Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Fraudes com CPF: Conheça os Principais tipos e como Evitá-las

Por Camila SilveiraPublicado em

Já pensou receber uma série de ligações de cobrança de uma dívida que você não contraiu? Pois bem, essa é justamente a situação que pessoas que tiveram o CPF usado por estelionatários passam. A boa notícia é que é possível evitar fraudes de forma simples.

Conheça os tipos de fraudes no CPF e alguns cuidados importantes para evitar qualquer tipo de transtorno.

O que você procura?

O que são fraudes no CPF e quais os tipos?

O Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) é um dos principais documentos do trabalhador e com ele é possível solicitar diversos serviços, além de produtos financeiros. Por conta disso, o CPF acaba abrindo portas para que fraudes aconteçam.

Existem vários tipos de fraudes vinculadas ao CPF. Por isso, é importante que você conheça todas elas para se proteger.

Emissão de cartão de crédito

Uma das principais fraudes ligadas ao CPF do consumidor é a emissão de cartão de crédito. Seja por meio do CPF furtado ou então pelo roubo de informações. Então, esses golpistas utilizam o cartão e a vítima só percebe quando vê que seu nome está negativado.

Além da emissão de cartões, os golpistas também podem contratar empréstimos, financiamentos e outros serviços em nome da vítima.

Cadastro em sites desconhecidos

Muitos golpistas criam sites falsos para que a vítima faça um cadastro para participar de alguma promoção. Neste cadastro, os principais dados pessoais do consumidor são solicitados, incluindo o CPF.

Notificação de sorteios

Quando a vítima recebe alguma mensagem informando que ela ganhou algum prêmio. Para acessar o prêmio, a vítima digita o seu CPF ou outros dados e o golpista utiliza essas informações para aplicar golpes e solicitar produtos e serviços financeiros com os dados da vítima.

Como evitar fraudes no CPF?

1. Mantenha esse documento por perto

Sempre que estiver no caixa de algum estabelecimento, não deixe que o lojista leve o seu documento para longe de você.

Caso um atendente peça para conferir as informações contidas nestes papéis, não deixe que eles sejam levados para longe. Essa é uma forma de garantir que o seu CPF não seja clonado.

2. Cuidado com testes online

Os testes online são bastante populares, principalmente nas redes sociais, como o Facebook. Eles podem ser engraçados e viralizar entre os amigos, mas também podem armazenar os seus dados de forma indevida.

Sabendo disso, tome muito cuidado e não ceda à tentação de fazer todo teste que achar divertido.

3. Cheque a confiabilidade de sites de compra

Antes de realizar qualquer compra online, é fundamental verificar a confiabilidade do site em que está navegando.

Para isso, você pode pesquisar a reputação da empresa em sites, como o Reclame Aqui, e verificar se a página possui o símbolo de cadeado ao lado esquerdo da URL. Isso indica que a conexão é segura, ou seja, que os seus dados não ficarão abertos, o que dificulta a aplicação de golpes e fraudes.

4. Fique atento ao descartar documentos e cartões

Antes de jogar as suas contas antigas, cartões vencidos e documentos velhos, rasgue ou corte-os em muitos pedaços, de preferência pequenos, para evitar que eles caiam nas mãos de pessoas erradas.

5. Desconfie de e-mails de alerta

Apesar de ser bastante comum receber e-mails em tom de alerta sobre uma dívida nova ou a inclusão do nome em órgãos de proteção de crédito, é indispensável verificar quem é o remetente do e-mail.

Considere importante entrar em contato com a instituição na qual você tem relacionamento para saber se essa cobrança é oficial.

6. Não caia no golpe do SMS

Já recebeu alguma mensagem via SMS notificando que você ganhou um prêmio grande em dinheiro? Pois bem, saiba que isso se trata de um golpe muito comum.

De uma forma resumida, os golpistas informam que você ganhou um prêmio e pedem para que entrem em contato. Quando você liga, eles solicitam os seus dados e pronto! A fraude está feita!

7. Monitore o seu CPF

Com a Foregon, você tem a opção de monitorar o seu CPF diariamente! Assim que você cria a sua conta no site, o sistema informa você, por meio de e-mail e SMS, quais empresas consultaram o seu CPF e se houve inclusão ou exclusão de dívidas em seu nome.

Com esse serviço, você pode ficar de olho em tudo o que acontece com o seu nome e, como resultado, você conta com mais tranquilidade e segurança.

Todas as informações que você fornece para a Foregon são criptografadas, passam por uma auditoria, monitoramento ativo e bloqueio de quaisquer tentativas de acessos indevidos ou outras ameaças.

8. Consulte seu score com frequência

Ao consultar seu score com frequência você saberá se seu CPF foi consultado por empresas. Vale ressaltar que somente os bancos, empresas e instituições financeiras na qual você solicitou um produto financeiro podem consultar seu CPF.

Ou seja, essa consulta só acontece quando você permite. Se ao entrar nos sites de birôs de crédito você notar consultas ao seu CPF de empresas que você não conhece, saiba que número do seu documento pode estar em posse de um golpista.

Perguntas frequentes (FAQ)

Quais são os golpes com CPF?

Os golpes com CPF são ações de fraudadores que conseguem o número do seu documento e utilizam seus dados para contratar produtos e serviços financeiros sem a sua permissão.

O que uma pessoa mal intencionada pode fazer com meu CPF?

Com os dados do seu CPF, um fraudador consegue acessar várias informações sobre a sua vida, contratar produtos e serviços financeiros em seu nome, negativar seu CPF e vários outros golpes.

Como saber se a pessoa está usando meu CPF?

Sempre consulte seu score de crédito nos sites dos birôs de crédito para verificar se existem consultas de empresas em seu CPF e dívidas negativadas que você desconhece. Além disso, utilize as ferramentas de monitoramento do CPF.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Se gostou desse tema, confira um artigo que separamos especialmente para você:

Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

O que é Concordata? Descubra de forma descomplicada!

Estagflação: entenda o que é e quais os seus impactos

FGTS e seguro desemprego são a mesma coisa?

FGTS e seguro desemprego são a mesma coisa?

Bitcoin: Descubra aqui quais são suas vantagens e suas limitações

Dividendos: o que é e como funciona o investimento em renda passiva?

5 dicas para viver com um salário mínimo

Cheque: entenda o que é e conheça suas variações