Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Uso da maquininha de cartão cresce nos pequenos negócios

Por Sabrina VansellaPublicado em

Uma pesquisa realizada com mais de três mil empresários pelo Sebrae, mostrou que os brasileiros aumentaram o uso de máquinas de cartão, principalmente nas micro e pequenas empresas, que precisaram competir no mercado em meio à pandemia.

Em 2016, apenas 39% dos empresários contavam com máquina de cartão na empresa, já em 2021 esse cenário mudou e, agora, 56% dos microempreendedores e empreendedores de pequenas empresas possuem maquininhas para cartão de crédito e débito.

A pesquisa "Uso da Maquininha 2021" foi publicada em junho de 2021 pelo Sebrae. Mais de 3.500 empresários participaram e foram entrevistados, entre eles estão os Microempreendedores Individuais (MEI), microempresas e empresas de pequeno porte.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Possui maquininha de cartão

Fonte: Sebrae

O uso dos pagamentos digitais na pandemia

O uso dos cartões de crédito aumentaram na pandemia ainda mais com a segurança de não se contaminar ao o utilizar pagamento por aproximação. Pensando nisso, a pesquisa mostra que 20% dos empreendedores adquiriram a maquininha de cartão durante este período.

Ou seja, a prova de que as maquininhas de cartões vieram para ficar foi após os micro e pequenos empresários adquirirem esse serviço como uma necessidade para o negócio. 45% dos entrevistados afirmaram que adquiriram a maquininha entre um e dois anos, enquanto 20% aderiram ao serviço somente após fevereiro de 2020.

Benefícios observados ao utilizar a maquininha de cartão

Fonte: Sebrae

Dessa maneira, mais empreendedores estão contribuindo com a transformação do mercado de meios de pagamento. Segundo os empreendedores, a adesão da maquininha de cartão aumentou a "satisfação dos clientes" e o "aumento de vendas", mas a "melhora da segurança" também foi bem pontuada.

Quais os principais problemas de quem usa maquininhas de cartão?

Essa é uma dúvida que a pesquisa do Sebrae também investigou, entre os principais problemas estão: falha na conexão, dúvidas sobre valores, dificuldade para devolver ou cancelar o serviço, entre outros.

A primeira pesquisa sobre o serviço foi realizada em 2016, no qual 19% dos entrevistados relataram problemas, contudo, em 2018 esse número baixou para 14%. O principal problema relatado foi a conexão das maquininhas, que algumas vezes deixam os usuários na mão, citaram os 45% dos entrevistados que tiveram algum problema com a conexão.

No caso das dúvidas sobre os valores, nós podemos ajudar com o nosso comparador de maquininhas. Vale a pena conferir!

Algumas sugestões de melhorias também surgiram na pesquisa, entre elas estão: a redução das taxas de desconto e antecipação (73%), maior agilidade no atendimento (66%) e melhoria na conexão (61%).

Informamos?

Esperamos que essas informações tenham sido úteis, se gostou, não esqueça de clicar no "like". Caso tenha alguma dúvida ou sugestão, faça um comentário. Até mais!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Sabrina Vansella

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos noticiosos e sobre dicas financeiras. Procura simplificar e melhorar a qualidade de vida dos usuários e, para isso, preza por uma pesquisa assídua e uma escrita clara.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Conheça as maquininhas de cartão MagaluPay

Saiba os diferenciais da maquininha Point Pro 2 Mercado Pago

Uso da maquininha de cartão cresce nos pequenos negócios

Minizinha Chip 2: conheça a máquina de cartão que se destacou na pandemia

Sipag Net: conheça maquininha do Sicoob

Máquina de cartão Mercado Pago: veja se vale a pena

Maquininhas de cartão iFood: qual é a melhor opção?

Maquininha C6 Bank: confira os modelos, preços e taxas