Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

Taxa Selic a 2%: o investimento em imóveis é a melhor opção

Por Camila SilveiraPublicado em

Devido a pandemia e outros fatores, muitas consequências econômicas acabaram surgindo e, com ela, a queda da taxa básica de juros, a Selic, que hoje está em 2% ao ano. Embora essa queda represente um ponto negativo para a economia brasileira, a Selic baixa gera duas principais vantagens para o investimento em imóveis. 

Taxa Selic a 2% o investimento em imóveis é a melhor opção

Para que você entenda melhor, é necessário saber que a Selic influencia diretamente na taxa de juros e, isso quer dizer, que esse é o melhor momento para realizar financiamentos. Afinal, diversos bancos já estão oferecendo financiamentos imobiliários com taxa de juros anual por volta de 7,16% + Taxa Referencial (TR), que hoje está em zero.

Apesar de oferecer vantagens para o mercado imobiliário, a taxa Selic a 2% não é interessante para as aplicações financeiras em renda fixa porque estas apenas possuem uma boa rentabilidade quando a inflação está alta. Ou seja, quanto mais as taxas de juros caem, menor o rendimento desses investimentos.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Mais uma vez: é melhor investir no seu próprio negócio ou em um imóvel, por exemplo, do que ver o seu dinheiro perdendo o valor em uma aplicação financeira, devido à inflação.

De acordo com um levantamento da Xaza, plataforma de intermediação de processos de compra e vendas de imóveis, em parceria com a empresa de pesquisas Toluna, antes da pandemia, 55% dos entrevistados desejavam comprar um imóvel nos próximos três a seis meses. Após a quarentena, esse número subiu para 56%.

É importante ficar atento, pois nem sempre aparecerão excelentes oportunidades de investimento em imóveis, porém é válido entender que a pandemia da Covid-19 trouxe uma baixa momentânea de preços que deu um impulso positivo ao mercado imobiliário.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com este artigo. Qualquer dúvida, deixe um comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

BOVA11: como investir na bolsa de valores de forma simples

IVVB11: guia completo

Como investir no fundo IVVB11?

O que é Bova11?

IVVB11: o que é e como funciona esse fundo?

Nubank ensina como criar conta na plataforma de investimentos Easynvest

Nubank: quanto rende R$ 1 mil na Nuconta?

Selic a 2,75%: investir em Renda Fixa ou Variável?