Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Guia Completo dos Bancos: Tudo o que você Precisa Saber

Camila SilveiraPublicado em

Os bancos desempenham um papel crucial na economia de qualquer país, e por isso é fundamental que as pessoas entendam como eles funcionam. Nesse artigo, vamos fornecer todas as informações necessárias para entender os bancos, desde sua definição e importância na economia até como escolher a instituição financeira ideal para suas necessidades.

Você encontra nesse artigo:

O que são os bancos?

Os bancos surgiram há mais de 3.000 anos, na Mesopotâmia e Egito antigo, onde os templos desempenhavam o papel de guardar e emprestar dinheiro. Na Grécia antiga e Roma, os bancos particulares surgiram para financiar comércios e projetos públicos e, durante a Idade Média, os bancos italianos começaram a emitir notas, dando origem ao sistema bancário moderno.

A necessidade dos bancos surgiu devido ao crescimento das economias e aumento do comércio. As pessoas precisavam de um lugar seguro para guardar seu dinheiro e também precisavam de empréstimos para financiar suas atividades econômicas. Além disso, os bancos também desempenharam um papel importante na criação e distribuição de moeda, tornando possível o comércio a longa distância e o crescimento do comércio internacional.

Atualmente, os bancos são regulamentados pelo Estado e fornece serviços como a guarda de dinheiro, empréstimos, investimentos e pagamentos. Além disso, eles têm a capacidade de emitir dinheiro através de diversas operações, bem como oferecer uma variedade de produtos e serviços financeiros, como contas bancárias, cartões de crédito e débito, cheques e investimentos.

Por fim, os bancos também podem atuar como intermediários financeiros, ajudando a canalizar recursos de investidores para empreendedores e governos.

Importância dos bancos na economia

Os bancos desempenham um papel vital na economia de um país, fornecendo serviços financeiros tanto para indivíduos quanto para empresas.

Eles possibilitam que as pessoas guardem seu dinheiro de forma segura e façam investimentos estratégicos, e oferecem empréstimos, permitindo que os indivíduos realizem seus projetos pessoais e empresariais.

Sem os bancos, as pessoas teriam dificuldades para controlar e proteger seus recursos financeiros, o que afetaria diretamente a capacidade das empresas e do governo de investir e promover o crescimento econômico.

Além disso, os bancos desempenham um papel importante na estabilização da economia, monitorando e controlando a inflação, garantindo a saúde financeira do país e a estabilidade do poder de compra dos cidadãos.

Como os bancos funcionam?

Como intermediários financeiros, os bancos captam recursos financeiros de seus clientes e emprestam para outros ou investem em ativos financeiros.

Veja um exemplo de como isso funciona: quando alguém deposita dinheiro em sua conta corrente ou poupança, o banco utiliza esse dinheiro para emprestar para outra pessoa que contrata um empréstimo. Neste caso, ele cobra juros pela operação, o que lhe permite ganhar dinheiro enquanto ajuda outra pessoa a financiar seus projetos pessoais.

Além disso, os bancos investem em ativos financeiros, como títulos públicos e ações, para ganhar dinheiro com os lucros desses investimentos.

Outra característica dos bancos é que eles oferecem aos seus clientes serviços como pagamentos, emissão de cheques, entre outros, de modo com que as pessoas possam pagar contas ou enviar dinheiro a outras, utilizando um caixa eletrônico na agência física ou os serviços online, disponíveis no aplicativo bancário.

De forma resumida, os bancos captam recursos de seus clientes e os emprestam para outros, ou investem em ativos financeiros, enquanto oferecem serviços bancários para facilitar as transações financeiras dos seus usuários.

Atividades básicas de um banco

As atividades básicas de um banco podem variar de acordo com cada instituição financeira e país, no entanto, elas normalmente são:

  • Captação de recursos financeiros de clientes, principalmente através de depósitos à vista, poupança e contas correntes;
  • Emissão e gerenciamento de cartões de crédito e débito;
  • Oferecimento de contas correntes e poupança para pessoas físicas e jurídicas;
  • Realização de transferências e pagamentos, tanto dentro quanto fora do país;
  • Oferecimento de empréstimos pessoais e para negócios;
  • Aplicação de dinheiro em investimentos, como títulos públicos e ações;
  • Controle e investimento do dinheiro dos clientes de forma estratégica;
  • Oferecimento de seguros e previdência privada;
  • Fornecimento de serviços de câmbio de moeda estrangeira;
  • Oferecimento de assessoria financeira e investimentos;
  • Ajuda aos clientes nas questões fiscais e contábeis;
  • Ajuda na estabilidade econômica do país, contribuindo para controlar a inflação;
  • Oferecimento de serviços digitais para facilitar as transações financeiras;
  • Fornecimento de assessoria financeira e orientação para os clientes;
  • Preservação da segurança dos dados e recursos dos clientes.

Como os bancos ganham dinheiro?

  • Taxas: os bancos cobram taxas pelos serviços que oferecem, como manutenção de conta, emissão de cheques, transferências e pagamentos, entre outros;
  • Juros: eles também cobram juros sobre empréstimos e financiamentos que concedem, e recebem juros sobre investimentos e depósitos que mantêm;
  • Diferença de taxas de juros: os bancos emprestam dinheiro a juros mais altos do que os que pagam aos clientes pela manutenção de depósitos, essa diferença é chamada spread bancário e é uma das principais fontes de renda para os bancos;
  • Serviços financeiros adicionais: por fim, oferecem serviços, como seguros, cartões de crédito, investimentos, entre outros, que geram receita adicional.

É importante ressaltar que os bancos, como qualquer outra empresa privada ou pública, também têm que arcar com despesas, como salários, aluguel, energia e outros gastos operacionais, além de manter reservas para garantir a estabilidade financeira.

Como os bancos investem o dinheiro dos clientes?

  • Títulos públicos: os bancos compram títulos emitidos pelo governo, como títulos do Tesouro Nacional, para obter rendimentos;
  • Ações: também compram ações de empresas listadas na bolsa de valores, com o objetivo de obter rendimentos através de dividendos ou valorização das ações;
  • Empréstimos: os bancos emprestam dinheiro a outros clientes, como pessoas físicas e jurídicas, para financiar projetos pessoais ou empresariais, como casa própria, carro, educação, entre outros;
  • Fundos de investimento: oferecem aos clientes a possibilidade de investir em fundos de investimento, que são uma carteira diversificada de ativos, como ações, títulos públicos e imóveis;
  • Investimentos imobiliários: podem investir em imóveis, com o objetivo de obter rendimentos com aluguéis ou valorização do imóvel.

Vale destacar também que as instituições financeiras têm obrigações legais de garantir a segurança e a rentabilidade dos investimentos. Além disso, elas precisam seguir normas estabelecidas pelos órgãos reguladores para garantir a estabilidade financeira e proteger os interesses dos clientes.

No Brasil, as instituições financeiras são reguladas pelo Banco Central do Brasil (BACEN) e seguem as normas estabelecidas na Lei n° 4.595/64, que criou o Sistema Financeiro Nacional.

Como escolher o banco certo?

Abaixo, você confere quais são os principais fatores que você deve levar em consideração no momento de escolher o banco ideal para as suas condições e necessidades.

Taxas e tarifas

É importante comparar as taxas e tarifas cobradas pelos bancos para verificar qual é a mais vantajosa para suas necessidades:

  • Saque;
  • Transferência;
  • Manutenção de conta;
  • TED e DOC (transferências feitas dentro do mesmo banco);
  • Emissão de boletos bancários;
  • Anuidade do cartão de crédito;
  • Juros sobre o saldo devedor do cartão ou empréstimo;
  • Tarifas de investimentos e outras transações bancárias.

Serviços oferecidos

Verifique quais são os serviços oferecidos pelo banco, como internet banking, mobile banking, cartões de crédito e débito, entre outros, e se eles atendem às suas necessidades.

Segurança e proteção de dados

Certifique-se de que o banco tem medidas de segurança robustas para proteger seus dados e recursos financeiros. Para isso, você pode acessar o site ou aplicativo bancário e encontrar as devidas informações na seção "Segurança" ou "Privacidade".

Atendimento ao cliente

O atendimento ao cliente é fundamental para resolver problemas e sanar dúvidas. Verifique se o banco oferece um bom atendimento online, telefônico e presencial, e se eles são eficientes e prestativos.

Melhores bancos por categorias de benefício

Para escolher o melhor banco digital, é importante entender as vantagens oferecidas por cada opção. Selecionamos os melhores bancos digitais para cada categoria de benefício, para que você possa escolher o que melhor se adequa às suas necessidades.

Benefício Banco
Cashback C6 Bank
Sem tarifas Banco Inter
Serviços gratuitos Banco Inter
Cartão de crédito sem anuidade Neon
Investimentos C6 Bank
Empréstimos e financiamentos Banco BV
Para negativados Banco Inter
Para menores de idade Next
Rendimento automático na conta Sofisa Direto

Melhores bancos de acordo com o Reclame Aqui

É crucial estar ciente das avaliações dos bancos digitais, mas também é importante considerar a classificação de suporte de cada um deles. Afinal, em caso de qualquer dificuldade ou questão, é com esse suporte que você precisará contar.

Banco Nota do Reclame Aqui
Sofisa Direto 8.6
Next 8.5
Neon 8.3
PagBank 8.2
Banco Inter 8.0
Banco PAN 7.6
Banco BV 7.2
Will Bank 7.0
C6 Bank 6.7
Banco Original 6.6

O que fazer em caso de problemas com o banco?

Problemas com bancos podem acontecer e é importante saber como lidar com eles. Um exemplo de situação comum pode ser uma cobrança indevida na conta, ou uma transação não autorizada. Se você tiver algum problema com o seu banco, há algumas coisas que você pode fazer para resolvê-lo:

  • Entre em contato com o gerente da conta: ele pode ajudar você a resolver o problema rapidamente e fornecer uma explicação;
  • Escreva uma carta de reclamação: caso o gerente da conta não solucione o seu problema, você pode escrever uma carta de reclamação, descrevendo o problema e fornecendo informações relevantes, como data e hora do incidente;
  • Entre em contato com a ouvidoria do banco: se o banco não corrigir o problema, você pode entrar em contato com a ouvidoria do banco para garantir que sua reclamação seja investigada;
  • Utilize os canais de atendimento ao cliente do banco: por fim, você também pode utilizar os canais de atendimento ao cliente, como o telefone, e-mail ou chat, para obter maiores informações e soluções para seus problemas.

É importante lembrar que manter uma comunicação clara e objetiva com o banco é fundamental para que o problema possa ser resolvido de maneira rápida e eficiente.

No entanto, caso o atendimento do banco seja insatisfatório e as soluções oferecidas não atendam às suas expectativas, você pode acionar o Procon de seu estado como medida adicional para regularizar a situação.

É importante se informar sobre os procedimentos e os direitos que você tem como consumidor, para que possa tomar as melhores decisões.

Descomplicamos?

O nosso objetivo é descomplicar os bancos e auxiliar você a encontrar o produto financeiro ideal. Consulte o seu CPF no Portal da Foregon e receba as melhores ofertas de cartão de crédito, conta digital e empréstimo, de acordo com o seu perfil. É rápido, grátis e totalmente seguro.

Consulte seu CPF grátis e receba as melhores ofertas!

Mais de 300 opções entre cartões de crédito, contas e empréstimos.

Consultar CPF grátis
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Guia Completo dos Bancos: Tudo o que você Precisa Saber

CDI, SELIC ou IPCA: Conheça os Indexadores dos Investimentos

Bolsa Americana: saiba como Investir no Exterior

Evite Multas: Saiba Declarar Imposto de Renda MEI

É Preciso Incluir Pensão Alimentícia no Imposto de Renda?

Sonegação de Impostos: como Evitar Problemas com a Receita

Conheça 5 opções de Investimentos de alto Retorno para Jovens

Foregon: Como usar a Plataforma para Planejar suas Finanças?