Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Terapia popular: opções gratuitas que promovem saúde mental e financeira

Por Sabrina VansellaPublicado em

O acesso à saúde mental é uma pauta que está sendo muito comentada ultimamente. Em decorrência da pandemia, a procura por terapia vem se tornando frequente na vida das pessoas. No entanto, a grande barreira para os que buscam acesso a esse tipo de cuidado nos preço ofertado. Por isso, a terapia popular e gratuita é uma alternativa para os que desejam estar em equilíbrio com a mente e o corpo.

Após uma pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde, foi identificado que no período de agosto a outubro de 2020, quase 30% dos brasileiros buscaram ajuda profissional para saúde mental, durante a pandemia do coronavírus.

Outra estimativa levantada foi a de que 34,2% dos entrevistados não procuraram ajuda, mas gostariam deste auxílio profissional. O estresse e a ansiedade também aparecem como os sentimentos mais intensificados no período, além da situação atípica vivida atualmente, a população também foi afetada com o desemprego e, por consequência, os problemas financeiros acabaram afetando a saúde mental.

Relação entre ansiedade e saúde mental

A ansiedade afeta diretamente a vida financeira, inclusive, o consumismo é um dos escapes mais utilizados para o transtorno de ansiedade. O malefício do consumismo está diretamente ligado as dívidas adquiridas, afinal, a pandemia afetou a renda de 55% dos brasileiros, de acordo com pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência.

Outros casos extremos que intensificam o estresse são: as altas taxas de desemprego e a falta de perspectiva em decorrência do período vivido. 

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Continue a leitura e confira algumas das diversas opções de terapias populares disponíveis atualmente!

Opções do governo

No mês de outubro de 2020, houve um investimento do governo em aproximadamente R$ 65 milhões, a verba foi destinada para novos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS); Unidades de Acolhimento; Serviços Hospitalares nos municípios do país e Serviços Residenciais Terapêuticos.

Essas opções estão disponíveis para pessoas com transtornos mentais persistentes e severos, até mesmo para problema com álcool e outras drogas. Não é necessário agendamento nesses casos, será preciso apenas procurar a unidade mais próxima da sua residência.

Universidades

Geralmente, as universidades de psicologia fornecem atendimentos gratuitos à população. Alguns cursos de Pós-Graduação em Psicologia também disponibilizam preços acessíveis ao público.

Busque por centros universitários perto da sua região de moradia e entre em contato para saber como solicitar o agendamento das consultas.

Psi Social

A Psi Social é uma plataforma, de cunho social, curitibana de psicólogos e psicanalistas que oferecem horários em seus consultórios. O objetivo é contribuir para a saúde mental daqueles que não possuem condições financeiras.

As consultas oferecidas podem acontecer via online, presencialmente ou na própria casa do paciente. Os agendamentos podem ser efetuados pelo site.

Casa 1

A Casa 1 tem como especialidade acolher pessoas LGBTQIA+ que foram expulsas de suas casas ou que são moradores de rua.

São oferecidos plantões de escuta online, gratuitamente, para pessoas da LGBTQIA+. Para contar com o atendimento psicoterápico, agende a consulta por meio de um formulário online.

Cerca de 60 profissionais estão disponíveis para ajudar e ouvir anseios e dificuldades. Vale frisar que o projeto também fornece acompanhamento em outras modalidades, por exemplo, com nutricionistas.

 

Apoio psicológico alternativo

Existem opções além das sessões de terapia, que também oferecem apoio psicológico. Confira diferentes opções que podem te auxiliar, até mesmo, com atendimento 24 horas.

CVV

Com o intuito de dar apoio emocional e prevenir o o suicídio, o Centro de Valorização a Vida (CVV) surgiu.

A busca por ajuda pode acontecer pelo telefone, e-mail ou pelo chat. Os atendimentos são gratuitos, voluntários, e garantem sigilo para aqueles que precisarem conversar.

SOS Jovem

O SOS Jovem é um projeto independente que age em prol de ajudar pessoas que lutam contra o suicídio. Os voluntários são pessoas que vivenciaram desafios, encontraram a superação e se dedicam a auxiliar as pessoas que apresentam pensamentos suicidas, depressão e automutilação.

Os atendimentos são disponibilizados via chat online para todo o Brasil, a partir das 23h. A conversa é sigilosa.

Experiência de escuta

Muitas pessoas estão em busca de desabafar com um profissional qualificado, é exatamente o que a experiência de escuta promove uma sessão em que você terá 30 minutos de escuta com o psicólogo/psicanalista. 

Uma observação importante é de que não deve ser repetido o atendimento com o mesmo profissional, pois a experiência proporcionada não é psicologia online com acompanhamento.

Ajudamos?

Esperamos ter ajudado você com essas informações. Caso tenha alguma dúvida, faça um comentário. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Sabrina Vansella

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos noticiosos e sobre dicas financeiras. Procura simplificar e melhorar a qualidade de vida dos usuários e, para isso, preza por uma pesquisa assídua e uma escrita clara.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

14º salário: entenda como funciona e quem tem direito ao benefício

Auxílio Brasil: como saber se você tem direito ao benefício?

Tudo o que já se sabe sobre o Auxílio Brasil

Auxílio Emergencial: 627 mil pessoas são notificadas para devolver o benefício

Auxílio Emergencial: pagamento liberado para nascidos em abril

Auxílio Emergencial: 650 mil pessoas terão de devolver o benefício

Confira o calendário das novas parcelas do Auxílio Emergencial até outubro

Auxílio Emergencial: saque liberado para trabalhadores nascidos em outubro