Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

SP lança bilhete do metrô e CPTM com tecnologia QR Code

Por Camila SilveiraPublicado em

A Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM) do Estado de São Paulo apresentou o mais novo bilhete digital com tecnologia QR Code para embarque nos trens da CPTM e Metrô, também conhecido como Top. A novidade veio para substituir os bilhetes unitários tradicionais usados pelos cidadãos.

O novo bilhete era esperado desde o ano passado, quando a CPTM e o Metrô de São Paulo passaram a realizar testes de pagamentos de tarifas com a tecnologia QR Code em determinadas estações. A diferença é que agora, essa modalidade de pagamento será aplicada em todo o sistema.

O bilhete digital poderá ser adquirido e impresso em terminais de autoatendimento nas estações, ou pelo aplicativo chamado Top, disponível para Android, que apresenta o QR Code na tela do dispositivo móvel. De toda maneira, basta aproximar o código do leitor presente nas catracas para poder embarcar. 

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Nas máquinas das estações, o pagamento deve ser realizado com o cartão de débito. Porém, o aplicativo aceita cartão de crédito e débito e permite que o usuário compre até dez bilhetes digitais de uma só vez. Em um futuro próximo, os estabelecimentos comerciais também poderão vender os bilhetes.

Vale ressaltar que todas as estações do Metrô e CPTM já possuem catracas equipadas com a tecnologia de QR Code. E, para ajudar os cidadãos que ainda não estão acostumados com a nova modalidade de pagamento, as estações também conta com uma equipe de funcionários preparados para orientá-los.

Com esse novo bilhete digital, a STM espera que as filas nos guichês diminuem e que o sistema do QR Code ajude a evitar as fraudes.

Por fim, mas não menos importante: o bilhete tradicional ainda continua sendo aceito, porém pode ser que futuramente as estações aceitem apenas o digital. Por enquanto, não há alteração do valor da tarifa, custando R$ 4,40 tanto na CPTM quanto no Metrô.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe um comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Pronampe: programa recebe R$ 10 bilhões por meio de MP

Como ter 40% de desconto no licenciamento 2021 em SP?

Corretoras de investimento poderão atuar com pagamentos de boletos

Nubank compra Easynvest: o que muda para os clientes?

BC autoriza Nubank a vender ações, debêntures e commodities

Senacon suspende concessão de crédito consignado do C6 Bank, mas banco obtém liminar e medida não está em vigor

N26: banco digital alemão chega ao Brasil

DIRF 2021: confira o prazo de entrega da declaração

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Notícias sobre economia e finanças