Ir para o conteúdo principal
Foregon.com

Como Resgatar meu Dinheiro no Sistema de Valores a Receber pelo CPF?

Escrito por 

Atualizado em 
Editado por Maristela Coimbra
Dados verificados

Qualidade editorial: Nosso conteúdo é construído por uma equipe profissional que coloca a dúvida do leitor no centro da sua escrita. Cada autor traz o seu conhecimento para responder e solucionar sua busca, entregando valor por meio da verificação de dados, aprofundamento da pesquisa e reputação do nosso site.

Segurança e privacidade: Somos responsáveis por manter seus dados protegidos quando você acessa nosso site. Trabalhamos com total transparência e respeito ao seu consentimento, colocando você no controle de seus dados. Conheça nossa política de privacidade.

Se você é a pessoa que faz a gestão do orçamento da casa ou da família, vai ficar feliz ao descobrir que é bem provável que haja dinheiro esquecido no banco esperando por você!

Em dezembro de 2023, o Banco Central do Brasil divulgou que têm mais de R$ 7,5 bilhões prontos para serem resgatados através do Sistema de Valores a Receber (SVR).

Esses recursos podem estar esquecidos em contas inativas, seja em bancos, consórcios ou outras instituições financeiras.

Tanto as pessoas quanto as empresas em seu nome têm a chance de descobrir e recuperar valores. Até o momento, milhões de brasileiros já se beneficiaram, resgatando mais de R$ 16 milhões.

Continue lendo para descobrir se você tem valores a receber e como proceder para resgatá-los.

PS.: Cuidado com o Golpe do Consulta Brasil, um serviço fraudulento que tenta imitar o SVR. Leia mais clicando abaixo.

O que você procura?

De onde vem o dinheiro a ser resgatado?

Os valores que estão disponíveis para resgata são qualquer quantia de dinheiro deixado para trás em contas bancárias, consórcios e instituições financeiras.

Essas contas podem ter sido encerradas pelos seus usuários, recebido reembolso de cobranças indevidas ou podem até mesmo ser valores presos nas contas de parentes falecidos.

Ao fazer a consulta, você poderá ver dinheiro que veio de:

  • Contas correntes encerradas com saldo disponível;
  • Cobranças indevidas por instituições financeiras;
  • Tarifas cobradas indevidamente;
  • Recursos não procurados de grupos de consórcio encerrados;
  • Parcelas ou despesas de operações de crédito cobradas indevidamente;
  • Contas de registro mantidas por corretoras e distribuidoras encerradas com saldo disponível;
  • Cotas de capital e rateio de sobras líquidas de ex-participantes de cooperativas de crédito.

Segundo o Banco Central, cerca de 38 milhões de pessoas físicas e 2 milhões de pessoas jurídicas têm cerca de R$ 6 bilhões a receber.

Jornal O Globo

O que é o Sistema de Valores a Receber (SVR)?

O Sistema de Valores a Receber (SVR) é uma plataforma desenvolvida pelo Banco Central do Brasil, que facilita a recuperação de valores esquecidos em instituições financeiras para pessoas físicas e jurídicas.

Pelo SVR, você consulta de forma segura se possui algum valor a receber. Caso tenha, você pode solicitar o resgate dos valores na mesma plataforma.

O sistema foi projetado para aumentar a transparência e eficiência na gestão de recursos esquecidos ou não reclamados, garantindo que eles sejam devolvidos aos seus devidos proprietários.

Como consultar meus valores a receber?

Siga o passo a passo para fazer sua consulta:

  1. Acesse o site oficial do Banco Central
  2. Clique em "Consulta valores a receber"
  3. Insira seu CPF ou CNPJ, data de nascimento e digite as letras e números da figura apresentada.
  4. Clique em "Consultar"

Caso você tenha valores a receber, o site pedirá que você faça login com sua conta gov.br (nível prata ou ouro).

  1. Clique em "Consultar SVR";
  2. Você será redirecionado para a página do Governo, onde deve fazer login com sua conta gov.br;
  3. Clique "Autorizar" para prosseguir com a consulta dos valores;
  4. Clique em "Acessar" em "Meus valores a receber" ou "Valores para pessoas falecidas";
  5. Aceite o "termo de ciência".
  6. Você verá uma lista divida em 5 colunas, conforme ilustrado abaixo;
Valor disponível Instituição Origem do valor Informações adicionais Solicitar valor
Contém o valor a ser resgatado Contém o nome do banco, telefone e email para contato, CNPJ . Revela de onde vem o dinheiro, se é de tarifas , saldo de conta encerrada Traz detalhes sobre o valor a ser resgatado
Botão para solicitar o resgate

Com os dados na sua tela, continue para o processo de resgate:

  1. Clique em "Solicitar o resgate";
  2. Insira uma chave pix válida, seu telefone, email;
  3. Clique em "Enviar solicitação";
  4. Anote o número de protocolo gerado e preste atenção nas instruções finais:
  • A devolução do valor é de responsabilidade da instituição e será feita em até 12 dias úteis.
  • Lembre-se de que o valor informado pode ser diferente do efetivamente recebido em razão de alguma atualização monetária ou de descontos previstos em lei, em norma do Sistema Financeiro Nacional ou em contrato.
  • Caso tenha informado dados de contato, a instituição pode entrar em contato com você para confirmar sua identidade e esclarecer dúvidas.
  • Não forneça senhas nem faça pagamentos para receber o valor.

PS.: Para consultar valores de pessoa falecida, basta seguir o mesmo passo a passo, apenas inserindo o CPF do falecido e seguindo para a solicitação do resgate.

Perguntas frequentes

Como saber se meu CPF tem Valores a Receber?

Acesse o Sistema de Valores a Receber (SVR) pelo site do Banco Central. Clique em "Consulta valores a receber". Insira seu CPF ou CNPJ, data de nascimento e digite as letras e números da figura apresentada. Clique em "Consultar".

Como saber os Valores a Receber?

Acessando o SVR pelo site do Banco Central e fazendo seu login, você verá uma lista de valores de origens diferentes a serem resgatados. Também verá em qual instituição o valor foi esquecido, telefone para contato, e poderá fazer ali mesmo a solicitação de resgate.

Como saber se tenho dinheiro na Caixa para receber pelo CPF?

Se você tiver algum valor a receber da Caixa Ecônomica Federal, este valor será apresentado em sua consulta no Sistema de Valores a Receber do Banco Central. Basta fazer seu login, informar seu CPF ou CNPJ, e fazer a consulta dos valores.

Compartilhe

Escrito por:

Guilherme Dorneles
Especialista em SEO

Guilherme se formou em Publicidade e Propaganda pela Universidade Franciscana e com MBA em Liderança, Inovação e Gestão 3.0 pela PUCRS. Com mais de uma década de produção de conteúdo e gestão de tráfego orgânico, ele tem uma paixão secreta por planilhas financeiras meticulosamente preenchidas.