Ir para o conteúdo principal
Foregon.com

Como Declarar a Poupança no Imposto de Renda?

Por Camila SilveiraPublicado em

A poupança, apesar de suas limitações como investimento em relação à inflação, continua a ser amplamente popular entre os brasileiros. Muitos optam por manter seu dinheiro nessa modalidade, seja por comodidade, segurança ou falta de conhecimento sobre alternativas mais rentáveis. No entanto, é importante estar ciente de que a poupança também requer atenção quando se trata de questões fiscais.

Se você possui valores investidos na caderneta de poupança ou fez saques após 31 de dezembro de 2021, é necessário realizar a declaração desses valores à Receita Federal. Embora a poupança seja considerada uma aplicação isenta de impostos, o seu saldo e eventuais rendimentos devem constar na declaração de Imposto de Renda, para garantir a conformidade com as normas fiscais vigentes.

Neste contexto, surgem diversas dúvidas sobre como proceder corretamente ao declarar a poupança. Para ajudar a esclarecer essas questões, abordaremos a seguir os principais aspectos relacionados à declaração desse tipo de investimento. Entender quando e como declarar a poupança pode garantir uma relação transparente com a Receita Federal, evitando possíveis complicações futuras.

O que você procura?

Quando é necessário declarar rendimentos da poupança?

Ao contrário de muitos investimentos de renda fixa, como a caderneta de poupança, não há a exigência de pagar Imposto de Renda sobre o montante aplicado nem sobre os rendimentos gerados por ela.

No entanto, é importante destacar que há uma condição que pode fazer com que seja necessário declarar a poupança. Essa condição ocorre quando o valor investido na caderneta ultrapassa o montante de R$ 140. Se você possui uma quantia superior a esse limite aplicada na poupança, então é chegada a hora de fazer a declaração.

No entanto, se você não se enquadra nesse cenário e também não atende a nenhum dos outros critérios estabelecidos pela Receita Federal para a obrigatoriedade de declaração, pode ficar tranquilo(a): não será necessário declarar nada relacionado à sua poupança.

Como declarar a poupança no Imposto de Renda?

Primeiramente, é essencial solicitar ao banco onde você possui a poupança o envio do informe de rendimentos. Esse documento será fundamental para orientar toda a declaração, abrangendo não apenas a poupança, mas também outros bens e rendimentos que você possua.

Caso você tenha mais de uma conta poupança, é importante ressaltar que a declaração deverá ser realizada separadamente. Cada conta requererá uma declaração individual, com base no informe de rendimentos fornecido por cada instituição financeira.

Uma vez que você tem em mãos o informe de rendimentos, basta seguir os passos abaixo para declarar a poupança no Imposto de Renda:

  1. Acesse a ficha "Bens e direitos";
  2. Escolha o código 04, referente a "Aplicações e Investimentos";
  3. Selecione a opção 01, que representa "Depósito em conta poupança";
  4. No campo de localização, preencha com "105 – Brasil" caso a conta seja nacional, ou insira o código correspondente ao país em que a aplicação está custodiada, se for o caso;
  5. Na seção "Discriminação", informe os seguintes dados:
    • Nome e CNPJ do banco onde a poupança foi realizada;
    • CNPJ da instituição financeira;
  6. No campo "Situação em 31/12/2022", insira o valor indicado no informe de rendimentos;
  7. Na seção "Situação em 31/12/2021", digite o valor declarado no ano anterior.

Seguindo essas etapas, você conseguirá realizar a declaração correta da sua poupança no Imposto de Renda, garantindo assim a conformidade com as normas fiscais vigentes.

Como declarar os rendimentos da poupança no IR?

Quando se trata dos rendimentos, os passos a serem seguidos apresentam algumas diferenças. Para recapitular, os rendimentos são os valores percentuais que foram gerados a partir dos seus investimentos, ou seja, os juros que você recebeu ao longo do tempo do dinheiro investido.

Para realizar a declaração corretamente, também é necessário ter em mãos o informe de rendimentos. Vale ressaltar que a atenção é crucial, pois uma declaração incorreta pode resultar em problemas futuros e até mesmo na temida malha fina.

Com o informe de rendimentos em mãos, siga os passos a seguir:

  1. Acesse a ficha "Rendimentos Isentos e Não Tributáveis";
  2. Selecione o código 12, referente a "Rendimentos de poupanças, Letras Hipotecárias, Letras de Crédito do Agronegócio e Imobiliário (LCI e LCA) e Certificados de Recebíveis do Agronegócio e Imobiliário (CRA e CRI)";
  3. No campo "Tipo de beneficiário", indique se a poupança está em seu nome ou no nome de algum dependente;
    • Se a aplicação estiver em nome de outra pessoa, forneça os dados correspondentes a ela;
  4. No campo "Discriminação", informe os seguintes dados:
    • Nome e CNPJ do banco onde a poupança foi realizada;
    • CNPJ da instituição financeira;
  5. No campo "Valor do rendimento", digite o saldo da aplicação no ano correspondente à declaração, conforme indicado no informe de rendimentos.

Ao seguir essas etapas, você estará declarando corretamente os rendimentos da poupança no Imposto de Renda, garantindo assim a conformidade com as normas fiscais vigentes. Lembre-se sempre de conferir todos os dados e valores para evitar eventuais problemas e assegurar uma declaração precisa.

Descomplicamos?

O nosso objetivo é descomplicar os bancos e auxiliar você a encontrar o produto financeiro ideal. Consulte o seu CPF no Portal da Foregon e receba as melhores ofertas de cartão de crédito, conta digital e empréstimo, de acordo com o seu perfil. É rápido, grátis e totalmente seguro!

Consulte seu CPF grátis e receba as melhores ofertas!

Monitore seu CPF e proteja seu nome contra fraudes.

Consultar CPF grátis
⭐⭐⭐⭐⭐ + 2.848.551 pessoas já consultaram

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Leia também

Aumento do salário mínimo 2024 e economia de horas extras

Posso Fazer Portabilidade de Salário Mesmo Devendo o Banco?

IGP-DI: Valor Atual e o Acumulado de 2023

IPC-Fipe 2023: Conheça o Índice de Preços ao Consumidor

Descubra Agora: Buser é Confiável? Uma Análise Detalhada

Poupançudo da Caixa: Como Adquirir os Cofres Divertidos?

Finanças para Millennials: um guia passo a passo

Como Declarar Imposto de Renda: Passo a Passo para 2024