Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Carteiras de investimentos prontas: veja se vale a pena apostar nelas

Por Sabrina VansellaPublicado em

Praticidade é o que a maioria das pessoas buscam, e não seria diferente com os investimentos. São tantas opções que até mesmo escolher produtos se torna uma tarefa árdua, principalmente para quem não tem muito tempo e conhecimento sobre o assunto.

Com foco em atingir este público, as gestoras apostam em produtos completos, ou seja, carteiras de investimentos prontas e diversificadas (Renda Fixa e Renda Variável), até mesmo com opções no Brasil e no exterior. 

Os termos "fundos de alocação" e "carteira de investimento" não são novos, mas a popularização vem se tornando atual desde então, principalmente com um novo público interessado no mercado financeiro

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Lucas Radd, responsável por portfólios e advisory do Inter Invest, divisão de investimentos do Banco Inter, diz que "a simplificação é uma tendência. As pessoas têm cada vez menos tempo, querem soluções tecnológicas para lhes poupar esforços e tempo. Quem gosta de estudar e escolher seus investimentos já tem muitas opções no mercado. Quem tinha pouca solução a baixo custo é quem delega a escolha".

Atualmente, além de profissionais específicos capacitados em recomendação de investimentos ou corretoras, as instituições financeiras tradicionais também estão investindo em produtos desse tipo. Itaú, Banco do Brasil, Santander, Safra, Caixa, Inter, XP e Nubank, são exemplos de empresas que oferecem esse tipo de serviço.

A verdade é que não existe a resposta correta sobre a compensação das carteiras de investimentos prontas. Ao tomar a decisão de investir nesta opção, é preciso equilibrar as vantagens e desvantagens e definir o que é melhor para você. 

Vantagens

O grande benefício ao investir em fundos de alocação é que a própria carteira vai entregar acesso a diferentes ativos englobados. Essa pode ser uma decisão para aqueles que não possuem alto capital para investimentos.

Além disso, a preocupação com notícias e eventos no nível micro não são tão relevantes nas carteiras de investimentos prontas, pois mexem menos na distribuição do portfólio e sempre buscam ter uma visão holística do período.

Outra vantagem apresentada é a diversificação do produto, isso também é importante para garantir o retorno e proteger de riscos, afinal, a volatilidade é menor.

Confira opções disponíveis no mercado de fundos de investimentos diversificados

Fundo Patrimônio de fundo (R$ milhões) Retorno em 2021 até abril (em %) Retorno em 12 meses até abril de 2021    (em%) Número de cotistas
BB Carteira 3.375 1,3 7,0 38.702
BB Carteira Investimento Plus 457 4,0 nd 9.084
Bradesco Alocação Arrojada 1.042 -0,9 3,4 10.287
Bradesco Alocação Dinâmica 2.461 -0,7 2,5 20.847
Bradesco Alocação Moderada 900 -0,6 2,0 11.947
Bradesco Multigestor 676 -0,1 2,3 8.222
BTG Access Balanceado 279 -0,2 13,6 1.712
Caixa Multigestor 460 0,2 7,2 3.580
Guide AAA Allocation 111 1,5 10,1 1.615
Inter CarteiraWinArrojada* 1 nd nd 1.106
Inter CarteiraWinModerada* 1 nd nd 805
Intr Selct Mlt Estrtg 30 0,1 11,4 9.734
Itaú Carteira Agressivo 83 0,3 nd 1.162
Itaú Carteira 15.318 0,5 15,8 172.702
Itaú Seleção Multifundos 8.223 -0,3 5,1 99.106
Itaú Seleção Multifundos Plus 4.733 2,6 15,7 22.809
Safra Allocation Dynamic 13 0,5 15,1 310
Safra Allocation Moderate 27 0,5 12,7 432
Sagra Faraday Special 1.110 1,4 11,4 10.179
Santander Carteira Crescim 69 -0,9 9,3 9.145
Santander Carteira Dinâm 30 -1,0 13,5 3.686
Santander Carteira Equilíb 81 -0,6 5,4 11.000
Vitreo Carteira Universa 1.385 2,2 17,0 28.244
Vitreo FOF Melhores Fundos 916 3,0 19,4 25.112
Warren Ohama 61 5,1 14,5 19.587
XP DNA Brave 43 3,2 nd 11.816
XP DNA Defense 93 1,4 nd 6.037
XP DNA Energy 272 2,6 19,2 31.146
 XP DNA Serenity 103 1,2 nd 7.279
XP DNA Strategy 435 1,8 12,5 23.883
XP DNA Vision 210 2,2 16,0 20.609

Fonte: Valor Investe. 

Desvantagens

O caminho mais rápido nem sempre é o mais vantajoso, e é isso que pode acontecer ao investir neste tipo de produto. Como a decisão do investimento está na mão do gestor, o investidor não consegue alterar algo específico da estratégia de alocação do fundo.

Ou seja, um dos aspectos mais relevantes é a falta de personalização. Apesar de considerar características específicas como liquidez, retorno ou risco, os resultados não estão propriamente alinhados às necessidades como Pessoa Física. 

Outro ponto que deve ser levado em consideração, é de que a comodidade também cobra um preço. A taxa de administração dos fundos de alocação variam por casa e produto mas estão na faixa de 1% a 1,5% ao ano.

Vale a pena?

Agora que apresentamos os pontos positivos e negativos das carteiras de investimento prontas, cabe a você definir se vale a pena ou não. Primeiro, analise o seu perfil de investimento e trace seus objetivos. Caso as suas metas estejam alinhadas com os ativos indicados, pode ser uma boa ideia realizar o investimento.

Por ser elaborado por profissionais, os fundos de alocação podem facilitar o processo para iniciantes, mas sempre esteja atento para decidir corretamente.

Informamos?

Caso tenha gostado deste artigo, não esqueça de clicar no curtir. Se tiver alguma dúvida, faça um comentário. Até breve! 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Sabrina Vansella

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos noticiosos e sobre dicas financeiras. Procura simplificar e melhorar a qualidade de vida dos usuários e, para isso, preza por uma pesquisa assídua e uma escrita clara.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Décimo terceiro salário: como e onde investir?

Investimento: opções para curto, médio e longo prazo

Liquidez nos investimentos: o que é? Quais os tipos?

Fundos de Fundos (FoF): o que são e como funcionam

Reforma tributária do IR: como ficam os investimentos em Renda Fixa?

Investir gastando menos? Conheça 19 ações que negociam abaixo do seu valor patrimonial

CDB do PagBank rende 200% do CDI, mais que o dobro da poupança

Carteiras de investimentos prontas: veja se vale a pena apostar nelas