Foregon.comConteúdos
    1. Dicas financeiras

    Você sabe como economizar em viagens?

    Por Leonardo JacominiPublicado em
    Compartilhe

    Todo mundo merece um descanso, não é mesmo? Relaxar, dar uma esquecida nos problemas do cotidiano e conhecer novos lugares. Às vezes, pelo dinheiro curto, esse sonho é adiado. Mas, saiba que é possível economizar em viagens!

    Pensando em te ajudar nessa, separamos as melhores dicas. Desde a sua preparação e ideia de viagem, até o voo e estadia.

    Quem viaja sempre, sabe que é uma das melhores coisas que a gente pode fazer nessa vida. Aproveitar sem ter dor de cabeça depois, é melhor ainda!

    Já pode começar a desistir daquela ideia de que viajar é caro ou é impossível para você. Com um esforço e algumas ideias, é possível refrescar a cabeça e adquirir mais bagagem. Ah, e nem precisa desembolsar um dinheiro enorme por isso.

    Quer saber como?

    Economizar em viagens não é difícil

    Como tudo na vida, o planejamento para uma viagem é indispensável. Você precisa saber para onde vai, como vai, o que precisa, o que conhecer, e tudo aquilo que uma viagem precisa para ser perfeita!

    Então, comece sabendo para onde vai e se o lugar é o mais indicado para você; pelo menos nesse momento.

    O lugar certo para viajar existe?

    Existe sim! O melhor destino para você é aquele que cabe no seu bolso ou que se encaixa no que você espera.

    Uma viagem romântica, pede lugares que aproximam o casal ou tenha passeios deslumbrantes.

    Já aquela viagem com a família ou amigos, que serve para descansar e conhecer novos lugares, praias, campo ou cidades históricas são uma boa pedida.

    Enfim, quando escolher o destino de sua viagem, conheça bem os detalhes, preços, recomendações e pontos turísticos. Isso vai te ajudar a saber se o lugar é o mais indicado para você.

    E já que nós estamos falando em economizar em viagens, uma outra dica especial, é se atentar a moeda local.

    Se você pensa em viajar para outro país, destinos que usam o dólar ou euro, por exemplo, são mais caros.

    Se a sua ideia é gastar pouco e conhecer um lugar surpreendente, isso é possível! Países como os nossos vizinhos, utilizam uma moeda mais em conta, e os cartões postais são imperdíveis.

    Argentina, Peru e Chile são ótimos destinos e que não estão na lista dos mais caros do mundo.

    Se informe também sobre o necessário para ir para outro país, como:

    • Documentos;
    • Vacina;
    • Vestuário naquela época (frio ou calor);
    • Se é necessário visto;
    • Leis (alguns países podem ter leis bem diferentes da nossa).

    Dinheiro sob controle

    Quando fizer os cálculos da viagem, inclua também os gastos que você vai ter durante a estadia. Alimentação, transporte e compras são alguns deles.

    Você pode levar em conta alguns itens para chegar a soma aproximada de quanto terá que desembolsar, assim como:

    • Preço das passagens
    • Custo da diária
    • Hotel que oferece alimentação
    • Custo médio de uma refeição na cidade
    • Deslocamento – ônibus, metrô, carro, táxi, carro de aplicativo
    • Quais passeios pretende fazer e preços – consulte pelo site da atração

    Assim, você consegue saber por cima, o quanto o destino é caro ou não. Pensando na ideia de economizar em viagens, sempre tente descontos, datas com procura menor  e promoções.

    Como vou pagar a viagem?

    Parcelar a passagem e o custo da hospedagem, pode ser uma opção, mas é preciso ter cuidado. Como você compra com antecedência, durante a viagem, seu cartão já terá  parte do limite comprometido.

    Ou seja, se caso precisar do cartão durante alguma emergência ou um desejo durante a viagem, será mais um gasto, o que pode se transformar em uma conta difícil de pagar.

    Por isso, é recomendado juntar dinheiro antes ou escolher um destino que não precise gastar muito, como um lugar que possa ser visitado de carro ou onde algum amigo possa lhe oferecer estadia.

    Tudo aquilo que puder pagar à vista, sem comprometer o seu orçamento, é melhor. Você não “arrasta” uma dívida para os próximos meses e ainda pode conseguir um desconto.

    Hospedagem pague menos ou de graça

    Depois das passagens, a hospedagem é um dos itens mais caros. Se você consegue chegar ao lugar de carro, isso já pode representar um gasto bem menor, melhor ainda é economizar no hotel.

    Se o seu destino for uma praia, os hotéis mais pertos, certamente serão os mais caros da cidade. E segue a regra, quanto mais perto do centro da cidade ou ao lado de uma atração, o preço é maior.

    Para fugir dos gastos e economizar em viagens na estadia, procure por aqueles hotéis que têm ponto de ônibus ou metrô por perto. A diária é mais barata e se deslocar é bem fácil.

    Normalmente, em cidades turísticas, os transportes públicos têm linha direta com os lugares mais visitados, e você economiza muito por deixar de se hospedar mais perto.

    Aproveite cidades que disponibilizam o metrô. Um transporte rápido e fácil de se localizar.

    Outra alternativa para economizar na hora de procurar um lugar para ficar, são os hostels, uma espécie de hotel simples, em que são disponibilizados quartos com mais camas (compartilhado).

    Se você tem amigos na cidade, nada de vergonha nessa hora, tente um lugarzinho para passar as noites por alguns dias. O importante é economizar em viagens e aproveitar o momento, não é mesmo?

    Hospedagem gratuita – plataformas

    Sabia que você pode ir para outro país e ainda se hospedar na casa de alguém de graça? Existem alguns sites que te ajudam nessa! Separamos dois para você, conheça:

    1 – Couchsurfing

    Essa plataforma te ajuda a encontrar ou oferecer estadia. Se você quer conhecer outro lugar e não gastar com hotéis, pode aproveitar para se cadastrar no Couchsurfing.

    Usuários já relataram que, a experiência acaba sendo incrível, e que fizeram amigos em várias partes do mundo.

    2 – Workaway

    Na mesma pegada de economizar em viagens e ainda aproveitar para conhecer novas pessoas, essa plataforma oferece estadia em troca de trabalho.

    O viajante tem a oportunidade de se hospedar e, em troca, ajuda o anfitrião em pequenos trabalhos que ele realiza.

    De quebra, nas duas plataformas, além de conseguir estadia, pode ser incluso alimentação. Tudo depende de quem te recebe. Por isso, seja sempre gentil e ofereça ajuda!

    Faça seu cadastro e capriche nas informações do seu perfil. Quanto mais o anfitrião souber de você, maior as chances de ser aceito!

    Outra chance para você economizar em viagens, são os aplicativos que te ajudam a encontrar acomodações, como o Trivago. Esse site compara os hotéis e você pode encontrar o melhor.

    Aposte sempre na internet, buscando sites com informações, preços, fotos e avaliações dos clientes. Por lá, é possível ver se o lugar é recomendado.

    Comer gastando pouco

    Isso é possível a partir de algumas dicas. Quando nós viajamos, é quase uma “obrigação” conhecer os pratos típicos do lugar ou região. Por isso, o primeiro passo, é optar pela cozinha local.

    Ou seja, se na sua região as frutas e queijos forem caros, em outras eles podem ser baratos, por exemplo. Se aqui no Brasil o vinho tem um custo alto, na Itália, eles são uma boa aposta.

    Olha o quanto é importante saber sobre o lugar que você está indo visitar! Só assim é possível economizar dinheiro.

    Desfrute das refeições do hotel

    Geralmente, os hotéis e pousadas oferecem pelo menos o café da manhã. Faça uma alimentação reforçada e gostosa, já que é comum ter várias opções à disposição.

    Na hora do almoço, você pode fazer somente um lanche mais rápido para poder aproveitar o passeio. Deixe para gastar um pouco mais na hora do jantar, aproveitar os bons restaurantes, pizzarias, etc.

    Faça um orçamento diário para alimentação

    Separe o valor que você acredita que deve ser gasto com alimentação ou diariamente nas refeições. Se ultrapassar, corte gastos nos próximos dias. Caso contrário, você pode somar o valor e comer melhor em outro!

    Supermercado é uma boa!

    Se na hora do almoço você seguir nossa dica e procurar algo mais barato e rápido, o supermercado pode te ajudar nessa. Aproveite alimentos que são encontrados somente naquela região.

    Compre os produtos e faça seu almoço, como um bom lanche. Se for possível cozinhar onde está hospedado, melhor ainda! Você economiza de verdade em viagens seguindo essa dica da alimentação.

    Pergunte sobre lugares

    Uma das melhores dicas que você pode ter é perguntando às pessoas que moram na cidade sobre os melhores lugares para comer. Elas te indicarão os que mais gostam e comem cotidianamente.

    Assim, você evita de ir a um lugar que a comida seja extremamente cara, normalmente no centro da cidade. Lembre-se de perguntar ás pessoas sobre os restaurantes onde você pode encontrar comida típica.

    Concierges, taxistas e agências, sempre te indicarão os melhores restaurantes, sendo também os mais caros. Claro que, de vez em quando, seu gasto pode ser um pouco maior (se for possível) para essas ocasiões, aliás, conhecer coisas novas faz parte da viagem.

    Agência de viagem compensa?

    Quem quer ter uma viagem programada, com roteiro e sem surpresas ou locais que você não conhece ou fala uma língua diferente da sua, pode ser uma boa apostar em agência de viagens.

    Agora, se você espera viajar para um lugar sem horário para nada, conhecer os pontos turísticos quando quiser, além de se encarregar por toda documentação, a viagem por conta própria é melhor.

    Confira os prós e contras de uma agência de viagens

    Prós

    • Organiza sua viagem
    • Você não precisa correr atrás de documentações
    • Roteiros organizados
    • Compra de passagem e estadia em um só lugar
    • Qualquer problema, a agência é responsável
    • Ajuda no check-in do aeroporto e no translado até o hotel
    • Câmbio do dinheiro

    Contras

    • Fica mais caro do que organizar sozinho a viagem
    • Liberdade em pesquisar preços
    • Hospedagens alternativas
    • Liberdade no passeio (sem rotina programada)

    Resumindo, se você quer economizar em viagens nacionais ou internacionais, você deve controlar toda a viagem, fazer uma lista do que é preciso, desde os documentos, vacinas e outras coisas importantes para a estadia.

    Para outros países que você não conhece ou prefere mais comodidade, uma agência pode ser melhor para você, já que ela toma conta dos detalhes e compra tudo antecipadamente, garantindo que seu passeio seja feito.

    Fique ligado! Pesquisar pacotes de viagem em mais de uma agência também é recomendado. Você pode encontrar diferença nos preços e condições que te agradem mais.

    Economizar em viagens na lua de mel

    Se a sua viagem é de lua de mel, também é possível economizar para realizar esse sonho depois do casamento. Um momento importante do casal também deve ser organizado, evitando gastar dinheiro com experiências não tão legais.

    Separamos dicas especiais para que o casal aproveite ainda mais a viagem. Se seu objetivo é aproveitar e gastar pouco, veja só como isso pode ser feito:

    Incluam a viagem no orçamento do casamento

    Assim que o casal começa a planejar o casamento, é normal cotar a organização da igreja, templo, salão de festa, buffet, vestido, roupa, convite, e tantas outras coisas.

    O que muitos ainda não pensam, é colocar a lua de mel no orçamento. Já que uma festa de casamento geralmente é cara, pode ser que o saldo de vocês fique baixo para uma viagem após a data.

    E na hora que vocês forem pensar nisso, é tarde demais, o dinheiro já estará comprometido. Por isso, conte com esse gasto desde o começo.

    Valor da lua de mel como presente

    Se ficar apertado conciliar a festa e ainda viajar, uma opção para vocês é colocar cotas. Elas funcionam como presentes para os noivos, que podem resgatar o valor em dinheiro depois.

    É uma opção fácil para os convidados e que pode ser feita em sites ou mesmo um envelope junto ao convite como possibilidade de presente.

    Procurem destinos alternativos

    Os destinos alternativos são aqueles que podem ser mais baratos ou pertos de você. Não precisa ir até Paris para uma noite romântica. Cidades como Gramado, no Rio Grande do Sul e Campos do Jordão, em São Paulo, são ótimos destinos para casais.

    Se a vida de vocês pede algo mais animado, as praias Brasileiras são perfeitas. Maceió em Alagoas e Florianópolis são ótimas escolhas, com belas praias.

    Determinem uma média de gastos

    Para economizar na viagem de lua de mel, definam o quanto os dois poderão gastar diariamente. Isso ajuda a controlar o orçamento durante a viagem, evitando o endividamento.

    Se o gasto planejado não for alcançado, guardem para gastar com uma noite especial, por exemplo. E se o orçamento for superado, tentem economizar no outro dia.

    Quanto economizar para a viagem?

    Para saber o quanto você deve guardar para realizar sua viagem, primeiro é necessário ter uma média dos gastos. Isso inclui passagem, estadia, passeios, alimentação e transporte.

    Somando todos esses valores, é possível saber o quanto deve ser economizado mensalmente até a viagem. Veja como fazer:

    Viagem para:___________________________

    Data: ___/___/___ – faltam ___ meses

    Preço aproximado da passagem (ônibus, carro, avião): R$__________

    Preço aproximado da diária (hotel, hostel, pousada, etc.): R$__________

    Tempo da estadia: ____ dias

    Preço aproximado para refeições diárias (almoço e jantar): R$_______

    Gastos aproximados com passeios: R$______

    Faça:

    Diária do hotel x tempo da estadia =

    Gasto com refeições x tempo de estadia =

    Depois some tudo:

    Passagem ida e volta+

    Diárias+

    Refeições+

    Passeios
    —————————–
    Total: R$

    Pegue o total das despesas e divida pelos meses que faltam até a viagem. Assim será necessário calcular o quanto você deve guardar para pagar toda a viagem.

    Lembramos que, esse é um cálculo aproximado. Para quem deseja pagar à vista, determine o tempo para a compra das passagens e reserva de hotel no lugar do dia da viagem. Já que tudo deve ser feito com antecedência.

    Essa conta também serve para quem parcelar as despesas da viagem no cartão. Assim, é possível economizar o dinheiro da parcela mensalmente.

    Economizar em viagens com mochilão

    Você que adora viagem, já deve ter ouvido por aí sobre o “mochilão”. Essa é uma modalidade interessante de viagem. Quem escolhe esse jeito para conhecer outros lugares se preocupa mais com as novidades do que com a comodidade e facilidade.

    Essa é uma ótima maneira de conhecer, aventurar e ainda economizar em viagens. Normalmente, a pessoa leva coisas básicas consigo, vai de carona e sem lugar certo para dormir.

    Na verdade, existem diversos modos de fazer um “mochilão”. Algumas pessoas se acomodam em barracas e gastam o dinheiro somente com comida e passeios e outras preferem hotel.

    Algumas pessoas saem com caronas certas e outras vão se aventurando até chegar ao destino. O certo é que, o “mochilão” é uma forma de conhecer lugares, pessoas e ter histórias incríveis e claro, gastando o mínimo!

    Economize em viagens com o cartão de crédito

    Parece até contraditório economizar com o cartão de crédito. Mas, falando em viagens, você pode aproveitar os benefícios, como as milhas, pontos ou até programas de vantagens.

    Milhas

    A cada valor gasto no cartão, você recebe uma quantidade de pontos ou milhas. Elas podem ser trocadas por passagens aéreas ou desconto na compra, caso não tenha o total necessário.

    Não é todo cartão que possui o programa de milhas. Se você quer conhecer os melhores, separei uma lista especial para você aqui.

    Fique atento às tarifas, como a de anuidade. Avalie se cabe no seu bolso e se compensa para suas viagens.

    Mastercard Surpreenda e Vai de Visa

    Os dois programas mais importantes das maiores bandeiras de cartões de crédito. O Surpreenda da Mastercard® e Vai de Visa, da Visa, dão benefícios exclusivos a seus clientes.

    No Surpreenda, você pode comprar uma viagem e ganhar outra com a LATAM. Basta trocar seus pontos.

    Já no Vai de Visa, é possível ter descontos em pacotes de viagens na Decolar.com e preços especiais para aluguel de carro comprando com o cartão Visa.

    Pré-pago

    Se você ainda não tem um cartão de crédito, considere ter um pré-pago, que não tem análise e nem complicações. Você faz a carga com o valor quiser e puder.

    Com ele não é preciso mais levar dinheiro por aí em suas viagens. Você faz compras em qualquer estabelecimento que aceite a bandeira. Ele também te ajuda a economizar, já que o limite é você quem determina.

    Agora é fazer as malas!

    Se você gostou das nossas dicas, deixe aqui embaixo nos comentários! Fique à vontade para navegar em nosso blog e ficar por dentro do mundo financeiro. Até logo!

    Gostou? Deixe seu curtir
    Compartilhe nas suas redes sociais

    Leia a seguir

    • Dicas financeiras

      Como liberar o limite do cartão de crédito?

    • Dicas financeiras

      Sicredi oferta mais de R$ 22,9 bilhões para Plano Safra

    • Dicas financeiras

      Conta Global C6 Bank: conheça as vantagens

    • Dicas financeiras

      Entenda o que significa Federal Reserve Bank (FED)

    Ver mais conteúdos

    Veja o que estão comentando

    Cadastre-se e receba grátis as melhores dicas e conteúdos sobre o mundo financeiro
    Ainda não tem uma conta?