Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Seu CPF sofreu fraude no Auxílio Emergencial? Descubra

Por Janaína TavaresPublicado em

Você está suspeitando que alguém possa estar usando os seus dados pessoais, por exemplo o CPF, para fraudar na solicitação do Auxílio Emergencial? Se sim, fique tranquilo porque tem como você descobrir e denunciar. Continue a leitura do artigo e saiba como fazer isso do jeito certo.

Como identificar fraude no pedido do Auxílio Emergencial?

  1. Para verificar essa possível fraude que envolve o seu CPF e demais dados pessoais, basta acessar a página do Auxílio Emergencial, direcionada para verificar essas informações;
  2. Ao entrar, você terá que preencher os campos solicitados com os seguintes dados: CPF, nome completo, nome da mãe, data de nascimento e clicar em "Não sou um robô".

Depois desse rápido procedimento, você conseguirá consultar a situação do seu benefício. Vale lembrar que poderão aparecer na tela do seu computador ou smartphone cinco respostas possíveis para o pedido de auxílio.

São elas que vão te ajudar a descobrir se houve ou não fraude com o uso do seu CPF. Veja mais, logo a seguir:

  • Benefício aprovado: você está apto a receber o Auxílio Emergencial;
  • Benefício não aprovado: você não está apto a receber o Auxílio Emergencial e, na mesma tela, aparecerá os critérios que não foram atendidos para que o benefício fosse concedido a você;
  • Requerimento não encontrado: acontece quando o seu requerimento não foi recebido ainda pela Dataprev;
  • Requerimento retido: acontece quando o cadastro do cidadão foi retido pela equipe de homologação do Ministério da Cidadania por causa da complexidade para cruzar os dados fornecidos. Assim, será realizado um novo reprocessamento das informações pela Dataprev;
  • Dados inconclusivos: foram identificados problemas nos dados do cidadão. Dessa forma, o sistema não consegue analisar a concessão do benefício e orienta para que ele faça um novo requerimento no site da Caixa, com o intuito de complementar ou confirmar os dados cadastrais ou de sua família.

O que fazer em caso de fraude que envolva seu CPF?

A orientação do Ministério da Cidadania é que em situações suspeitas de fraude, você registre uma denúncia na Plataforma integrada de Ouvidoria e Acesso à Informação da Controladoria Geral da União (CGU), mais conhecida como Fala.Br. Outra opção é ligar para os números:

  • 121
  • 0800 7070 2003

Contudo, vale a pena também registrar um Boletim de Ocorrência (B.O) na Polícia Federal ou na Polícia Civil.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

O que fazer se você recebeu indevidamente o benefício?

De acordo com dados fornecidos pelo Ministério da Defesa, cerca de 73 mil militares ativos, inativos e pensionistas receberam indevidamente o Auxílio Emergencial. Portanto, o Tribunal de Contas da União (TCU) determinou a devolução do benefício por parte dessas pessoas.

Sendo assim, se você recebeu R$ 600 ou R$ 1.200, pode entrar neste site disponibilizado pelo Ministério da Cidadania e informar o número do seu CPF. Logo em seguida, o sistema emitirá uma guia de recolhimento com código de barras. Ela pode ser paga tanto pelo aplicativo do seu banco, como em terminais de autoatendimento.

Sugestões de leitura

Gostaria de ver outros artigos relacionados e continuar sua jornada junto com a gente? Fizemos uma seleção especial:

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado, mas caso tenha restado qualquer dúvida sobe este assunto é só mandar sua pergunta aqui pra gente. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana). Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. Preza pela checagem de todas as informações e o conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

14º salário: entenda como funciona e quem tem direito ao benefício

Auxílio Brasil: como saber se você tem direito ao benefício?

Tudo o que já se sabe sobre o Auxílio Brasil

Auxílio Emergencial: 627 mil pessoas são notificadas para devolver o benefício

Auxílio Emergencial: pagamento liberado para nascidos em abril

Auxílio Emergencial: 650 mil pessoas terão de devolver o benefício

Confira o calendário das novas parcelas do Auxílio Emergencial até outubro

Auxílio Emergencial: saque liberado para trabalhadores nascidos em outubro