Ir para o conteúdo principal
Foregon.com

Calculadora de Juros Compostos: Ajuda para suas Finanças

Camila SilveiraPublicado em

Ao utilizar uma calculadora de juros compostos, você consegue visualizar o montante final de um empréstimo ou investimento e, como resultado, planejar suas finanças de forma mais eficiente.

Entenda agora mesmo como os juros compostos funcionam e saiba como realizar este cálculo financeiro rapidamente para tomar melhores decisões financeiras para a sua vida.

Você encontra nesse artigo:

O que são juros compostos?

Os juros compostos são aqueles calculados sobre o montante total de um empréstimo ou investimento, incluindo já os juros acumulados.

Portanto, a cada período de tempo (por exemplo, a cada mês), eles são adicionados ao saldo devedor do empréstimo ou ao valor final do investimento, fazendo com que os juros do mês seguinte sejam calculados em cima desse novo valor.

Logo, eles podem ser extremamente vantajosos em investimentos de longo prazo, já que o valor aplicado tende a crescer exponencialmente, e ao mesmo tempo desvantajosos em casos de dívidas, uma vez que elas podem aumentar e se tornarem muito caras.

Como calcular os juros compostos?

Para calcular os juros compostos, é necessário utilizar a seguinte fórmula:

  • M = C * (1 + i)^t

Neste caso, M é o montante final (o valor total do empréstimo ou do investimento) C é o capital inicial (o valor inicial do empréstimo ou do investimento) i é a taxa de juros e t é o número de períodos de tempo (meses ou anos, por exemplo).

Na calculadora de juros compostos:

  1. Informe o valor que deseja investir inicialmente e mensalmente (opcional);
  2. Feito isso, insira a taxa de juros mensal ou anual envolvida na operação;
  3. Por fim, adicione o tempo que você deseja manter a aplicação e clique em "Calcular";
  4. Pronto! O valor total da operação com os juros compostos aparecerá na tela para você.

As calculadoras de juros compostos são muito úteis para entender como os juros podem afetar o valor final de um empréstimo ou investimento, de modo com que você consiga tomar melhores decisões financeiras, evitando cair em armadilhas.

Como os juros compostos podem impactar o seu bolso?

Veja como os juros compostos podem impactar o seu bolso tanto no caso dos empréstimos quanto no dos investimentos:

Juros compostos em empréstimos

Em casos de atraso no pagamento de empréstimos, há a incidência dos juros compostos, que fazem a dívida crescer rapidamente a cada dia ou mês. Isso dificulta você realizar o pagamento das parcelas e ainda exige uma parte significativa da sua renda.

Além disso, se você tiver diversas dívidas com juros compostos, isso complica ainda mais o seu controle financeiro, o que pode prejudicar drasticamente o seu orçamento. Por essas e outras, é fundamental pagar as dívidas com juros compostos o mais rápido possível, evitando a contração de dívidas desnecessárias.

Juros compostos em investimentos

Os juros compostos também podem ser usados em investimentos, fazendo com que o seu dinheiro cresça de forma contínua e exponencial, o que pode ser muito vantajoso para as suas finanças.

Isso ocorre porque o investimento que paga juros compostos adiciona eles ao saldo principal da sua aplicação e os juros futuros são calculadoras sobre essa quantia maior.

Por exemplo: se você investe R$ 1 mil em uma conta poupança que paga 10% ao ano, terá aproximadamente R$ 2.593,74 – o que representa um ganho de quase R$ 1.600 só de juros compostos.

Apesar dos pontos positivos, é importante lembrar que determinados investimentos também envolvem riscos e exigem que você tenha conhecimento sobre o mercado financeiro e suas oscilações para a diminuição de prejuízos.

Como os juros compostos afetam a economia?

Por estarem completamente atrelados aos empréstimos e investimentos, os juros compostos também podem afetar a economia do país de maneira geral, pois eles influenciam na forma como as pessoas e empresas recebem crédito e investem dinheiro.

Por exemplo, se as taxas de juros são altas, as pessoas físicas e jurídicas deixam de contratar empréstimos e financiamentos, já que as dívidas ficam caras, o que acaba impactando no crescimento econômico do país.

Além disso, os juros compostos afetam a inflação, uma vez que as taxas de juros são um fator importante na determinação deste índice, o que influencia positiva ou negativamente no poder de compra dos consumidores.

Qual é a diferença entre juros simples e juros compostos?

A principal diferença entre juros simples e juros compostos é como eles são adicionados ao saldo principal do empréstimo ou financiamento.

No caso do juros simples, eles são calculados apenas sobre o saldo principal original e não são acumulativos. Ou seja, o valor da dívida não aumenta ao longo do tempo.

Já com os juros compostos, eles são calculados sobre o saldo principal e são cumulativos, o que faz com que as dívidas aumentem rapidamente ao longo do tempo.

Imagine um exemplo onde você tem uma dívida de R$ 1 mil com juros de 10% ao ano. Se os juros forem simples, no final de dez anos, você terá de pagar R$ 2 mil, ou seja, somente R$ 1 mil de juros.

No entanto, se forem compostos, em dez anos, você terá de arcar com R$ 2.593,74, que representa quase R$ 1.600 de juros.

Vantagens da calculadora de juros compostos

  • Facilidade de uso: as calculadoras de juros compostas normalmente são fáceis de usar e permitem que você realize os cálculos de forma rápida e certeira;
  • Precisão dos resultados: essa ferramenta também fornece resultados precisos, o que pode ajudar você a tomar decisões melhores e mais informadas para a sua vida financeira;
  • Economia de tempo: com uma calculadora de juros compostos, você pode economizar mais tempo em comparação com fazer os cálculos de forma manual;
  • Comparação de opções de produtos e serviços financeiros: a ferramenta auxilia você a comparar diferentes opções de empréstimos, financiamentos e investimentos, de modo com que você consiga escolher a opção que oferece o melhor custo-benefício;
  • Planejamento financeiro: ao visualizar o montante final de um empréstimo, financiamento ou investimento, é possível planejar as suas finanças de forma mais assertiva;
  • Melhor entendimento dos juros compostos: por fim, a calculadora pode auxiliar você a entender melhor como os juros compostos funcionam e como eles podem afetar o seu bolso.

Perguntas Frequentes

O que são juros compostos?

Juros compostos são aqueles calculados sobre o saldo principal de uma dívida ou investimento. Ou seja, eles são cumulativos e fazem com que o valor da dívida ou investimento aumente ao longo do tempo.

Qual é a diferença entre juros compostos e simples?

Tanto os juros simples quanto os compostos são calculados sobre o saldo principal, no entanto, somente os compostos são acumulativos e aumentam o valor da dívida ao longo do tempo.

Como calcular juros compostos?

A fórmula para calcular os juros compostos é M = C * (1 + i)^t, onde M é montante final, C é capital inicial, i é a taxa de juros e t é o número de períodos de tempo (meses ou anos, por exemplo).

Como posso usar uma calculadora de juros compostos?

Na calculadora de juros compostos, forneça os valores de C (capital inicial), i (taxa de juros) e t (número de períodos de tempo), e obtenha o resultado do montante final M.

Quais são os riscos de tomar empréstimos ou financiamentos com juros compostos?

Caso você atrase o pagamento das parcelas de um financiamento ou empréstimo, haverá a incidência de juros compostos que fazem a dívida crescer ao longo do tempo.

Descomplicamos?

O nosso objetivo é descomplicar os assuntos sobre finanças, bem como auxiliar você a encontrar o produto financeiro ideal. Consulte o seu CPF agora mesmo no Portal da Foregon e receba as melhores recomendações de cartão de crédito, conta digital e empréstimo, de acordo com o seu perfil. É rápido e totalmente seguro.

Consulte seu CPF grátis e receba as melhores ofertas!

Monitore seu CPF e proteja seu nome contra fraudes.

Consultar CPF grátis
⭐⭐⭐⭐⭐ + 2.848.551 pessoas já consultaram

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Leia também

Aumento do salário mínimo 2024 e economia de horas extras

Posso Fazer Portabilidade de Salário Mesmo Devendo o Banco?

IGP-DI: Valor Atual e o Acumulado de 2023

IPC-Fipe 2023: Conheça o Índice de Preços ao Consumidor

Descubra Agora: Buser é Confiável? Uma Análise Detalhada

Poupançudo da Caixa: Como Adquirir os Cofres Divertidos?

Finanças para Millennials: um guia passo a passo

Como Declarar Imposto de Renda: Passo a Passo para 2024