Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Como calcular o limite do empréstimo consignado?

Por Camila SilveiraPublicado em

Se você está pensando em contratar um empréstimo consignado, saiba que antes disso, é necessário saber como calcular o limite. Ele existe para controlar os gastos do consumidor, fazendo com que o valor disponibilizado não afete todo o orçamento mensal de quem o contratou, evitando ainda mais dívidas.

Para ajudar você nessa missão, nós criamos esse artigo para te ensinar como calcular o limite do crédito consignado. Continue a leitura e esclareça todas as suas dúvidas!

Como calcular o limite do consignado? 

O limite do empréstimo consignado é determinado de acordo com o valor do salário pago ao contratante mensalmente.

Pela lei, só é possível comprometer 35% da renda mensal do usuário nessa modalidade de empréstimo. Essa é a famosa margem consignável, sendo 30% destinado ao crédito consignado e 5% ao cartão de crédito consignado.

Você poderá contratar um empréstimo utilizando a porcentagem total de uma só vez ou diversas vezes até completar a margem disponível.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Veja um exemplo na prática: se você recebe um salário líquido no valor de R$ 1.100, basta multiplicá-lo por 0,3. Nesse caso, você terá uma margem de R$ 330. Veja como fica a simulação de um empréstimo consignado no valor de R$ 6 mil:

  • Valor do benefício: R$ 1.100;
  • Margem consignável: R$ 330;
  • Valor que deseja contratar: R$ 6.000;
  • Taxa de juros: 1,35% ao mês;
  • Valor das parcelas: 84 vezes de R$ 125;
  • Margem consignável restante: R$ 205.

Observação importante: a taxa de juros acima é ilustrativa, ou seja, ela pode variar de acordo com a instituição. Sendo assim, não se esqueça de consultar qual será a taxa da sua operação para ver se ela está de acordo com as suas condições financeiras.

Lei do empréstimo consignado em folha de pagamento

A Lei Nº 10.820/2003, mais conhecida como a "Lei do Empréstimo Consignado" traz as diretrizes de autorização do desconto em folha de pagamento do beneficiado. Além disso, trata ainda sobre as demais regras dessa modalidade de empréstimo.

Além dessa lei tratar exclusivamente das regras do consignado para segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), ela também se aplica a todos os funcionários atendidos pela Consolidação das Leis do Trabalho.

Novo limite do crédito consignado

A margem consignável teve um aumento de 5% devido a crise causada pela pandemia da Covid-19. Sendo assim, os aposentados e pensionistas do INSS passaram a ter 35% da renda mensal reservados para o empréstimo consignado. Como resultado, o limite de crédito consignado também aumentou.

Apesar disso, vale ressaltar que essa é uma medida emergencial, estabelecida pela Lei 14.131/2021, que ficará válida até o dia 31 de dezembro de 2021.

Sendo assim, para quem tem uma renda líquida de R$ 1.100, por exemplo, a margem sobe de R$ 330 para R$ 385.

Veja um exemplo de qual valor pode ser contratado com esse novo limite do consignado:

  • Valor do benefício: R$ 1.100;
  • Margem consignável disponível: R$ 55;
  • Taxa de juros: 1,35% ao mês;
  • Valor que pode contratar: R$ 2.640;
  • Valor das parcelas: 84 vezes de R$ 55.

Assim como no exemplo anterior, essa taxa de juros é somente um exemplo, podendo mudar dependendo do valor contratado, do seu tipo de benefício e da instituição financeira.

Entenda como funciona a margem consignável

A margem consignável é o valor máximo que pode ser retirado do seu salário ou aposentadoria todos os meses para quitar o empréstimo. Ou seja, é o limite de descontos que você pode ter na folha de pagamento. Esse valor foi determinado para evitar o superendividamento dos consumidores.

Sendo assim, é possível contratar um empréstimo consignado e ainda ter recursos para demais gastos necessários. Até o momento, são reservados 40% da renda mensal, sendo divididos em:

  • 35% de margem consignável para empréstimos;
  • 5% de margem consignável para cartão de crédito consignado.

Lembrando que, de acordo com a Lei 14.131/2021, a margem de 40% é temporária, tendo a validade até o dia 31 de dezembro de 2021.

Você pode calcular a sua margem e consultá-la através do Extrato de Empréstimos Consignados, disponível no site ou aplicativo Meu INSS (iOS e Android).

Quais são os fatores que podem prejudicar o limite do empréstimo consignado?

O limite do seu empréstimo pode ser prejudicado pela sua idade: quanto mais velho, menor é o limite liberado. Vale ressaltar que a idade máxima para contratar um crédito consignado é de 74 anos e 11 meses.

Como contratar um empréstimo consignado?

Aqui na Foregon você encontra uma lista com as melhores opções de empréstimo consignado. Conheça, compare e escolha a opção que melhor atenda às suas necessidades:

Não tem margem consignável? Veja o que fazer

Se você já utilizou a sua margem consignável e precisa de dinheiro urgentemente, a portabilidade de crédito pode ser ideal para o seu momento.

Com essa opção, você pode realizar a transferência do seu consignado para outra instituição financeira e receber a diferença (troco) diretamente em sua conta!

Além disso, você também pode solicitar a diminuição do valor da parcela e liberar a margem consignável. 

De toda maneira, é importante que você estude essa possibilidade com muita cautela e planejamento para não tomar nenhuma decisão incorreta.

Gostou do conteúdo?

Esperamos ter ajudado você com esse artigo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Como saber a taxa de juros de um empréstimo?

Empréstimo consignado do INSS: confira as novas regras para 2022

Mercantil do Brasil: saiba como antecipar até 5 parcelas do seu FGTS

Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil aprovam empréstimo para negativados

Empréstimo Biva Pagseguro: conheça

Como calcular o limite do empréstimo consignado?

Conheça o empréstimo consignado do Banco Industrial

5 coisas que você precisa saber sobre o empréstimo consignado