Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Capital de giro: o que é e como funciona

Por Camila SilveiraPublicado em

Capital de giro são todos os recursos financeiros que as empresas têm para arcar com todos os seus custos operacionais: aluguel, impostos, compra de estoque, entre outros. Melhor dizendo, se uma empresa não conta com capital de giro, não sabe como ele funciona e possui muitas despesas operacionais, ela não tem nenhuma condição para se manter em funcionamento.

O que você procura?

Por que o capital de giro é tão importante?

A corporação que mantém o controle de suas finanças e sempre possui um valor disponível para cobrir todos os seus gastos irá contar com inúmeros benefícios. Caso contrário, terá a sua sobrevivência comprometida e poderá ser forçada a sair do mercado de trabalho.

Por isso, é extremamente importante ter administradores de qualidade que garantem o controle do capital de giro para o funcionamento da empresa. Pois, desta forma, ela conseguirá sanar suas dívidas de curto prazo, fazer investimentos a longo prazo e, principalmente, manter o caixa positivo.

Como manter o controle do seu negócio?

Tudo na teoria é mais fácil, mas vamos combinar: para você cumprir as obrigações financeiras e fazer investimentos para o futuro de uma empresa, basta ter planejamento e controle. Saiba mais sobre os seus segmentos:

Controle diário de caixa e banco

Gerenciar e registrar as entradas e saídas de dinheiro dos caixas é totalmente indispensável. Dessa forma, você consegue identificar quais são os valores que foram para as despesas pagas, compras de estoque, aluguel e até estimar o tempo do crescimento orgânico do seu negócio. 

Controle de vendas e estoques

Registrar as vendas e os seus tipos (à vista, a prazo, etc.) é muito importante também, pois torna-se possível estimar o volume do capital de giro a ser trabalhado no mês atual e, a partir dessas informações, se planejar financeiramente para o mês seguinte. 

Controle de despesas

Por último, mas não menos importante: estimar os preços das contas que a empresa vai pagar e receber é extremamente fundamental, pois esses valores terão impacto direto no volume financeiro disponível no mês inteiro.

Problemas causados pela má gestão do capital de giro

Em vista de todas as informações citadas no texto, deu para entender que é essencial saber administrar o capital de giro do seu negócio. Caso contrário a empresa terá os riscos operacionais aumentados, diversos problemas financeiros e, consequentemente, o caixa negativo.

Por isso, é ideal que os gestores obtenham o máximo de capital de giro possível e analisem quais são as áreas que geram lucro para a empresa. Saber definir os custos e organizá-los de maneira correta é fundamental para garantir a sobrevivência do negócio.

Você vai gostar de saber

Restou alguma dúvida? Deixe um comentário e até a próxima!

 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Guia Completo dos Bancos: Tudo o que você Precisa Saber

CDI, SELIC ou IPCA: Conheça os Indexadores dos Investimentos

Bolsa Americana: saiba como Investir no Exterior

Evite Multas: Saiba Declarar Imposto de Renda MEI

É Preciso Incluir Pensão Alimentícia no Imposto de Renda?

Sonegação de Impostos: como Evitar Problemas com a Receita

Conheça 5 opções de Investimentos de alto Retorno para Jovens

Foregon: Como usar a Plataforma para Planejar suas Finanças?