Ir para o conteúdo principal
Foregon.com

O que fazer com o CPF vazado na Dark Web?

Por Sabrina VansellaPublicado em

Qualidade editorial: Nosso conteúdo é construído por uma equipe profissional que coloca a dúvida do leitor no centro da sua escrita. Cada autor traz o seu conhecimento para responder e solucionar sua busca, entregando valor por meio da verificação de dados, aprofundamento da pesquisa e reputação do nosso site.

Segurança e privacidade: Somos responsáveis por manter seus dados protegidos quando você acessa nosso site. Trabalhamos com total transparência e respeito ao seu consentimento, colocando você no controle de seus dados. Conheça nossa política de privacidade.

Em um mundo cada vez mais conectado, a segurança de informações pessoais se torna um desafio constante. E quando o assunto é ‘CPF vazado na Dark Web’, surge uma preocupação imediata.

A Dark Web, uma parte oculta da internet conhecida por seu anonimato e atividades ilícitas, é um terreno fértil para o comércio de dados pessoais. 

Neste contexto, o vazamento do CPF, um documento essencial no Brasil, pode ter implicações sérias, desde fraudes financeiras até problemas legais. 

Hoje, vamos explorar o que é a Dark Web, como identificar se seu CPF foi comprometido e, o mais importante, as medidas que você pode tomar para proteger sua identidade. Acompanhe!

O que você procura?

O que é Dark Web?

A internet como é conhecida pela maioria representa apenas a superfície: ela é chamada de Surface Web e não costuma apresentar muitos perigos. Através dela, é possível realizar compras, fazer pesquisas, acessar as redes sociais e muito mais. 

Em contrapartida, existe a Deep Web, um local que contém sites secretos que não aparecem nas páginas de buscas e não são tão fáceis de serem acessados.

Dentro da Deep Web, existe mais uma camada ainda mais anônima chamada Dark Web, um local online onde são realizados diversos negócios ilícitos.

Roubo de dados financeiros, pornografia e até mesmo tráfico de drogas e pessoas estão presentes nessa parte da internet.

Só até aqui, já deu pra entender porque você não gostaria de ver o próprio CPF vazado na Dark Web, não é? 

O que é vazamento na Dark Web?

Apenas em 2020, 9,95 bilhões de dados foram vazados. Na prática, isso significa que mais pessoas ficaram vulneráveis e têm mais chances de serem vítimas de fraudes. 

Já em 2022, estima-se que a venda de dados apenas de brasileiros na Dark Web movimentou cerca de R$80 milhões.

Quando um vazamento de dados acontece, as chances deles serem vendidos na Dark Web aumentam consideravelmente, e os golpes com CPF estão entre os crimes mais comuns. 

Além dos vazamentos no geral, também é preciso ter muita atenção se você for acessar a Dark Web sem tomar os devidos cuidados. Para se manter seguro é necessário contar com uma VPN ativa, responsável por criptografar os seus dados.

Caso isso não seja feito, os hackers conseguem extrair diversos dados (CPF, RG, número do cartão de débito e crédito, endereço, entre outras informações) através do seu celular ou computador.

Dicas para não ter dados vazados na Dark Web

Não é possível evitar 100% que seus dados não vão parar na Dark Web. Por outro lado, existem algumas dicas que aumentam sua segurança pessoal na internet de forma geral. Confira:

Crie senhas fortes

Evite utilizar o próprio nome como senha, sequências numéricas como "1234", nome da mãe ou de algum parente próximo. Ao criar senhas fortes, você aumenta a dificuldade para que o hacker não descubra. 

Senhas fortes costumam alternar letras maiúsculas e minúsculas, números, além de ter caracteres especiais, como: "@", "!", "?", entre outros.

Não use a mesma senha

Segundo a PSafe, 5 em cada 10 brasileiros utilizam a mesma senha em diferentes contas. O mais indicado é criar senhas únicas para cada conta ou serviço. 

Apesar de não ser prático, é a melhor forma de não comprometer toda a sua segurança com apenas uma senha. 

Troque suas senhas com frequência

Você lembra qual foi a última vez que trocou a senha de alguma rede social? É muito importante trocá-las frequentemente para ficar ainda mais protegido. 

Caso uma senha antiga vaze, o golpista não conseguirá mais ter acesso e você estará seguro!

CPF vazado na Dark Web: como se proteger?

Com os dados pessoais expostos, muitos golpistas se passam pela pessoa e contratam serviços, abrem contas bancárias e muito mais! O estrago costuma ser grande e difícil de ser revertido. 

Se os seus dados chegarem até a Dark Web não há muita coisa que possa ser feita. O lado bom é que você pode se antecipar a esse acontecimento com a ajuda do Foregon Premium

Ao assinar Foregon Premium você passa a ser informado por e-mail ou SMS, caso o seu e-mail acabe vazando na Dark Web. 

Além disso, você também ganha acesso a outras informações, como a fonte do vazamento, a data, qual e-mail foi prejudicado e quais dados foram realmente comprometidos. 

Grandes vantagens por pouco! Confira os principais serviços que você terá disponível sendo Premium: 

  • Descubra quem consultou seu CPF;
  • Conte com dicas para melhorar sua pontuação;
  • Tenha disponível atendimento VIP de especialistas;
  • Acesso ao histórico de ações judiciais no seu nome;
  • Confira a situação do seu CPF junto à Receita Federal;
  • Seja notificado se seus dados vazarem na Dark Web;
  • Receba notificações em tempo real sobre alterações no seu score.

Perguntas Frequentes

O que fazer se o meu CPF foi vazado?

Se seu CPF foi vazado, monitore seu histórico de crédito, altere senhas e considere um serviço de proteção de identidade. Notifique bancos e órgãos competentes sobre o vazamento.

O que acontece se meus dados foram vazados na dark web?

Se seus dados foram vazados na dark web, existe risco de fraudes e crimes financeiros. Monitore suas contas, alerte instituições financeiras e considere medidas de segurança adicionais.

Compartilhe

Escrito por:

Sabrina Vansella
Redatora

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon desde 2021, através da escrita busca melhorar a qualidade de vida das pessoas.