Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Taxa Selic a 3,5% ao ano: é hora de financiar um imóvel?

Por Nara LimaPublicado em

A Taxa Selic sobe pela segunda vez nos últimos meses, e apresenta taxa de 3,5% ao ano. Após um longo ciclo de cortes que reduziu o custo dos empréstimos no Brasil por seis anos, a onda de aumento da taxa causa um sinal de alerta em quem tem intenção de fazer financiamento.

O que é Taxa Selic?

A Taxa Selic é a taxa básica de juros da economia do Brasil, ou seja, influencia em todos os juros aplicados no país, como os cobrados pelo banco para conceder financiamentos, investimentos e empréstimos.

Agora é a hora de financiar um imóvel?

Antes de financiar um imóvel é preciso estar em alerta, pois mesmo quando há uma diferença pequena na taxa, esse número pode representar um volume muito maior de dinheiro, visto que o prazo de quitação de um empréstimo pode chegar a 35 anos.

O momento é propício para a compra, mas principalmente para a portabilidade de crédito. No entanto, é preciso analisar detalhadamente suas condições e entender que o aumento da Selic costuma causar o crescimento na taxa de juros de financiamentos, que são repassados pelos bancos.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Fatores que influenciam

Além do aumento da taxa Selic, outros fatores como a alta do dólar, a inflação da construção civil e o crescimento da demanda por imóveis podem influenciar em juros de 5% a 10% mais caros nos imóveis em 2021.

Mesmo com a pandemia, o mercado imobiliário mostra sinais de recuperação após a estagnação e queda da valorização vista de 2017 a 2019. Mesmo com essas pequenas variações, os juros seguem em patamares baixos e o mercado imobiliário continua atrativo.

Apesar dos números não variarem muito, o consumidor deve ficar alerta se a alta da Selic chegar a um patamar de 5% a 6%. Vale frisar que estes percentuais estão previstos para o fim deste ano.

Descomplicamos?

Esperamos que esse conteúdo tenha descomplicado sua visão sobre a Taxa Selic e financiamento imobiliário. Se você gostou do conteúdo, deixe seu "curtir" aqui embaixo e continue acompanhando a Foregon nas redes sociais: Instagram, Facebook e YouTube.

Até mais!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Nara Lima

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, gosta de escrever sobre educação financeira. Preza pela facilidade da leitura e pela checagem das informações, buscando produzir um conteúdo de leitura simplificada e que sane as dúvidas do leitor.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

C6 Tag: saiba tudo sobre a tag de pedágio do C6 Bank

Por que você deve considerar ter um cartão que pontua por Real?

Milhas Aéreas: O que um iniciante precisa saber?

Como conseguir internet de graça? Saiba como se conectar

Saiba como ganhar dinheiro online rápido

Inflação hoje: entenda como o seu dinheiro é afetado

Golpe do CPF falso: conheça e saiba como se proteger

Conheça 10 cursos de finanças gratuitos para aprender a investir