Ir para o conteúdo principal
Foregon.com

Engenharia Social: O que é e Como Evitar esse Golpe?

Escrito por 

Atualizado em 

Qualidade editorial: Nosso conteúdo é construído por uma equipe profissional que coloca a dúvida do leitor no centro da sua escrita. Cada autor traz o seu conhecimento para responder e solucionar sua busca, entregando valor por meio da verificação de dados, aprofundamento da pesquisa e reputação do nosso site.

Segurança e privacidade: Somos responsáveis por manter seus dados protegidos quando você acessa nosso site. Trabalhamos com total transparência e respeito ao seu consentimento, colocando você no controle de seus dados. Conheça nossa política de privacidade.

Quando pensamos em ataques e violações de dados, nossa mente vai direto para aquelas cenas de filmes, com hackers digitando freneticamente em telas cheias de códigos. 

No entanto, na vida real, muitas vezes o perigo pode vir de estratégias mais sutis, como a engenharia social.

Ao invés de depender de habilidades técnicas, esse método de manipulação joga com a psicologia humana.

E é por isso que compreender esses ataques é o primeiro passo para se proteger.

O que você procura?

O que é engenharia social?

Engenharia social é o termo usado para uma variedade de golpes envolvendo furto de informações pessoais realizados por meio de interações humanas. 

Em outras palavras, ela se baseia na manipulação psicológica para induzir pessoas a comprometer sua própria segurança e fornecer dados confidenciais.

Os criminosos manipulam os sentimentos, como a curiosidade ou o medo, para executar esquemas e atrair as vítimas.Eles podem se passar por autoridades ou até mesmo amigos em potencial, ganhando sua confiança e obtendo acesso a informações sensíveis como CPF, senhas ou números de contas bancárias.

Como funciona a engenharia social?

1. Pesquisa e Seleção

A engenharia social opera em várias etapas, começando pela pesquisa e seleção de vítimas. 

Geralmente, os criminosos usam redes sociais e outras fontes de informação pública para reunir dados pessoais que podem ajudar a personalizar seus ataques. 

Uma vez que uma vítima potencial é escolhida, o golpista elabora uma abordagem sob medida para explorar suas vulnerabilidades específicas.

2. Contato

A próxima fase é o estabelecimento de contato. Isso pode ser feito por meio de e-mail, telefonemas, mensagens de texto ou até encontros presenciais. 

O objetivo é criar uma conexão e ganhar a confiança da vítima. Para isso, os criminosos podem se apresentar como representantes de instituições legítimas, como bancos ou órgãos governamentais.

3. Exploração

Após ganhar a confiança, o golpista procede para o estágio de exploração, no qual ele solicita informações confidenciais ou a execução de ações que comprometam a segurança da vítima. 

Isso pode incluir divulgar senhas, instalar software malicioso ou fornecer acesso a sistemas seguros.

4. Execução

Finalmente, uma vez obtidas as informações ou o acesso desejado, os criminosos procedem para a fase de execução, onde eles podem roubar fundos, cometer fraudes de identidade ou lançar ataques mais amplos usando os recursos acessados. 

Em muitos casos, as vítimas só percebem que foram enganadas quando já é tarde demais.

Exemplos de ataques de engenharia social

A engenharia social se manifesta em diversas formas, todas projetadas para explorar a confiança e a curiosidade humanas. 

Para que você entenda melhor, a seguir separamos alguns dos exemplos mais comuns desse tipo de ataque.

Phishing

Este é provavelmente o tipo mais conhecido de ataque de engenharia social, envolvendo o envio de e-mails ou mensagens que imitam organizações confiáveis

O objetivo é enganar os destinatários para que revelem informações pessoais, como senhas e números de cartão de crédito. 

Esses e-mails podem conter links para sites maliciosos que coletam dados inseridos ou podem solicitar diretamente essas informações sob algum pretexto urgente.

Conteúdo Enganoso

Aqui, os criminosos criam situações que parecem legítimas para te induzir a agir de maneira que beneficia eles, não a você.

Isso pode incluir desde sites falsos criados para te enganar, até falsas advertências de segurança ou ofertas que parecem boas demais para serem reais.

Não se esqueça: se algo requer uma ação imediata ou parece tentador demais, vale a pena investigar mais a fundo antes de tomar qualquer decisão.

Pix Agendado

Essa é uma nova forma de fraude que se aproveita da função de agendamento do Pix

Os criminosos usam técnicas de engenharia social para convencer as vítimas de que realizaram um pix agendado por engano para suas contas. 

Eles pedem a devolução do valor, mas cancelam o agendamento antes que seja processado, resultando na transferência de dinheiro da vítima para o golpista.

Como se proteger de ataques de engenharia social?

Imagine que a engenharia social seja como um estranho tentando convencer você a lhe entregar as chaves da sua casa. 

Eles podem parecer amigáveis ou oferecer algo tentador em troca, mas no fundo, o objetivo deles é entrar e levar o que é seu. 

Agora, se você sabe quem eles são e o que pretendem, você não só mantém a porta fechada, como também protege a sua casa com sistemas de segurança mais eficazes.

Além disso, as dicas a seguir podem ajudar a melhorar sua vigilância contra ataques de engenharia social.

  • Verifique as fontes: Antes de compartilhar suas informações, faça uma pausa e confirme a identidade do solicitante. Se a solicitação vier de uma empresa ou serviço, procure entrar em contato diretamente pelos canais oficiais.
  • Pense antes de clicar: Links e anexos em e-mails ou mensagens podem ser armadilhas. Se uma mensagem pressionar você com urgência, é um sinal para desconfiar. Passe o mouse sobre o link para verificar a URL, evitando cliques impulsivos.
  • Fortaleça suas senhas: Crie senhas fortes e únicas para cada uma de suas contas, evitando o uso repetido. Um gerenciador de senhas pode ser um aliado valioso, assegurando que suas senhas estejam seguras e acessíveis somente por você.
  • Use autenticação de dois fatores: Essa medida adicional de segurança pode significar a diferença entre a proteção e a vulnerabilidade de suas contas online. Sempre que for possível, ative esse recurso.
  • Mantenha seu software atualizado: Atualizações são cruciais, pois muitas vezes incluem correções para falhas de segurança que poderiam ser exploradas por mal-intencionados. Mantenha seu sistema e aplicativos sempre atualizados.
  • Seja cético: Um ceticismo saudável pode proteger você de ser vítima de ofertas enganosas ou solicitações de dados pessoais. Se algo parece bom demais para ser verdade, é provável que não seja!

Caso queira ainda mais segurança para evitar ser vítima da engenharia social e de outros tipos de ataques, confira também este passo a passo para proteger seus dados pessoais na internet.

Conclusão

Qualquer um pode se tornar uma vítima de técnicas de engenharia social realizadas de forma inteligente.

Aprender como identificar e a se proteger de engenharia social é o primeiro passo para evitar ser a próxima vítima.

Para uma camada adicional de proteção, considere um serviço de monitoramento de dados pessoais como o Foregon Premium.

Com essa assinatura, você é informado imediatamente sobre qualquer atividade suspeita no seu nome, o que te permite agir rapidamente para evitar danos.

Além disso, o Premium oferece ferramentas avançadas para monitorar o seu CPF e seus dados financeiros, garantindo que você esteja sempre um passo à frente dos criminosos.

Proteja seus Dados Pessoais

Monitore seu CPF e proteja seu nome contra fraudes.

Monitorar meu CPF
⭐⭐⭐⭐⭐ + 2.848.551 pessoas já consultaram

Perguntas Frequentes

Qual é o conceito de engenharia social?

Engenharia social é uma técnica de manipulação psicológica para obter informações confidenciais. Em outras palavras, basicamente ela envolve enganar pessoas para que revelem dados sigilosos.

Qual é o objetivo da engenharia social?

O objetivo da engenharia social é acessar informações confidenciais ou sistemas restritos, explorando vulnerabilidades humanas, não técnicas.

Engenharia social é crime?

Engenharia social pode ser considerada crime se usada para fraudes, roubo de identidade ou acesso não autorizado a sistemas protegidos por lei.

O que são os ataques de engenharia social?

Ataques de engenharia social são estratégias que manipulam indivíduos para realizar ações específicas ou divulgar informações confidenciais, como senhas ou dados bancários. São alguns exemplos disso o phishing, pharming e o golpe do pix agendado.

Como a engenharia social pode representar uma ameaça à segurança?

A engenharia social ameaça a segurança ao explorar a confiança e os hábitos das pessoas, fazendo com que cometam erros induzidos, como clicar em links maliciosos ou compartilhar dados sigilosos.

Compartilhe

Escrito por:

Victor Brisola
Redator SEO

Redator especializado em proteção de dados e score de crédito, formado em Jornalismo pela Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação de Sorocaba. Ele é responsável pela produção e refinamento dos conteúdos da Foregon.