Ir para o conteúdo principal
Foregon.com

Prato Cheio Consulta: Como Verificar o Benefício?

Escrito por 

Atualizado em 
Revisado por Guilherme Dorneles

Qualidade editorial: Nosso conteúdo é construído por uma equipe profissional que coloca a dúvida do leitor no centro da sua escrita. Cada autor traz o seu conhecimento para responder e solucionar sua busca, entregando valor por meio da verificação de dados, aprofundamento da pesquisa e reputação do nosso site.

Segurança e privacidade: Somos responsáveis por manter seus dados protegidos quando você acessa nosso site. Trabalhamos com total transparência e respeito ao seu consentimento, colocando você no controle de seus dados. Conheça nossa política de privacidade.

No Distrito Federal, existe um programa que faz toda a diferença na vida de muitas famílias: o Prato Cheio.

Mais que ajudar a colocar comida na mesa, ele é uma mão estendida para as famílias que mais precisam, garantindo não só o alimento, mas também dignidade e um pouquinho de esperança para quem enfrenta tempos difíceis.

Para você entender o que é e solicitar o auxílio caso se encaixe nos requisitos, preparamos um conteúdo bem informativo. Aproveite a leitura!

O que você procura?

O que é o Cartão Prato Cheio?

Imagine ter um benefício que todo mês te dá uma força para comprar aqueles itens essenciais de supermercado.

Esse é o Cartão Prato Cheio, um benefício pensado para a população em vulnerabilidade social no Distrito Federal, no valor de R$150.

Seja para comprar o arroz, o feijão ou outro alimento, ele está lá, pronto para tornar a alimentação básica mais acessível.

Como fazer consulta Prato Cheio?

O processo de consulta é rápido, desenhado para que você não perca tempo e comece a aproveitar os benefícios.

Para descobrir se você é um dos beneficiários deste programa basta seguir o passo a passo abaixo:

Consultar o Prato Cheio pelo CPF

Você pode fazer a consulta prato cheio pelo CPF seguindo os passos abaixo: 

  1. Acesse o site GDF Social: gdfsocial.brb.com.br/;
  2. Clique no botão "CONSULTAR Prato Cheio";
  3. Informe seu CPF e Data de Nascimento;
  4. Marque a opção "Não sou um robô" e clique em "Avançar";
  5. Pronto! A próxima tela mostrará se você já é um beneficiário. Caso contrário, aparecerá a mensagem "Você não é beneficiário do programa neste momento".

Quem tem direito ao Cartão Prato Cheio?

Para conseguir o benefício do Cartão Prato Cheio, as famílias têm que cumprir alguns critérios básicos para terem seu pedido aceito. O principal e um dos mais importantes é estar com o CPF regularizado, além de:

  • Estar inscrito no Cadastro Único ou no Sistema Integrado de Desenvolvimento da Secretaria de Desenvolvimento Social;
  • Ser mulher que cuida de crianças de até 6 anos sozinhas;
  • Famílias com pessoas com deficiência;
  • Famílias com idosos;
  • Moradores de rua, orientados pela assistência social e em processo de saída da rua.

Como se cadastrar no Prato Cheio?

Neste cadastro deverão constar algumas informações, como:

  1. nome completo;
  2. nome dos familiares dependentes;
  3. CPF e RG;
  4. comprovante de endereço, se houver.

O cadastro costuma ser feito presencialmente, sendo feito por um atendente que auxiliará no preenchimento das informações.

Como se cadastrar na internet?

Para se candidatar ao programa Prato Cheio, é necessário realizar o cadastro presencialmente, seja no setor de Cadastro da sua cidade ou no CRAS mais próximo, onde você passará por uma avaliação. Isso garante a segurança e evita fraudes. 

Já a verificação de elegibilidade ao Prato Cheio pode ser feita online, acessando o site GDF Social com seu CPF e data de nascimento, após estar inscrito no CadÚnico.

Como saber se fui aprovado no Prato Cheio?

Para descobrir se você é um dos beneficiados pelo Prato Cheio, acesse o GDF Social com seu CPF e data de nascimento.

A consulta online revelará se você faz parte da lista de beneficiários. Você também pode verificar sua situação no CRAS da sua cidade.

Como faço para atualizar o Prato Cheio?

A atualização do benefício é geralmente automática, mas depende da precisão dos seus dados no CadÚnico.

Se o cartão estiver bloqueado ou houver mudanças em sua situação que precisem ser comunicadas, é preciso entrar em contato com a Secretaria de Desenvolvimento Social ou visitar o CRAS.

Onde o Cartão Prato Cheio é aceito?

A versatilidade é uma das grandes vantagens do Cartão Prato Cheio. Com ele, você pode fazer suas compras tanto em mercadinhos de bairro, quanto em grandes supermercados, onde a variedade e as promoções podem ajudar a esticar o benefício.

Perguntas frequentes

Como consultar o prato cheio pelo CPF?

Para consultar o Cartão Prato Cheio pelo CPF, siga estas etapas: Acesse o site oficial do GDF Social em gdfsocial.brb.com.br/. Localize e clique no botão "CONSULTAR Prato Cheio". No espaço indicado, insira seu CPF e sua data de nascimento. Marque a caixa "Não sou um robô" para prosseguir. Clique em "Avançar" para visualizar se você é um beneficiário do programa. Se você não for um beneficiário, a tela mostrará a mensagem "Você não é beneficiário do programa neste momento".

Como consultar o DF social pelo CPF?

Acesse o portal GDF Social pelo endereço: gdfsocial.brb.com.br/. Procure pela opção específica do programa que deseja consultar, se disponível. Insira seu CPF e demais informações solicitadas, como data de nascimento, seguindo o processo de verificação (marcação de "Não sou um robô" e clicar em "Avançar"). A resposta sobre sua situação no programa desejado será exibida na tela seguinte.

Qual é o aplicativo do prato cheio?

Não há um aplicativo do Cartão Prato Cheio. No entanto, é possível acessar informações e serviços relacionados ao benefício por meio de aplicativos governamentais mais amplos ou de plataformas de serviços sociais disponibilizadas pelo Governo Federal.

Compartilhe

Escrito por:

Nara Lima
UX Writer

Formada em Publicidade e Propaganda pela UniFAI, a Nara trabalha com redação profissional desde 2019. Além disso, já trabalhou com atendimento ao público e fez pesquisas para o governo pelo IBGE, aprendizados que leva hoje para sua escrita focada na experiência do usuário da Foregon.