
  2. Em seguida, digite o seu CPF e a sua senha cadastrada;
  3. Confira as suas dívidas e escolha a melhor opção de negociação para você;
  4. Clique em gerar boleto e realize o pagamento.

Em quanto tempo o nome fica limpo?

Não tem segredo: depois que você pagar a sua dívida, a empresa credora tem até cinco dias úteis para retirar o seu nome do banco de dados do Serasa. Além disso, essa instituição deve entregar para você um recibo ou documento que comprove que a sua dívida está quitada (comprovante). 

O prazo acabou, mas o meu nome ainda está sujo. O que fazer?

Caso isso aconteça, é necessário que você entre em contato com a empresa credora imediatamente para avisar o ocorrido e solicitar a baixa do seu nome da lista de inadimplência. Se a empresa não retirar as restrições do seu nome, você pode buscar os órgãos de defesa do consumidor, como o Procon, para realizar uma reclamação formal.

A partir de quando começa a contar o prazo de cinco dias?

O prazo começa a contar a partir do pagamento da sua dívida. Mas, fique atento: esse prazo pode ser maior, caso você tenha feito a quitação da dívida com cheque, boleto ou outra forma que depende de confirmação. Se você parcelou, após o pagamento da primeira prestação, o seu nome sai do Serasa.

Após regularizar sua situação com a empresa credora, considere importante consultar o seu nome gratuitamente no site do Serasa Consumidor. Dessa forma, você terá certeza de que não existe outra dívida pendente em seu CPF.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Guia Completo dos Bancos: Tudo o que você Precisa Saber

CDI, SELIC ou IPCA: Conheça os Indexadores dos Investimentos

Bolsa Americana: saiba como Investir no Exterior

Evite Multas: Saiba Declarar Imposto de Renda MEI

É Preciso Incluir Pensão Alimentícia no Imposto de Renda?

Sonegação de Impostos: como Evitar Problemas com a Receita

Conheça 5 opções de Investimentos de alto Retorno para Jovens

Foregon: Como usar a Plataforma para Planejar suas Finanças?