Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Como investir em Fundos Imobiliários?

Thais SouzaPublicado em

Se você cansou de investir em Renda Fixa e quer garantir mais dinheiro com seus investimentos, os FIIs são ótimas opções dentro da Renda Variável, já que possuem risco moderado e podem fazer o seu dinheiro render bem mais. Saiba como investir em Fundos Imobiliários para diversificar a sua carteira e aproveitar todas as vantagens!

Você encontra nesse artigo:

O que são Fundos Imobiliários?

Que o mercado imobiliário oferece ótimos retornos, isso todo mundo sabe. Mas, você já imaginou lucrar com imóveis sem precisa adquirir um diretamente?

Os Fundos de Investimentos Imobiliários, também conhecidos como FII, são um tipo de investimento no mercado imobiliário.

Funciona da seguinte maneira: o investidor adquire cotas de determinado imóvel, que podem ser de shoppings, agências bancárias, hospitais, hotéis, lajes corporativas, galpões, entre outros, e recebe os rendimentos dessa propriedade.

Os rendimentos são obtidos a partir do aluguel do imóvel ou da venda. Então, os valores são divididos entre os investidores, de acordo com o número de cotas que eles adquiriram.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Portanto, com os Fundos Imobiliários você se torna um "dono" daquele imóvel e recebe uma espécie de aluguel mensal, que na verdade são os rendimentos do investimento.

Normalmente, as cotas de FIIs são para empreendimentos grandes, como shoppings. Assim, o imóvel terá uma diversificação de inquilinos, o que minimiza o risco de fortes oscilações na distribuição de rendimentos. Por isso, mesmo sendo Renda Variável, os FIIs oferecem menos risco do que investir em ações, por exemplo.

Vantagens de investir em FIIs

  • Investir em grandes empreendimentos: seu dinheiro pode ser investido em shoppings famosos, bancos, hospitais e outros empreendimentos grandes e famosos;
  • Isenção de Imposto de Renda: todo o lucro que é distribuído para os cotistas (investidores) é isento de Imposto de Renda;
  • Investimento inicial baixo: você pode começar a investir com pouco dinheiro;
  • Liquidez: as cotas de FIIs são negociadas diretamente em Bolsa de Valores. É possível comprar e vender as cotas quando for conveniente para você;
  • Praticidade para quem quer investir em imóveis: você não precisará comprar um imóvel diretamente, com os Fundos Imobiliários você está livre das complicações burocráticas.

Tipos de Fundos Imobiliários

Conheça os principais tipos de Fundos Imobiliários existentes no mercado:

  1. Fundos de tijolo: fundo de imóveis comprados ou construídos com o intuito de locação. O investidor recebe, periodicamente, na forma de dividendos, uma quantia proporcional em dinheiro referente aos aluguéis;
  2. Fundos de papel: títulos ligados ao setor imobiliário, em que o dinheiro do investidor é destinado à aplicação em Letras de Crédito Imobiliário (LCI), Letras Hipotecárias (LH), certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), entre outros investimentos imobiliários;
  3. Fundos de fundos: as cotas do investidos são aplicadas em outros fundos imobiliários, o que permite maior diversificação do investimento;
  4. Fundos de desenvolvimento: investimento na construção de imóveis para a venda. Os investidores lucram a partir da diferença entre o preço da construção e a venda dos imóveis no mercado.

Comprar FIIs ou imóveis? Qual o melhor investimento?

Fundos Imobiliários Compra de imóveis
Valor baixo Valor alto
Alta liquidez Baixa liquidez
Rendimento isento de IR Renda com aluguel é tributada
Sem burocracia Burocracia para a documentação
Gestão profissional Não conta com gestão de profissionais
Investimento diversificado Sem diversificação
Vários tipos de imóveis e setores Poucos tipos de imóveis
Poucas taxas ou taxa zero dependendo da corretora Gastos com o imóvel e sua preservação

Como investir em Fundos Imobiliários?

Desde 2020, os Fundos Imobiliários ganharam o gosto do consumidor Pessoa Física. Antes disso, os FIIs eram um investimento mais conhecido entre empresas que queriam lucrar com imóveis.

Para investir em Fundos Imobiliários você só precisa ter uma conta em uma corretora. O grande diferencial dos FIIs é que eles são negociados na Bolsa de Valores, ou seja, você pode comprar uma cota de um FII da mesma forma que você compra uma ação.

Consulte seu CPF grátis e receba as melhores ofertas!

Mais de 300 opções entre cartões de crédito, contas e empréstimos.

Consultar CPF grátis
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Mas antes de começar a investir em Fundos Imobiliários, é importante lembrar que este é um investimento de Renda Variável, ou seja, que possui riscos. Por isso, é necessário estar atento a alguns pontos:

Saiba seu perfil de investidor

Os Fundos Imobiliários são um tipo de investimento de risco. Portanto, para investir neles, é preciso ter o perfil moderado ou arrojado. Você sabe o seu perfil de investidor? Basicamente, ele define se você é apto a correr riscos com seu dinheiro ou se deve investir em aplicações mais seguras:

  • Conservador: aqueles que não estão dispostos a correr muitos riscos e preferem a segurança do que uma maior rentabilidade;
  • Moderado: é um perfil que tem tolerância a riscos de longo prazo e escolha de alternativas mais arriscadas, porém, ainda dá muita importância para a segurança nos investimentos;
  • Arrojado: está disposto a sofrer riscos mais altos se para ter rendimentos melhores. Tem conhecimento do mercado e investe mais em Renda Variável.

Construa sua reserva de emergência

Quem investe sem montar uma reserva de emergência poderá perder todos seus lucros do investimento. Isso porque, sempre que surgir uma emergência, o investidor poderá resgatar o dinheiro que foi investido para arcar com a emergência financeira.

Por isso, é essencial montar sua reserva antes de começar a investir. Ela nada mais é do que um montante equivalente a seis vezes o valor do seu salário. Esse valor deverá ficar guardado para emergências.

Estude o mercado imobiliário

Por se tratar de investimento em imóveis, você deve estudar o mercado imobiliário antes de investir. Por exemplo, se você vai investir em um shopping, é importante conhecer a localização dele para saber se será rentável.

Também verifique se o setor que aquele imóvel vai seguir é rentável para o período. Por exemplo: o que você acha mais vantajoso: investir em um hotel ou em um galpão? A resposta vai depender dos seus objetivos!

Confira a lista completa de FIIs de empresas dos mais diversos setores do mercado, para você investir e se tornar sócio para receber uma participação da distribuição de lucros.

Abra uma conta em uma corretora

Por fim, para começar a investir em Fundos Imobiliários você deverá ter uma conta em uma corretora de investimentos. Escolha uma corretora confiável, segura e que oferece a opção de FIIs.

Após escolher, baixe o aplicativo ou entre no site da Corretora e faça o seu cadastro. Após a abertura da conta, você poderá investir no Fundo Imobiliário que desejar.

Dúvidas frequentes (FAQ)

O que são cotas de Fundos Imobiliários?

Um FII é dividido em cotas, que representam uma pequena parte do patrimônio total do fundo, sendo está a cota patrimonial. Quanto mais cotas você comprar, maiores serão seus lucros. Um Fundo é constituído por uma gestora e dividido em milhares (ou até mesmo milhões) de cotas;

Qual o valor mínimo para investir em Fundos imobiliários?

É possível investir em Fundos Imobiliários a partir de uma única cota. Existem cotas que custam menos de R$ 100. Portanto, você consegue investir em FIIs com apenas R$ 100. Mas vale lembrar que quanto mais cotas você comprar, maiores serão seus lucros.

Quando são pagos os rendimentos dos FIIs?

Cada FII tem regras próprias, mas, em geral, os rendimentos são declarados no final do mês e o pagamento é feito após essa declaração.

Quais os custos para investir em Fundos Imobiliários?

Taxa de administração, o custo por ordem (B3), de 0,03%, e o Imposto de Renda, cobrado apenas na venda das cotas, em 20% sobre a valorização da cota, e não sobre o valor total investido.

Onde investir em Fundos Imobiliários?

As cotas dos Fundos Imobiliários são negociadas na Bolsa de Valores. Para investir na Bolsa você precisa de uma conta em uma corretora.

Quais os tipos de rendimento dos Fundos Imobiliários?

É possível obter rendimentos com a compra e venda de cotas de FIIs ou com uma renda mensal, que equivale a um aluguel.

Fundos Imobiliários são investimentos de Renda Fixa ou Variável?

Os Fundos Imobiliários são investimentos de Renda Variável.

É seguro investir em Fundos Imobiliários?

Sim. Apesar de ser um investimento de Renda Variável, os FIIs são investimentos de risco baixo, já que os melhores FIIs buscam grandes e ótimos empreendimentos e bons inquilinos, além de contar com gestão profissional para a administração dos recursos e expansão do Fundo.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com o nosso conteúdo. Qualquer dúvida, basta deixar um comentário para nós. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

3 investimentos de renda fixa para ganhar dinheiro com a alta da Selic

O que são criptomoedas?

Quanto rende 1 milhão na poupança? É uma boa opção?

Previdência privada: como funciona e como investir?

Qual é o futuro das criptomoedas e do metaverso? Saiba mais

Taxa DI hoje: entenda como descobrir e fazer a consulta

Juros da Poupança: saiba qual o rendimento hoje!

Como investir em Fundos Imobiliários?