Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Veja como se livrar das dívidas pós-pandemia em 4 passos

Por Camila SilveiraPublicado em

Devido ao isolamento social causado pela pandemia da Covid-19 e a disponibilidade de tempo em casa, gastamos mais com serviços de delivery, assinaturas de filmes, contas de água, luz, gás, entre outros. No entanto, apesar de termos que ficar em quarentena, cuidando da nossa saúde, não devemos esquecer de nos organizar financeiramente para evitar prejuízos no futuro.

Para impedir que você lide com um cenário cheio de dívidas após a pandemia, nós separamos quatro dicas que podem ser ideais neste momento! Quer conhecê-las? Continue com a gente e aproveite o conteúdo!

Como se livrar das dívidas pós-pandemia em 4 passos

1. Procure maneiras de ganhar uma renda extra

Para ganhar dinheiro, você pode colocar em prática suas habilidades como escrita, design de imagens, novos idiomas, finanças pessoais, entre outros para trabalhar como freelancer. Caso essa não seja a sua praia, separe alguns itens/roupas que você não usa mais em sua casa e venda. O importante é usar a imaginação para gerar uma renda extra!

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

2. Corte ou diminua os seus gastos

Comece anotando toda a sua renda e suas despesas e, depois, veja quais são os gastos que você considera necessários ou desnecessários. Feito isso, será possível identificar aqueles que precisam ser diminuídos ou cortados do seu orçamento. Reveja suas despesas e garanta mais dinheiro no final do mês!

3. Estabeleça um limite de gastos

Para se livrar das dívidas pós-pandemia é essencial criar um limite de gastos. Para começar, é importante saber a renda líquida que você ganha por mês e, a partir de então, estabelecer quanto deve gastar por categorias, como: supermercado, vestuário, gasolina, transporte, contas de consumo, entre outros exemplos.

O ideal é tentar economizar em todos esses aspectos para não comprometer a sua renda total. No começo você pode até achar difícil, mas é importante ter foco e disciplina durante esse processo para evitar maiores prejuízos no futuro.

4. Estude educação financeira

A pandemia da Covid-19 provou que muitas pessoas não estavam preparadas financeiramente para imprevistos, portanto, veja isso como uma oportunidade para você aprender a lidar com possíveis situações inéditas. A educação financeira proporciona uma vida mais tranquila, organizada, sem dívidas e dores de cabeça.

Descomplicamos?

Esperamos ter apresentado boas dicas para você. Qualquer dúvida, deixe um comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

SP Acolhe: saiba tudo sobre o auxílio de R$ 300 e veja como se inscrever

Governo de SP inicia pagamentos do ‘Vale Gás’ e ‘SP Acolhe’. Veja como sacar

Prorrogação do Auxílio Emergencial 2021: o que mudará?

Pagamento da 4ª parcela do Auxílio Emergencial é antecipado: veja as datas

Confirmado: governo anuncia prorrogação do Auxílio Emergencial até outubro de 2021

Terapia popular: opções gratuitas que promovem saúde mental e financeira

Governo de SP pagará auxílio de R$ 300 a parentes de vítimas do Covid-19

Crise financeira: Caixa anuncia redução das parcelas de financiamento habitacional