Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Você sabia que é possível pedir aumento no valor da sua aposentadoria? Veja como

Por Thais SouzaPublicado em

Os aposentados do INSS, em alguns casos, podem solicitar o aumento do valor para a Previdência Social. A revisão pode ser feita se existir algum erro no cálculo da concessão da aposentadoria. Veja como funciona esse processo. 

Revisão da aposentadoria 

O INSS concede milhares de aposentadorias por ano. Durante essas concessões, alguns erros podem ocorrer e resultar em uma aposentadoria com valor menor do que deveria. Seja por falha na análise do instituto, documentação não entregue na hora do requerimento ou mudanças na lei, o beneficiário pode solicitar uma revisão. 

A revisão da aposentadoria é um direito que os segurados têm e permite que eles consigam solicitar o aumento do valor do benefício caso encontre algum erro no cálculo de concessão. Quem tem o pedido de revisão aprovado pelo INSS pode receber a diferença de até cinco anos do valor que não foi pago antes do pedido. Esses valores são pagos diretamente na conta do benefício.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Como saber se meu benefício possui erros? 

Para descobrir se a sua aposentadoria foi calculada com erros será necessário conferir a carta de concessão e a memória de cálculo da aposentadoria. Nesses documentos constam informações sobre os parâmetros usados na análise do INSS, incluindo os salários de contribuição que foram computados.

Se preferir, o beneficiário poderá solicitar essas informações diretamente ao INSS, através do App Meu INSS (Android e iOS) ou pela Central de atendimento, no número 135.

Como pedir a revisão da aposentadoria?

Os pedidos de revisão também podem ser feitos por telefone, no número 135, ou pelo App Meu INSS. Quem solicita pela internet consegue enviar os documentos pelo celular ou computador, em muitos casos, basta tirar uma foto. 

Porém, em casos mais complicados o ideal é ir até uma das agências do INSS e, se possível, com o apoio de um advogado, que pode ajudar no momento do cálculo dos erros e também no pedido.

Também é fundamental que o segurado separe todos os documentos necessários para comprovar o seu direito à revisão. Confira abaixo quais são eles: 

  • Carteiras de trabalho antigas;
  • Holerites que possam comprovar valores recebidos por horas extras;
  • Cópia do livro de ponto;
  • Extrato do FGTS que comprove vínculo empregatício;
  • Cópia do processo trabalhista assinado por funcionário do fórum. 

Descomplicamos?

Esperamos que este artigo tenha sido útil para você. Se ainda restou alguma dúvida, deixe seu comentário abaixo que entraremos em contato. Até a próxima! 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Instagram como ferramenta de negócios: guia completo

Como recarregar Bilhete Único pelo celular?

PicPay: como fazer cobranças pelo aplicativo?

Caixa abre 10 mil vagas de emprego para concursados, estagiários e aprendizes

Open Banking ou Open Finance: o que você precisa saber sobre esses sistemas

Não consegue guardar dinheiro? Conheça a “poupança por assinatura”

Golpe da revisão do INSS: veja como se proteger

Quer mudar de carreira? Confira essas dicas para trocar de profissão