Foregon.comConteúdos
    1. Dicas Financeiras

    Saiba como recolher o INSS como autônomo e quais são as vantagens

    Por ForegonPublicado em
    Compartilhe

    Pagando o INSS como autônomo, você garante alguns benefícios interessantes como se aposentar e ainda contar com auxílio-doença e salário maternidade. No entanto, uma possível reforma da previdência está bastante próxima, por isso, algumas coisas podem mudar.

    Hoje existem duas formas dos autônomos contribuírem para o INSS. A primeira é pelo plano comum de contribuição, já a segunda, é através do plano simplificado de contribuição. A principal diferença é que dentro do plano normal o contribuinte tem direito à contagem de serviço enquanto o simplificado não.

    A principal questão é: vale mais a pena ser autônomo ou abrir uma empresa? Para saber qual opção é mais vantajosa, é ideal avaliar todos os pontos de acordo com a sua necessidade.

    Você pode pagar o INSS como autônomo?

    Antes de saber como é possível pagar esse benefício, você deve saber se faz parte do público-alvo. Portanto, só consegue pagar a Guia da Previdência Social (GPS) como autônomo quem trabalha por conta própria e presta serviço para pessoa física.

    Como descobrir o tempo de contribuição?

    Veja como descobrir isso de maneira prática:

    • Ir até uma agência da Previdência Social e solicitar essa informação;
    • Correntistas do Banco do Brasil podem conferir esse dado nos terminais de autoatendimento. Basta selecionar “Outros extratos” e, em seguida, a opção 20;
    • Por outro lado, correntistas da Caixa Econômica Federal podem encontrar essa resposta diretamente pelo Internet Banking.

    Como pagar o INSS como autônomo?

    O primeiro passo de como pagar o INSS como autônomo é a sua inscrição no Programa de Integração Social (PIS). Após fazer o registro, o autônomo é inscrito como “contribuinte individual”. Por conta disso, será indispensável que você possua registro no programa de integração social ou no PIS.

    Aqueles que já trabalharam de carteira assinada provavelmente já possuem um número. No entanto, aqueles que nunca contribuíram podem se inscrever pela internet.

    Escolha o tipo de contribuição e quanto você vai pagar

    Depois disso, será necessário escolher o plano de contribuição. Lembre-se que é preciso fazer o pagamento da Guia da Previdência Social (GPS). Esse será o seu “carnê do INSS”, ele pode ser preenchido tanto pela internet, quanto manualmente.

    Como preencher?

    Pela internet:

    1. Acesse o Sistema de Acréscimos Legais (SAL) e escolha uma das opções: “Contribuintes filiados à Previdência Social antes de 29/11/1999” ou “Contribuintes filiados à Previdência Social a partir de 29/11/1999”;
    2. Depois de selecionar a categoria e inserir o número do seu PIS/NIT/PASEP, preencha as informações que o site como, por exemplo, a data e o valor do que você recebe;
    3. Por fim, selecione a data que você quer fazer o pagamento, clique no botão “gerar GPS” e imprima o documento.

    Se for manualmente, compre o carnê do INSS e comece a preencher as seguintes informações:

    1. Nome ou razão social/Fone/Endereço;
    2. Código de pagamento;
    3. Mês e o ano da contribuição;
    4. O número de identificação na Previdência;
    5. Valor do INSS.

    Como fazer o pagamento da Guia da Previdência Social?

    Para finalizar o procedimento, basta levar a guia até alguma casa lotérica ou instituição bancária para fazer o pagamento. Vale lembrar que o prazo para quitar esse débito é até o dia 15 do próximo mês.

    É possível contribuir mesmo com o INSS atrasado?

    Se deixou de pagar o INSS em algum período, saiba que ainda é possível contribuir mesmo estando atrasado. Basta ir até uma agência da Previdência Social, levando consigo os documentos que comprovam que você era autônomo naquela época.

    Opções de contribuição para autônomos

    Autônomos podem pagar o seu INSS de duas formas:

    • Código 1007: Será cobrado 20% do seu salário. Ele será limitado ao teto da previdência. Em 2018, estava no valor de R$ 5.645,80;
    • Código 1163: Já aqui o valor é de 11% do salário mínimo. Essa opção permite  que o contribuinte aposente com o valor de um salário mínimo.

    Caso você tenha interesse de abrir uma empresa, nós sugerimos a leitura do nosso artigo sobre qual é o melhor crédito para abrir um negócio. Clique aqui e descubra todos os detalhes.

    Diga pra gente, você já sabia como pagar o INSS por conta própria? Até a próxima!

    Gostou? Deixe seu curtir
    Compartilhe nas suas redes sociais

    Leia a seguir

    • Dicas Financeiras

      O que é o Serasa AntiFraude?

    • Dicas Financeiras

      CVM suspende Fx Trading Corporation no Brasil

    • Dicas Financeiras

      Investing Brasil: conheça a plataforma e saiba se é segura

    • Dicas Financeiras

      O que significa Itaú Consignado?

    Ver mais conteúdos

    Veja o que estão comentando